Terninaram, no Rio de Janeiro, as filmagens da comédia romântica Missão Cupido. Dirigido por Rodrigo Bittencourt, o longa retrata uma batalha entre a Morte, interpretada por Ágatha Moreira, e um Anjo da Guarda, papel de Lucas Salles, pela vida e pelo coração de Rita, vivida por Isabella Santoni. Também estão no elenco Victor Lamoglia, Thais Belchior e Rafael Infante, além de participações especiais de Guta Stresser, Kiko Mascarenhas e Thalita Rebouças.

O terceiro longa-metragem de Rodrigo Bittencourt (“Totalmente Inocentes” e ” Real: o Plano por Trás da História”) foi rodado entre o Rio de Janeiro, em locações como a Praia de Grumari, Horto e Ipanema, e Nova Friburgo. Com roteiro e trilha sonora assinados por ele e produção de Clélia Bessa, da Raccord, o filme tem coprodução da Paramount Pictures e distribuição da H2O Films.

Para contar a história de Rita (Isabella Santoni) e de seu relapso anjo da guarda, Miguel (Lucas Salles), Rodrigo Bittencourt lança mão de uma narrativa pop e de uma estética surrealista, com o ritmo clipado que já se tornou sua marca registrada.

O roteiro é irreverente do início ao fim. Sem ter noção do poder de suas palavras, o anjo Miguel profetizou alguns dos problemas que perseguem sua protegida, como o estigma de jamais encontrar um amor. O que ele não esperava é que Rita fosse cair nos encantos da Morte (Agatha Moreira), que assume a forma de uma mulher sexy e aparece para colocar em cheque a certeza da moça de que jamais se apaixonaria.

Miguel recebe uma ordem vinda diretamente do Todo Poderoso, o presidente da Miracle (Rafael Infante), uma agência de seguros de vida da qual os assegurados são os seres humanos e os funcionários são anjos contratados pela empresa. Mesmo a contragosto, Miguel deve descer à Terra e resolver os problemas de Rita. Para isso, vai precisar lidar com emoções tipicamente humanas e travar duelos emocionantes e surreais com a Morte.

O ator Andy Serkis (“Planeta dos Macacos: A Guerra”) acaba de se juntar ao elenco da comédia politicamente incorreta “Flarsky”. Serkis irá trabalhar ao lado de Charlize Theron (“Velozes e Furiosos 8”) e Seth Rogen (“Vizinhos 2”), protagonistas do longa. As informações são do site The Hollywood Reporter.

A comédia acompanha a história de Fred Flarsky (Rogen), um jornalista desempregado que é vítima de seu próprio infortúnio e seu comportamento auto-destrutivo, e que se esforça para perseguir sua babá e paixão de infância (Theron). O problema é que, agora, ela é uma das mulheres mais poderosas e inatingíveis do mundo.

Andy Serkis, cujo trabalho mais recente foi dirigindo o drama baseado em fatos “Uma Razão Para Viver”, chega para interpretar um magnata da mídia internacional que dá emprego para o personagem de Rogen.

A produção, que já está sendo filmada em Montreal, Canadá, é dirigida por Jonathan Levine (“Sexo, Drogas e Jingle Bells”), enquanto o roteiro é assinado por Dan Sterling (“A Entrevista”).

“Flarsky” estreia em 8 de fevereiro de 2019 nos Estados Unidos. Ainda não há previsão de estreia no Brasil.

Em entrevista ao Yahoo Entertainment, o diretor Denis Villeneuve (“Sicario: Terra de Ninguém”) comentou que “ainda é um mistério” o porquê do fracasso de bilheteria de “Blade Runner 2049“. Veja abaixo alguns trechos:

“Eu ainda estou digerindo isso. Tivemos as melhores críticas. Nunca tive um filme bem visto assim. Ao mesmo tempo, a bilheteria nos Estados Unidos foi uma decepção, é verdade, porque esses filmes são caros. Ainda vai fazer toneladas de dinheiro, mas não o suficiente”, disse o diretor.

Villeneuve também comentou sobre o filme ter funcionado na Europa e em grandes cidades dos EUA:

“Eu acho que talvez as pessoas não estivessem suficientemente familiarizadas com o universo. E o fato que o filme é longo [2 horas e 44 minutos]. Eu não sei. Ainda é um mistério para mim. Eu faço filmes, não os vendo”.

