Revelando os Brasis VI transforma em filmes histórias de moradores de pequenas cidades

Quinze histórias do interior brasileiro, vindas de pequenos lugares espalhados por todas as regiões do país, compõem a sexta edição do Revelando os Brasis. Contadas por moradores de cidades com até 20 mil habitantes, as histórias (verdadeiras e inventadas) foram selecionadas no último Concurso Nacional de Histórias do projeto.

O Revelando os Brasis promove a democratização do acesso aos meios de produção audiovisual, oferecendo aos moradores das pequenas cidades a possibilidade de contar suas próprias histórias em filmes. Realizado pelo Instituto Marlin Azul, com o patrocínio da Petrobras, o projeto é um instrumento de registro da memória e da diversidade informative do país e revela novos olhares sobre o Brasil.

Os autores participarão de oficinas de realização audiovisual, no Rio de Janeiro, entre 14 e 27 de agosto, onde estudarão todas as etapas de produção e depois voltarão para os municípios de origem para transformar as histórias em filmes.

Todas as cinco regiões brasileiras têm representantes selecionados nesta nova edição: Nordeste (05), Sudeste (05), Norte (02), Sul (02) e Centro-Oeste (01). Doze Estados têm histórias escolhidas: Bahia (02); Minas Gerais (02); Espírito Santo (02); Alagoas (01); Ceará (01); Pará (01); Mato Grosso (01); Paraíba (01); Rio Grande do Sul (01); Santa Catarina (01); São Paulo (01) e Tocantins (01).

A sexta edição selecionou histórias vindas das seguintes cidades: Lençóis e São José do Jacuípe (Bahia); Barroso e Urucuia (Minas Gerais); Laranja da Terra e Vargem Alta (Espírito Santo); Bom Jesus do Tocantins (Pará); Quebrangulo (Alagoas); Icapuí (Ceará); Nossa Senhora do Livramento (Mato Grosso); São Domingos do Cariri (Paraíba); Antônio Prado (Rio Grande do Sul); Guarujá do Sul (Santa Catarina); Águas de Lindóia (São Paulo) e Arraias (Tocantins).

Os autores das histórias selecionadas participarão das Oficinas Realização Audiovisual. O curso é composto por aulas de introdução à linguagem audiovisual, roteiro, direção, produção, direção de arte, fotografia, som, edição/finalização, pesquisa, mobilização comunitária e direitos autorais. Neste período, os autores transformam suas histórias em roteiro, elaboram um plano de produção e se preparam para dirigir o filme.

Após as oficinas, os selecionados retornam às suas cidades para transformar as histórias em filmes com até 15 minutos, com a participação da comunidade. Na pré-produção, os diretores mobilizam os moradores interessados em integrar a equipe local. Nas filmagens, os autores e a equipe contam com o apoio de profissionais contratados pelo projeto.

Nas cinco primeiras edições do projeto, entre 2004 e 2016, foram produzidas 180 obras, entre ficções, documentários e uma animação. Os filmes realizados são lançados nas comunidades e nas capitais dos Estados selecionados através do Circuito Nacional de Exibição Revelando os Brasis, que monta um cinema ao ar livre, em ruas e praças dos municípios. Ainda na fase de difusão do projeto, os filmes são lançados em DVD, com distribuição gratuita entre realizadores, secretarias, organizações sociais e culturais, cinematecas, universidades e cineclubes de todo o Brasil. As produções também são exibidas no programa de TV Revelando os Brasis, realizado em parceria com o Canal Futura.

Os selecionados da sexta edição do Revelando os Brasis foram:

Nome: Andrea Guanais Bezerra
História: Chica
Cidade/Estado: Lençóis/Bahia 

Nome: Carlos Henrique da Costa
História: A Aventura da Primeira Bicicleta
Cidade/Estado: Águas de Lindóia/São Paulo 

Nome: Cesar Luis Theis
História: História das Rodas de Chimarrão
Cidade/Estado: Guarujá do Sul/Santa Catarina

Nome: Eliabe Crispim da Silva
História: O Pescador de Memórias
Cidade/Estado: Icapuí/Ceará

Nome: Geilane de Oliveira Souza
História: Uma Escola Diferente
Cidade/Estado: São José do Jacuípe/Bahia

Nome: Joelson de Oliveira Silva
História: Nega da Costa – Uma Cultura Popular na Terra de Graciliano Ramos
Cidade/Estado: Quebrangulo/Alagoas 

Nome: Jurandir Antônio Nunes Amaral
História: Vivenciando a Cultura do Quilombo Mata Cavalo
Cidade/Estado: Nossa Senhora do Livramento/Mato Grosso

Nome: Lucrécia de Moura Dias
História: A Sússia
Cidade/Estado: Arraias/Tocantins 

Nome: Marcelo Rodrigues dos Santos
História: Carambola – O Destino de um Povo
Cidade/Estado: Urucuia/Minas Gerais 

Nome: Maria Odete Meotti de Bairros
História: Filó Italiano
Cidade/Estado: Antônio Prado/Rio Grande do Sul

Nome: Maria Patrícia de Aquino Lima
História: Rasga Mortalha
Cidade/Estado: São Domingos do Cariri/Paraíba

Nome: Paulo Alexandre Coelho
História: Jacaré, o Boi Cavalo
Cidade/Estado: Barroso/Minas Gerais

Nome: Rafael Wolfgramm Teixeira de Siqueira
História: Franz Seibel: o Surgimento da Fotografia Pomerana
Cidade/Estado: Laranja da Terra/Espírito Santo

Nome: Robson Messias Lucas Santos
História: A Guerreira Gavião
Cidade/Estado: Bom Jesus do Tocantins/Pará

Nome: Sheila Márcia Altoé
História: A Viagem do Seu Arlindo
Cidade/Estado: Vargem Alta/Espírito Santo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *