É bem sabida a dívida que Abel Ferrara tem com alguns do principais nomes do cinema moderno. É o caso de Pier Paolo Pasolini, cuja vida Ferrara sempre desejou transformar em filme – chegou mesmo a bolar, ainda nos anos 80, um projeto com Zoë Tamerlis Lund, estrela inesquecível de “Sedução e Vingança” (1981), no papel de Pasolini em versão feminina. Essa associação, contudo, está longe de ser óbvia. Ferrara é cineasta de uma certa tradição narrativa do grande cinema americano, de Nicholas Ray a John Cassavetes. Está sempre em busca da verdade do momento, do ponto de inflamação, do estalo da contradição. Seu cinema é uma espécie de composição dissonante: corpos, espaços, músicas, cores e ritmos, incoerência narrativa e questões morais, abertura estética e de espírito, e as mais variadas obsessões. Bem, dito assim, uma certa afinidade se faz sentir com o projeto cinematográfico de Pasolini, ainda que timidamente. Viver é algo deliciosamente perturbador no cinema de ambos. É estar às voltas com um êxtase incontornável, entre uma poderosa inclinação para a animalidade e as obrigações limitadoras da vida em sociedade. Ok. Estamos falando de Ferrara. Estamos falando de Pasolini. Estávamos todos ansiosos por este filme.

“Pasolini” (coescrito por Maurizio Braucci, colaborador constante de Matteo Garrone) sintetiza o último dia de vida do realizador de “Salò ou os 120 Dias de Sodoma” (1975). O cineasta italiano regressava de Estocolmo, onde se encontrou com Ingmar Bergman. Ele passa o dia em casa, em família. Concede uma entrevista, recriando, em sua fala, de forma grave e solene, uma análise sobre o novo totalitarismo emergente e seu projeto de ontologia da resistência, sexual e política. E, à noite, leva o jovem Pelosi a um restaurante e, pouco depois, à praia. Ferrara ainda cria imagens para “Petróleo”, romance póstumo do italiano, e imagina o que poderia ter sido o filme que o cineasta deixou por fazer, “Porno-Teo-Kolossal” – o longa seria estrelado por Ninetto Davoli e Eduardo De Filippo (Davoli, na versão de Ferrara, interpreta o papel De Filippo).

“Pasolini” é, certamente, um longa de clara admiração pelo cineasta italiano. Ferrara tenta, aqui e ali, uma espécie de glorificação de seu ídolo, um profeta, um cronista, arrancado por demais depressa do nosso convívio. Willem Dafoe e seus óculos nos levam a Pasolini, em uma interpretação de absoluta entrega – apesar da alternância aparentemente aleatória do inglês e do italiano entrar por vezes muito mal nos ouvidos. Contudo, a estrutura fragmentada em mosaico, costurada por cenas entre o “real” e a “ficção”, soa na maioria das vezes sem propósito, bem como a fábula pasoliniana revela, como era de se esperar, um Ferrara talvez um tanto desconfortável. Mais do que isso. A tragédia e a resistência de que fala o personagem jamais ganha corpo neste filme. Ferrara não consegue materializar a força do pensamento e do cinema de Pasolini. Seu filme não funciona muito bem seja como elegia, retrato ou análise. “Pasolini” é um longa respeitoso, um tanto tímido, não exatamente sobre Pasolini ou pasoliniano. Talvez, mais simplesmente, um filme de Ferrara para Pasolini. Talvez.

Ainda assim. Estamos falando de Ferrara. Estamos falando de Pasolini. E, por vezes, a graça se espreita pelos planos. Ferrara povoa a primeira metade de seu filme com cenas nada dramáticas, um tanto até comoventes em sua simplicidade. Pasolini em família, com sua amada mãe Susanna (Adriana Asti, ex-ator de Pasolini e Bertolucci, agora na casa dos oitenta) e seus amigos, jogando futebol com homens bem mais jovens do que ele, trabalhando em sua máquina de escrever. Nestes momentos, “Pasolini” se encontra.

Pasolini
França/Itália/Bélgica, 84 min., 2014
Direção: Abel Ferrara
Distribuição: Imovision
Estreia: 5 de novembro

 

Por Julio Bezerra

ZOOLANDER-2

Paramount Pictures divulgou dois novos cartazes oficiais de “Zoolander 2”, sequência da comédia de 2001 estrelada por Ben Stiller (“Uma Noite no Museu 3: O Segredo da Tumba”) e Owen Wilson (“Horas de Desespero”). Confira:

zoolander-2-poster

zoolander-2-poster-1

Veja o novo teaser trailer e imagens da comédia Zoolander 2

Ambientado dez anos após o filme original, a sequência ainda não revelou detalhes sobre a trama. Stiller dirige a partir do roteiro assinado por Justin Theraux (“Rock of Ages: O Filme”). Completam o elenco Will Ferrell (“Tudo por um Furo”), Penélope Cruz (“O Conselheiro do Crime”), Kristen Wiig (“Perdido em Marte”) e Olivia Munn (“Mortdecai: A Arte da Trapaça”).

