Uma história repleta de mistérios e desafios, rodada em cidades históricas de Minas, cenários de lendas sobre tesouros. Assim é O Segredo dos Diamantes, novo filme de Helvécio Ratton, que em aos cinemas em 18 de dezembro, em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

A trama do longa conta a saga do garoto Angelo que descobre uma antiga lenda sobre diamantes perdidos e parte em busca desse tesouro para salvar a vida do pai. Para isso, ele e seus amigos Júlia e Carlinhos terão que decifrar o enigma e vencer a perseguição do vilão Silvério, que também sabe do tesouro e não vai desistir até encontrá-lo.

Com produção de Simone Matos, o filme consumiu quatro anos de trabalho com mais de mil profissionais e investimento de cerca de R$ 4 milhões. O Segredo dos Diamantes é o oitavo longa-metragem de Ratton, que é referência quando o assunto são filmes para a garotada.

E esta nova aventura com cores locais e apelo universal tem todos os ingredientes para conquistar crianças e adultos. De cenas dramáticas a aventura, com direito a belas paisagens e arquitetura colonial mineira, além de efeitos visuais sofisticados, o filme chega para ocupar uma lacuna do cinema brasileiro que quase não tem opções do gênero.

A direção de fotografia do longa ficou a cargo de Lauro Escorel e a direção de arte é assinada por Adrian Cooper.  Eles transformaram em uma “máquina do tempo” a locação do filme, propondo um encontro entre o passado e o presente.

Para terminar de construir a atmosfera desta aventura, a equipe do estúdio D2R desenvolveu efeitos visuais complexos e, ao mesmo tempo, realistas. A maioria dos efeitos visuais desenvolvidos não será notada pelo olhar do espectador: inserção das telas de celular, telas de televisão, mudança da hora no relógio da igreja, um brilho especial nos diamantes.

Já a música, composta por André Baptista, segue a função clássica da música incidental para o cinema e foi composta a partir de motivos musicais originais e variações orquestrais em torno da canção tema do filme, criada especialmente por Samuel Rosa e interpretada pela banda mineira Skank.

Rodado nas cidades mineiras de Serro, Milho Verde, São Gonçalo, Guanhães, Moeda, Sabará e Belo Horizonte, O Segredo dos Diamantes tem produção da Quimera Filmes, coprodução da Teleimage e distribuição da Espaço Filmes.

A Agência Nacional do Cinema – ANCINE anunciou o lançamento de seis novas chamadas públicas do Programa Brasil de Todas as Telas, que disponibilizarão um total de R$ 162 milhões em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) para o apoio à produção de longas-metragens e conteúdo para as TVs públicas e para o desenvolvimento de projetos.

A grande novidade do pacote de investimentos é a Linha de Produção de Conteúdos Destinados às TVs Públicas, que investirá R$ 60 milhões na realização de obras audiovisuais independentes com o objetivo de qualificar a programação de 33 TVs educativas e culturais e de mais de 100 canais de TVs comunitárias e universitárias, de todo o país.

Com inscrições abertas a partir de 5 de janeiro, esta linha será operada por meio de parceria entre a ANCINE, a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), contando com o apoio da Associação Brasileira de Televisão Universitária (ABTU), Associação Brasileira de Canais Comunitários (ABCCOM) e Associação Brasileira de Emissoras Públicas Educativas e Culturais (ABEPEC). Os investimentos fomentarão a produção de 103 obras audiovisuais, o que corresponderá a 260 horas de programação inédita. Oficinas para formatação de projetos serão oferecidas em cada uma das regiões do país, com apoio de TVs educativas e culturais.

Também foram relançados cinco editais do Programa Brasil de Todas as Telas, que funcionam em regime de concurso público e oferecem apoio à produção de longas-metragens e ao desenvolvimento de projetos. Pelas novas edições das chamadas PRODECINE 01 e PRODECINE 05, R$ 50 milhões serão disponibilizados para apoio à produção de longas-metragens. Já nas chamadas PRODAV 03 (Núcleos Criativos), PRODAV 04 (Laboratórios de Desenvolvimento) e PRODAV 05 (Desenvolvimento de Projetos), os recursos, no total de R$ 47 milhões, serão aplicados na etapa de desenvolvimento de projetos de longas-metragens e de obras seriadas, seja por meio do estímulo à estruturação de núcleos criativos para a criação de uma carteira de projetos; do desenvolvimento de projetos com o suporte de laboratórios de capacitação; ou de investimento direto em projetos.

