A Caixa Cultural Rio de Janeiro promove, de 6 a 9 de outubro, o Curso de Crítica Cinematográfica, direcionado a profissionais de todas as áreas, ministrado pelo crítico do jornal O Globo, Mario Abbade. As aulas começarão sempre a partir das 18h45, com duração máxima de 2 horas. Desde 29 de setembro, até 4 de outubro, estão sendo exibidos um filme por dia, que serão comentados durante as aulas.

Entre as obras, estão o documentário Crítico (2008), do diretor brasileiro Kleber Mendonça Filho, e o clássico Paixão dos Fortes (1946), de John Ford. Os ingressos para as sessões dos filmes custam R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). É recomendado, mas não obrigatório, que os interessados no curso assistam aos filmes.

As inscrições para o curso são gratuitas e devem ser feitas pelo e-mail cursodecriticacinematografica@gmail.com. No corpo da mensagem, o interessado precisa informar o nome completo, número do RG e telefones para contato. O curso oferece 80 vagas, que serão preenchidas por ordem de recebimento. A produção enviará e-mail confirmando a inscrição. Ao final do curso, será entregue um certificado de participação.

Com estreia prevista para março de 2016, “Mundo Cão”, novo filme do diretor Marcos Jorge (“Estômago”, “O Duelo”), participa da Mostra Competitiva da Première Brasil, no Festival do Rio, com exibição no Cine Lagoon e no Cine Odeon, no dia 3, às 22h30, e no dia 4, às 16h, no Cine Encontro, seguida de debate.

Produzido pela Zencrane Filmes em parceria com a Migdal Filmes, com coprodução da Paramount Pictures, da Globo Filmes e distribuição da Paris Filmes, o suspense reúne um elenco de peso. Lázaro Ramos, Adriana Esteves, Babu Santana e Milhem Cortaz ganham a companhia de Paulinho Serra e Antonio Ravan e dos atores Thainá Duarte e Vini Carvalho.

Santana (Babu Santana) é um funcionário do Departamento de Combate às Zoonoses que trabalha recolhendo cachorros perigosos das ruas, na época em que a lei que proíbe o sacrifício de animais sadios ainda não havia sido sancionada. Avesso a confusões, ele leva uma rotina tranquila com sua esposa e filhos até o dia em que seu caminho se cruza com o de um rottweiler. Por um mal-entendido, o dono do cão, Nenê (Lázaro Ramos) se indispõe com Santana e suas atitudes vão alterar completamente a vida dele e de sua família.

spectreheader

Foi liberado recentemente um novo comercial de TV do aguardado “007 Contra Spectre” protagonizado pelo ator Daniel Craig (“Millenium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres”). O vídeo traz detalhes sobre a obra e cenas inéditas. Veja:

James Bond está de volta em novo trailer de 007 Contra Spectre

No filme, uma mensagem misteriosa do passado de James Bond o coloca em uma busca para desmascarar uma organização maligna. Enquanto M batalha em lutas políticas para manter o Serviço Secreto vivo, Bond tenta solucionar o conundrum e descobrir a terrível verdade por trás de SPECTRE.

Sam Mendes (“007 – Operação Skyfall”) dirige a partir do roteiro assinado por John Logan (“007 – Operação Skyfall”), Neal Purvis e Robert Wade (roteiristas de diversos filmes da franquia, incluindo todos estrelados por Craig). Naomie Harris (“Mandela – O Caminho para a Liberdade”), Ben Whishaw (“O Teorema Zero”) e Ralph Fiennes (“O Grande Hotel Budapeste”) reprisam seus papéis do longa anterior. Completam o elenco Christoph Waltz (“Grandes Olhos”), Léa Seydoux (“Azul é a Cor Mais Quente”), Monica Bellucci (“Aconteceu em Saint-Tropez”), Dave Bautista (“Guardiões da Galáxia”), Andrew Scott (da série “Sherlock”), Stephanie Sigman (da série “Narcos”) e Rory Kinnear (“O Jogo da Imitação”).

“007 Contra Spectre” tem estreia no Brasil marcada para 5 de novembro.

spectreheader

Foi liberado recentemente um novo comercial de TV do aguardado “007 Contra Spectre” protagonizado pelo ator Daniel Craig (“Millenium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres”). O vídeo traz detalhes sobre a obra e cenas inéditas. Veja:

James Bond está de volta em novo trailer de 007 Contra Spectre

No filme, uma mensagem misteriosa do passado de James Bond o coloca em uma busca para desmascarar uma organização maligna. Enquanto M batalha em lutas políticas para manter o Serviço Secreto vivo, Bond tenta solucionar o conundrum e descobrir a terrível verdade por trás de SPECTRE.