Outro desafio para o pessoal do marketing foi promover o filme sem dar spoilers sobre a trama. Das entrevistas com os atores até os materias promocionais tiveram que ser vagos, o que, em última instância, parece ter desconectado o público – tanto com o novo filme quanto com o antecessor. O filme original de Ridley Scott, apesar do seu status de ‘clássico’, também não teve uma bilheteria expressiva em sua estreia em 1982.

“Essa é a primeira coisa que um dos meus filhos me contou. Ele disse: ‘Papai, você homenageou o primeiro filme até o final’. Eu não estava procurando por isso, mas o que me deixa em paz é o fato de que os fãs incondicionais, que adoraram o primeiro filme, realmente receberam este, e isso pra mim significa o mundo”.

O longa tinha tudo para ter uma bilheteria de blockbuster: contava com Ryan Gosling (“La La Land: Cantando Estações”), um dos atores em alta em Hollywood, ao lado do veterano Harrison Ford (“Star Wars: O Despertar da Força”). Teve Villeneuve no comando do filme, que ano passado dirigiu o drama sci-fi “A Chegada”, filme que arrecadou $100 milhões só nos EUA e ainda recebeu nove indicações ao Oscar.

“Blade Runner 2049” ainda está em cartaz nos cinemas brasileiros.

Colin Trevorrow (“O Livro de Henry”) divulgou um pequeno vídeo de “Jurassic World: O Reino Está Ameaçado”. No trecho, Owen (Chris Pratt, de “Guardiões da Galáxia Vol. 2”) acaricia um filhote de velociraptor, que é bastante similar com Blue, do primeiro filme. Assista abaixo:

“Da nossa família jurássica para a sua.”

Apesar de não dirigir a sequência, Trevorrow assina o roteiro e também a produção, esta ao lado de Steven Spielberg (“O Bom Gigante Amigo”).

O quinto longa da franquia, que ainda não ganhou sinopse oficial, terá o retorno de Pratt, Bryce Dallas Howard (“Histórias Cruzadas”) e B. D. Jones (“O Espaço Entre Nós”), ao mesmo tempo em que terá Rafe Spall (“X + Y”), Toby Jones (“Jogos Vorazes”), Justice Smith (da série “The Get Down”) e a volta de Jeff Goldblum (“Independence Day: O Ressurgimento”) como Ian Malcom, personagem visto nos primeiros filmes.

Dirigido por Juan Antonio Bayona (“Sete Minutos Depois da Meia-Noite”), “Jurassic World: O Reino Está Ameaçado” tem estreia marcada para 21 de junho de 2018.

A Fox liberou um divertido vídeo de “Assassinato no Expresso do Oriente” trazendo a atriz global Renata Sorrah (a Nazaré da novela “A Senhora do Destino”) como uma das suspeitas do assassinato que dá título ao longa. Assista abaixo:

Renata Sorrah virou um meme mundialmente conhecido, “Nazaré Confusa”, que traz a personagem rodeada de fórmulas matemáticas. A novela está sendo exibida novamente pela Rede Globo na sessão Vale a Pena Ver De Novo.

A trama do romance em que o filme se baseia conta a história do detetive belga Hercule Poirot, que está na Turquia quando recebe um telegrama pedindo que volte imediatamente para Londres. Ele então embarca no Expresso Oriente, que enfrenta uma forte nevasca no meio do caminho, enquanto um passageiro com muitos inimigos é assassinado durante a madrugada. Cabe ao detetive descobrir o autor do crime, antes que ele escape ou faça mais uma vítima.

O suspense traz Kenneth Branagh (“Cinderela”), que também é diretor do longa, na pele de Poirot. O elenco conta também com Daisy Ridley (“Star Wars: O Despertar da Força”), Judi Dench (“O Lar das Crianças Peculiares”), Olivia Colman (da série “Broadchurch”), Willem Dafoe (“A Grande Muralha”), Michelle Pfeiffer (“Sombras da Noite”), Johnny Depp (“Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar”), Josh Gad (“A Bela e a Fera”), Penélope Cruz (“Zoolander 2”) e Leslie Odom Jr (da série “Law Order: Special Victims Unit”).

“Assassinato no Expresso do Oriente” estreia nos cinemas nacionais em 23 de novembro.