Também foi lançado o PRODAV 07/2014, edital que funciona nos moldes do antigo Programa ANCINE de Incentivo à Qualidade (PAQ), que passa a integrar as ações do Programa Brasil de Todas as Telas, utilizando recursos do FSA. A nova chamada, que recebe inscrições a partir de 5 de janeiro, é uma ação de fomento direto à produção audiovisual brasileira em razão da performance dos filmes em festivais nacionais e internacionais. O valor disponibilizado pelo edital é de R$ 5 milhões, que serão distribuídos igualitariamente entre as 10 obras de maior pontuação lançadas no circuito comercial em 2012.

Estão abertas as inscrições para dez oficinas gratuitas da Mostra de Cinema de Tiradentes. Nesta 18ª edição do evento, serão oferecidas 270 vagas em seis modalidades para adultos e quatro para crianças. O prazo de inscrição vai até 8 de janeiro pelo site www.mostratiradentes.com.br.

As oficinas serão realizadas em Tiradentes – MG como parte integrante da programação da mostra, que este ano será de 23 a 31 de janeiro.  É permitida apenas uma inscrição por pessoa. Se o número de inscrições por oficina ultrapassar o número de vagas oferecidas, a seleção será feita conforme critérios definidos pela comissão organizadora do evento.

Nesta edição, as oficinas voltadas ao público adulto são: “O Processo de Produção e Criação de um Longa Metragem”, “Realização em Curta Digital”, “Webséries – Criação e Desenvolvimento”, “Direção de Arte Audiovisual”, “O documentário na TV: novos conteúdos, novas formas”, “Animação Light Painting”.

Para as crianças, haverá “Cinema e Artes Plásticas”, “Stop Motion”, “Por trás da Câmera: o suspense no cinema” e “Mágicas e Técnicas de Animação”.

A partir da nova perspectiva surgida após a recente legislação regulamentada pela Ancine, que valoriza e garante a exibição de conteúdo nacional na televisão, a oficina “O Documentário na TV: Novos Conteúdos e Novas Formas” pretende trazer informações voltadas para esta mídia, levando-se em conta o diálogo com um público pouco familiarizado com esta forma de expressão. O instrutor é o cineasta e professor Joel Pizzini e serão ofertadas 35 vagas.

De olho no mercado e nas novas tecnologias, a mostra traz a oficina “Webséries – Criação e Desenvolvimento”, com o instrutor Guto Aeraphe, na tarde de sábado, dia 24 de janeiro, com 25 vagas.

Para as crianças, a professora Bete Bullara vai levar “Mágicas e Técnicas de Animação”, nos dias 29 e 30 de janeiro, das 9h30 às 12h30. Para crianças de 7 a 11 anos com objetivo de desenvolver a criatividade e a expressão audiovisual através dos aparelhos opticos  pré-cinematográficos que foram principio da animação.

Veja abaixo as oficinas oferecida pela mostra:

Público Adulto:

REALIZAÇÃO EM CURTA DIGITAL

Instrutor: Luiz Carlos Lacerda – RJ
Período: 24 a 30 de janeiro – sábado a sexta
Horário: 10h às 13h e 15h às 18h
Carga horária: 42 horas/aula
Número de Vagas: 35
Faixa etária: a partir de 18 anos

O PROCESSO DE PRODUÇÃO E CRIAÇÃO DE UM LONGAMETRAGEM

Instrutor: Guilherme Fiúza – MG
Período: 23 a 25 de janeiro – sexta a domingo
Horário: 14h30 às 18h30
Carga horária: 12 horas/aula
Número de Vagas: 30
Faixa etária: a partir de 18 anos

DIREÇÃO DE ARTE AUDIOVISUAL

Instrutora: Monica Palazzo – SP
Período: 24 e 25 de janeiro – sábado e domingo
Horário: 10h às 13h e 15h às 18h
Carga horária: 12 horas/aula
Número de Vagas: 20
Faixa etária: a partir de 18 anos

WEBSÉRIES – CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

Instrutor: Guto Aeraphe – MG
Período: 24 de janeiro – sábado
Horário: 14h às 18h
Carga horária: 4 horas/aula
Número de Vagas: 25
Faixa etária: a partir de 18 anos

O DOCUMENTÁRIO NA TV: NOVOS CONTEÚDOS NOVAS FORMAS

Instrutor: Joel Pizzini – RJ
Período: 27 a 30 de janeiro – terça a sexta
Horário: 14h às 18h
Carga horária: 16 horas/aula
Número de Vagas: 35
Faixa etária: a partir de 18 anos

ANIMAÇÃO LIGHT PAINTING

Instrutor: Fábio Yamaji – SP
Período: 27 a 28 de janeiro – terça a quinta
Horário: 10h 13h
Carga horária: 9 horas/aula
Número de Vagas: 20
Faixa etária: a partir de 18 anos

Público Infantil:

POR TRÁS DA CÂMERA: O SUSPENSE NO CINEMA

Instrutores: Anna Rosaura Trancoso e Claudio Keim Doreto – Cineduc – RJ
Período: 26 a 30 de janeiro – segunda a sexta
Horário: 13h às 18h
Carga horária: 25 horas/aula
Número de Vagas: 25
Faixa etária: de 14 a 18 anos

CINEMA E ARTES PLÁSTICAS

Instrutora: Daniella Penna – MG
Período: 26 a 30 de janeiro – segunda a sexta
Horário: 09h30 às 12h30
Carga horária: 15 horas/aula
Número de Vagas: 25
Faixa etária: de 10 a 14 anos

STOP MOTION

Instrutora: Renata Fernandes – MG
Período: 26 a 30 de janeiro – segunda a sexta
Horário: 14h às 18h
Carga horária: 20 horas/aula
Número de Vagas: 30
Faixa etária: de 11 a 15 anos

MÁGICAS E TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO

Instrutora: Bete Bullara – Cineduc – RJ
Período: 29 e 30 de janeiro – quinta e sexta
Horário: 09h30 às 12h30
Carga horária: 6 horas/aula
Número de Vagas: 25
Faixa etária: de 7 a 11 anos

O documentario “Cássia”, do carioca Paulo Henrique Fontenelli, ganhou o Troféu Aruanda de melhor filme pelo júri oficial e júri popular, mas o filme mais premiado da competição foi “Ausência”, do paulista Chico Teixeira, que ganhou o Prêmio da Crítica (Abraccine), melhor direção, ator (Matheus Fagundes) e roteiro (Chico Teixeira, com Marcelo Gomes e Caetano Gotardo).

A melhor atriz foi a carioca Cinthia Rosa, do grupo Nós do Morro, por seu trabalho em “Os Fins e os Meios”, de Murilo Salles. A melhor fotografia ficou com Breno Cesar, por “Pingo d’Água”, de Taciano Valério (PB). “A Luneta de Tempo” rendeu o prêmio de melhor trilha sonora a Alceu Valença. A melhor direção de arte coube ao filme brasiliense-paulista “O Outro Lado do Paraíso”, de André Ristum.

Dois curtas dividiram os principais prêmios da categoria: o paulista “Preto ou Branco!”, de Alisson Zago, e o paraibano “Ilha”, de Ismael Moura.

 

Por Maria do Rosário Caetano

A Universal Pictures divulgou um novo clipe dos adoráveis “Minions”, spin-off de animação ”Meu Malvado Favorito”, chegando a Nova York e prontos para aprontarem todas na grande cidade. Assista:

Na animação veremos o inicio dos tempos, onde os organismos unicelulares amarelo, Minions evoluem ao longo dos tempos, servindo o mais desprezível dos mestres. Que vão desde o T – Rex a Napoleão – mas os Minions, sem ninguem para servir, encontram-se em profunda depressão. Mas quando um Minion chamado Kevin tem um plano: ao lado do adolescente rebelde Stuart e do pequeno adorável Bob, ele decidi sair pelo mundo em uma aventura com o objetivo de encontrar um novo chefe malvado para seus irmãos tenham a quem servir novamente.

O contingent embarca em uma jornada emocionante onde encontrarão a primeira super-vilã do mundo, Scarlet Overkill (dublada por Sandra Bullock, de “Gravidade”). Viajam da fria Antártida a Nova York, e terminam em Londres, onde deverão enfrentar o maior de seus desafios: salvar todos os Minion da aniquilação.

Dirigido por Pierre Coffin (“Meu Malvado Favorito”) e Kyle Balda (“O Lorax”) e roteiro de Brian Lynch, “Minions” chega aos cinemas em 25 de junho de 2015.