Sam Mendes (“007 – Operação Skyfall”) dirige a partir do roteiro assinado por John Logan (“007 – Operação Skyfall”), Neal Purvis e Robert Wade (roteiristas de diversos filmes da franquia, incluindo todos estrelados por Craig). Naomie Harris (“Mandela – O Caminho para a Liberdade”), Ben Whishaw (“O Teorema Zero”) e Ralph Fiennes (“O Grande Hotel Budapeste”) reprisam seus papéis do longa anterior. Completam o elenco Christoph Waltz (“Grandes Olhos”), Léa Seydoux (“Azul é a Cor Mais Quente”), Monica Bellucci (“Aconteceu em Saint-Tropez”), Dave Bautista (“Guardiões da Galáxia”), Andrew Scott (da série “Sherlock”), Stephanie Sigman (da série “Narcos”) e Rory Kinnear (“O Jogo da Imitação”).

“007 Contra Spectre” tem estreia no Brasil marcada para 5 de novembro.

Em 1983, Chevy Chase fez o mundo chorar de rir com o grande sucesso de sua carreira: “Férias Frustradas”. Era a história da família Griswold (composta por ele, sua esposa e seu casal de filhos) que sempre que tentava viajar de férias passava pelos maiores apuros, e tudo dava magnificamente errado. Agora, em 2015, os diretores John Francis Daley e Jonathan M. Goldstein trazem de volta às telas a aventura em família em um reboot bastante interessante.

O filme conta a história de Russ Griswold (Ed Helms) que decide, depois de perceber como sua esposa Debbie (Christina Applegate) está descontente com os rumos que sua vida tomou, levá-la, junto com os filhos James (Skyler Gisondo) e Kevin (Steele Stebbins) para o legendário parque temático Walley`s World. Para isso, com o intuito de fortalecer os laços familiares, farão a longa travessia de quase quatro mil quilômetros, desde Chicago até a Califórnia, em um “moderno” carro alugado.

A trama tem uma estrutura bastante semelhante ao original, (além de espalhar referências por toda a fita, especialmente no terceiro ato, com participações surpreendentes) porém com mudanças significativas. Tais mudanças servem para transformar alguns personagens em figuras bem mais cativantes, como no caso do protagonista, ou com mais profundidade, como ocorre com Debbie. Além disso, o amusement característico da franquia passa por uma adequação aos tempos modernos, tanto em ritmo quanto em teor.

Por se tratar de um road movie, outro ponto alto, são os personagens que entram e saem da trama, mas deixam suas marcas, por serem engraçadíssimos em seus absurdos e exageros, além de brincar e desconstruir situações cotidianas. Entre eles está o cunhado machista, conservador e cafajeste (numa divertida participação de Chris Hemsworth) casado com Audrey (Leslie Mann), irmã de Russ. Também tem uma passagem marcante a jovem Adena (Catherine Missal), que, além de gerar boas piadas, participa de um momento marcante de um dos personagens. Coroando as participações especiais, um assustador caminhoneiro (que não irei citar o ator para não estragar a surpresa).

O roteiro, também escrito pelos diretores, aposta em piadas rápidas extremamente criativas presente em vários diálogos inspirados além de explorar ao extremo as várias situações embaraçosas, ou  que seus personagens se metem, como a disputa de Debbie em uma rápida visita a faculdade, a visita do cunhado ao quarto do casal na fazenda ou uma conversa do piloto de avião Russ com uma família durante um rápido vôo. Outro recurso humorístico que funciona com perfeição é aquele da gag que não termina em uma única cena, prolongando as risadas por vários momentos espalhados pela história. Infelizmente algumas dessas passagens parecem deslocadas do desenvolvimento da trama, soando um pouco forçadas demais.

Entretanto, apesar de tantos bons momentos, nada é mais divertido que o núcleo da família Griswold, graças ao talento esbanjado pelos atores. Ed Helms abusa de todos os seus talentos, desde a típica interpretação do personagem que sempre tenta ver o lado positivo das coisas antes de explodir até seus dotes musicais. Chega a ser tocante o seu esforço em manter o otimismo em busca realizar os sonhos de sua família, mesmo com tudo dando errado. Christina Applegate é um excelente contraponto, ao passo que parece sempre estar no lado oposto de uma gangorra de emoções com o seu marido. Os jovens Skyler Gisondo e Steele Stebbins apresentam uma dinâmica perfeita, especialmente ao inverterem a situação unreasoning de bullying.

Tudo isso não ficaria completo sem o excelente trabalho de direção. A dupla não deixa o ritmo cair em nenhum momento, sempre acertando o timing das piadas sem prejudicar o desenvolvimento da história. Além disso, sabem explorar com perfeição a química existente entre o elenco.

Desta forma, não seria exagero dizer que “Férias Frustradas” é bem mais que uma boar refilmagem. É, sem dúvida, uma das melhores comédias do ano.