“Zoolander 2” chega aos cinemas dos Estados Unidos no dia 12 de fevereiro.

Saiba mais sobre: , ,


Últimas sobre o assunto:

Universal divulgou diversas novas imagens oficiais de “Sisters”, comédia protagonizada por Amy Poehler (“Divertida Mente”) e Tina Fey (“Muppets 2: Procurados e Amados”). Confira:

tina-fey-amy-poehler-sisters-movie-image-1-600x400

tina-fey-amy-poehler-sisters-movie-image-2-600x392

amy-poehler-sisters-movie-image-01-600x400

jason-moore-sisters-movie-image-1-600x400

jason-moore-sisters-movie-image-2-400x600

maya-rudolph-sisters-movie-image-520x600

Assista ao primeiro trailer da comédia

O longa acompanha Maura (Poehler) e Jane (Fey), duas irmãs desconectadas que retornam para sua casa de infância antes de seus pais a venderem. Buscando recapturar seus dias de glória da juventude, elas decidem organizar uma festa como as que faziam no Ensino Médio, com a presença de todos os seus amigos da escola. Lotada de adultos com seus próprios problemas, porém, a festa está longe de ser o evento divertido que as irmãs planejaram.

Jason Moore (“A Escolha Perfeita”) dirige a partir do roteiro assinado por Paula Pell (de “Saturday Night Live”). Também estão no filme Maya Rudolph (“Vício Inerente”), John Cena (“Descompensada”), John Leguizamo (“De Volta ao Jogo”), James Brolin (“Os 33”), Madison Davenport (“Noé”) e Dan Byrd (da série “Cougar Town”).

“Sisters” chega aos cinemas brasileiros no dia 14 de janeiro.

Saiba mais sobre:


Últimas sobre o assunto:

Wild Bunch e a Galmant divulgaram uma nova imagem oficial de “The Neon Demon”, apprehension de Nicolas Winding Refn (“Drive”). O destaque é a protagonista, vivida por Elle Fanning (“Malévola”). Confira:

neon-demon-elle-fanning-1

O filme acompanha acompanha um grupo de modelos dispostas a extremos para manter sua beleza – incluindo voodoo e canibalismo. Além de dirigir, Refn também assina o roteiro ao lado da estreante Mary Laws.

Completam o elenco Christina Hendricks (“Lugares Escuros”), Keanu Reeves (“De Volta ao Jogo”), Jena Malone (“Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1”), Jamie Clayton (da série “Sense8”), Desmond Harrington (da série “Dexter), Abbie Lee (“Mad Max: Estrada da Fúria”), Bella Heathcote (“Sombras da Noite”), Alessandro Nivola (“Selma: Uma Luta Pela Igualdade”), Karl Glusman (“Love”) e Charles Baker (“Livre”).

“The Neon Demon” chega aos cinemas no ano que vem.

Saiba mais sobre:


Últimas sobre o assunto:

20150714-1422720813_sundance-2015-brooklyn_2-615x346

A 20th Century Fox divulgou seis novas cenas de “Brooklyn”, play estrelado por Saoirse Ronan (“Rio Perdido”). Assista:

Confira o trailer e o cartaz oficiais de “Brooklyn”

O filme conta a história de Eilis Lacey (Ronan), uma jovem irlandesa que parte da casa da família em busca das promessas de prosperidade e felicidade dos Estados Unidos. Na Nova York da década de 50, a saudade que a garota sente do lar trademark é consolada por Tony (Emory Cohen, de “O Lugar Onde Tudo Termina”). Enquanto o intrigue entre os dois evolui, porém, o passado de Eilis deixa a jovem insegura sobre a qual país ela realmente pertence.

John Crowley (“Rapaz A”) dirige a partir do roteiro assinado por Nick Hornby (“Livre”) que, por sua vez, é baseado no livro homônimo de Colm Tóibín. Completam o elenco Domhnall Gleeson (“Ex Machina”), Michael Zegen (da série “Boardwalk Empire”), Julie Walters (“As Aventuras de Paddington”), Eileen O’Higgins (da minissérie “Emma”), Emily Bett Rickards (da série “Arrow”) e Paulino Nunes (da série “Saving Hope”).

Depois de passar pelo Festival de Sundance com ótimas críticas, “Brooklyn” estreou no Reino Unido, na Irlanda e em circuito limitado nos Estados Unidos no dia 6 de novembro, e segue sem information de lançamento para o Brasil.

Saiba mais sobre: ,


Últimas sobre o assunto: