Filmes com produções adiadas não possuem previsão de retorno, calendário de estreias de 2021 também pode sofrer mudanças

Ao redor do mundo, a pandemia de coronavírus (COVID-19) adiou lançamentos, interrompeu filmagens e paralisou produções que ainda iriam iniciar, deixando muitas equipes incertas sobre o futuro dos grandes lançamentos nos EUA. De acordo com a Variety, a maioria dos estúdios estão informando seus funcionários e representantes que não esperam que essas produções paralisadas voltem a prosseguir até meados de maio, em uma previsão mais otimista.

Anteriormente, quando a maioria das paralisações foi anunciada, os estúdios sugeriram que era possível que as pessoas voltassem ao trabalho em abril. No entanto, não se espera que a pandemia atinja seu ápice em grandes centros como Nova York até o final de abril. Os estúdios não poderão voltar ao trabalho até que os governos locais suspendam as proibições de reuniões com mais de 10 pessoas. A previsão é de que os primeiros filmes a retomarem as produções sejam os que estão sendo filmados nos EUA, já que as gravações no exterior apresentam muitos desafios, devido aos problemas causados pelo coronavírus.

Os estúdios não apenas precisarão focar em garantir a segurança de seus funcionários, como também terão que alinhar a agenda de atores, uma vez que muitos deveriam iniciar um novo projeto ao invés de estarem finalizando um trabalho adiado. A expectativa é de que atores mais requisitados, como Dwayne Johnson, consigam convencer os estúdios a alterarem as datas de início das futuras produções, para que os mesmo possam terminar de gravar os filmes paralisados. No entanto, atores em papéis menores, segundo especialistas, podem ter que desistir de seus trabalhos, obrigando estúdios a contratar atores substitutos.

A pandemia não deverá afetar somente os filmes programados para serem lançados em 2020. Produções como “Matrix 4”, “Missão: Impossível 7” e “The Batman” foram paralisadas, podendo afetar o calendário de lançamentos para 2021, dependendo do tempo que leve para estabilizar o propagação do coronavírus. A produção da Marvel “Shang-Chi e a Lenda dos 10 Anéis”, planejada para estrear em fevereiro de 2021, também foi paralisada, e oferece um desafio para o estúdio. Já as gravações de “Doutor Estranho no Multiverso da Loucura” seguem marcadas para iniciarem em junho, com a pré-produção acontecendo remotamente no momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *