Programa Brasil de Todas as Telas investe mais de R$ 12 milhões em novos projetos para cinema e TV

A ANCINE, o Banco Regional de Desenvolvimento Econômico do Extremo Sul (BRDE) e o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) divulgaram novos investimentos, no valor total de R$ 12.445.368,00, em nove projetos selecionados em três chamadas públicas de fluxo contínuo do Programa Brasil de Todas as Telas: as chamadas PRODAV 01/2013, de apoio à produção de obras destinadas às TVs aberta e por assinatura; PRODECINE 02/2013, de produção cinematográfica via distribuidoras; e PRODECINE 03/2013, que investe na comercialização de obras de longa-metragem.

Nesta nova rodada de investimentos, um novo projeto de comercialização foi selecionado na chamada pública PRODECINE 03/2013, fazendo jus ao investimento no valor de R$ 200 mil: o longa policial “Muitos Homens num Só”, da Tambellini Filmes, com direção da cineasta Mini Kerti, que será distribuído pela Downtown Filmes.

Na chamada PRODECINE 02/2013, os novos projetos de longas-metragens selecionados foram o drama “Como nossos Pais”, da Buriti Filmes, distribuído pela Imovision, com direção de Laís Bodanzky e roteiro de Luiz Bolognesi, que receberá R$ 3 milhões do FSA; e o documentário “Limites”, produzido pela Toca dos Filmes e distribuído pela Elo Company, com direção e roteiro de Paulo Leierer, contemplado com R$ 200 mil.

Já pela chamada PRODAV 01/2013, foram selecionados um telefilme documental e cinco séries – duas de ficção e três de documentário –, no valor total de R$ 9.045.368,00. As produções selecionadas serão exibidas nos canais Universal Channel, BBC, Curta!, Record e CINEBRASiLTV.

Confira abaixo a relação completa dos projetos selecionados:

PRODECINE 02/2013

Projeto:  “Como nossos pais” (ficção)
Proponente: Buriti Filmes Ltda (SP)
Distribuidora: Imovision
Direção: Laís Bodanzky
Roteiro: Luiz Bolognesi
Valor investido pelo FSA: R$ 3 milhões
Sinopse: Filha de intelectuais dos anos 70 e mãe de duas pré-adolescentes, Céu se vê pressionada por duas gerações que exigem que ela seja engajada, moderna e onipresente. Quando recebe da mãe a bombástica notícia que não é filha do seu pai, Céu inicia uma redescoberta de si mesma.

Projeto:  “Limites” (documentário)
Proponente: Toca dos Filmes (SP)
Distribuidora: Elo Company
Direção e roteiro: Paulo Leierer
Valor investido pelo FSA: R$ 200 mil
Sinopse: A precariedade das condições de vida no Haiti faz com que milhares de haitianos migrem para outros países em busca do sonho de algo há muito perdido por eles: dignidade.

PRODECINE 03/2013

Projeto:  “Muitos homens num só” (ficção)
Proponente: Tambellini Filmes e Produções Audiovisuais (RJ)
Distribuidora: Downtown Filmes
Direção: Mini Kerti
Roteiro: Leandro Assis
Valor investido pelo FSA: R$ 200 mil
Sinopse: Baseado no romance policial “Memórias de um rato de hotel”, de João do Rio, o longa retrata a cidade do Rio de Janeiro da década de 1920.

PRODAV 01/2013

Projeto: “171 – Negócio de Família” (série / ficção)
Proponente: Jerê Moreira Produtora de Filmes e Vídeos (SP)
Emissora: Universal Channel
Direção: Roberto D’Avila
Roteiro: Marc Bechar
Valor investido pelo FSA: R$ 2 milhões
Sinopse: A velha malandragem, como a antiga Lapa, hoje perdida na memória de alguns saudosistas, está por um fio. Talvez a família Santos seja a última a ainda aderir ao velho código de honra – pois é preciso ter ética, sobretudo entre família, para ter um negócio bem sucedido.

Projeto: “À brasileira” (série / documentário)
Proponente: Medialand Produção e Comunicação (SP)
Emissora: BBC
Direção: Carla Albuquerque
Roteiro: Beto Ribeiro
Valor investido pelo FSA: R$ 960 mil
Sinopse: A série traz como personagem principal o ‘prato do dia’. A história e evolução de cada prato será contada por meio de animações e entrevistas com historiadores, jornalistas, chefs e pessoas comuns que elegeram seu cardápio favorito.

Projeto: “O retorno à África” (série / documentário)
Proponente: Praga Produções (RJ)
Emissora: Curta!
Direção: Simplício Neto e Maria PereiraRoteiro: Simplício Neto
Valor investido pelo FSA: R$ 597 mil
Sinopse: A série percorrerá a Bahia e a costa oeste da África, acompanhando o pesquisador Carlos da Fonseca pela estrada em busca de nossos elos africanos, em contato com famílias cujos descendentes se estabeleceram pela antiga Costa dos Escravos, em Gana, Togo, Benin e Nigéria, e seus ramos espalhados pelo Brasil. Uma viagem pelas paisagens humanas e naturais africanas e, sobretudo, pela história do nosso país.

Projeto: “Nuvem cigana, artimanhas cariocas” (telefilme / documentário)
Proponente: Uh Tererê Diversão e Arte (RJ)
Emissora: Curta!
Direção: Paola Vieira e Cláudio Lobato
Roteiro: Cláudio Lobato
Valor investido pelo FSA: R$ 306 mil
Sinopse: O telefilme pretende resgatar o trabalho poético, cênico e pictográfico da Nuvem Cigana, um grupo multimídia atuante nos anos 1970 no Rio de Janeiro, unido pela necessidade de reagir à ditadura, pela vontade de realizar projetos coletivos ligados às artes e de reinventar a maneira de se relacionar com o mundo e com as pessoas.

Projeto: “Sem volta” (série/ficção)
Proponente: Panorâmica Comunicação (RJ)
Emissora: Record
Direção: Rodrigo Montenegro
Roteiro: Gustavo Lipsztein
Valor investido pelo FSA: R$ 3,9 milhões
Sinopse: Um grupo de 11 montanhistas com diferentes graus de experiência, reunido pela internet, resolve escalar a Agulha do Diabo (RJ). Os montanhistas, pegos de surpresa por uma chuva torrencial, acabam separados em vários grupos e deverão fazer de tudo para tentar sobreviver nas condições mais extremas.

Projeto: “Expresso Brasil II” (série / documentário)
Proponente: Polo de Imagem (SP)
Emissora: CINEBRASiLTV
Direção e roteiro: Hilton Lacerda
Valor investido pelo FSA: R$ 1,28 milhão
Sinopse: Segunda temporada da série que apresenta a cultura, a história, os costumes, saberes e fazeres presentes nos estados brasileiros, a partir do olhar de um personagem local, ligado à área cultural. A série explora os diversos países que coexistem dentro do Brasil e desvenda a imensa diversidade de uma terra que surpreende não só pela dimensão, mas sobretudo pela riqueza de manifestações artísticas e populares e pelas belezas naturais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *