Programa Brasil de Todas as Telas Ano 2 lança editais de desenvolvimento e de linguagem inovadora

A ANCINE lançou hoje, 22 de dezembro, dois editais do Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2: as Chamadas Públicas PRODECINE 05/2015, que selecionará projetos de linguagem inovadora com destinação inicial para as salas de cinema; e PRODAV 05/2015, que selecionará propostas de desenvolvimento de projetos de obras seriadas e não seriadas; e formatos audiovisuais para TV e salas de exibição, ambos por meio de concurso público.

Os editais cumprem o cronograma previsto pelo Calendário de Financiamento da ANCINE, compromisso assumido com o lançamento do Plano ANCINE + Simples, plano de ações para a qualificação da gestão do financiamento público do audiovisual.

A Chamada Pública PRODECINE 05/2015 se destina à seleção de projetos de produção independente de longa-metragem de ficção, animação e documentário, com foco em propostas de linguagem inovadora. O objetivo é investir em filmes com potencial de participação e premiação em festivais e que apontem para a experimentação, mas que também sejam capazes de dialogar com seu público-alvo e de realizar seu potencial comercial. As inscrições abrem hoje, dia 22 de dezembro, e encerram-se dia 26 de fevereiro de 2016.

Para esta linha, serão destinados R$ 30 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), respeitando-se os indutores regionais de no mínimo 30% dos recursos destinados a projetos audiovisuais de produtoras independentes localizadas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; e no mínimo 10% para projetos de produtoras independentes da região Sul ou dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

Em sua terceira edição, esta Chamada Pública já contemplou um total de 33 projetos, sendo 17, em 2013, e 16 projetos, em 2014. Entre eles, “Mulher do Pai”, da Okna Produções, premiado no Talent Highlight Pitch Award do Talent Project Market do Festival de Berlim 2011; e “Mormaço”, de Marina Meliande e Felipe Bragança, vencedor do Brasil CineMundi – 4th International Coproduction Meeting. Outros filmes já estão em fase de produção, como o documentário “Baía de Guanabara”, de Murilo Salles, e o longa de ficção “Pendular”, de Julia Murat.

Já a chamada PRODAV 05/2015 selecionará 70 propostas de desenvolvimento de projetos de obras audiovisuais seriadas e não seriadas destinadas aos segmentos de TV paga ou aberta, salas de exibição e vídeo por demanda (VOD). As inscrições vão de 23 de dezembro de 2015 a 28 de março de 2016.

Para esta linha, serão destinados R$ 10 milhões, observada a seguinte distribuição: no mínimo 30% dos valores devem ser destinados a propostas apresentadas por empresas sediadas nas regiões Norte, Nordeste ou Centro-Oeste; e no mínimo 10% dos valores devem ser destinados a propostas apresentadas por empresas sediadas na região Sul, no Estado do Espírito Santo ou no Estado de Minas Gerais. Entre os proponentes, serão admitidas também empresas brasileiras que não apresentem a atividade econômica de produção audiovisual.

Também aberta, pelo terceiro ano consecutivo, esta linha de desenvolvimento já contemplou 175 propostas, sendo 86, em 2013, e 89, em 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *