“Cora Coralina, Todas as Vidas”

Primeiro longa-metragem sobre a poeta, e ganhador de “Melhor Filme” pelo Júri Popular e de “Melhor Edição de Som”, no Festival de Cinema de Brasília, o longa “Cora Coralina” participou também do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA 2015) e da 14ª Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP 2016). Além, de ter sido o grande escolhido para abrir o 43º Festival Sesc Melhores Filmes, o mais antigo festival de cinema da cidade de São Paulo. Livremente inspirado na obra “Cora Coralina – Raízes de Aninha”, de Clóvis Carvalho Britto e Rita Elisa Seda, com direção de Renato Barbieri, o filme tem no elenco atrizes consagradas como Walderez de Barros e Tereza Seiblitz, as talentosas Camila Márdila e Maju Souza, além das participações especiais de Beth Goulart e Zezé Mota.

“Cora Coralina, Todas as Vidas” é um longa-metragem docfic (formato híbrido), que narra, com a força da poesia de Cora, aspectos pouco conhecidos da vida de Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, a Cora Coralina, uma das maiores escritoras brasileiras de todos os tempos. Em emocionantes 75 minutos, o filme revela a trajetória de Cora Coralina, dos anos de infância até se casar e sair de Goiás; do largo tempo de 45 anos vividos em diferentes cidades no Estado de São Paulo; e de seu retorno à Cidade de Goiás, quando se revelou ao Brasil com a força de sua poesia. Todas as vidas de Cora Coralina em uma narrativa poética nas vozes, sentimentos e interpretações de seis gerações de grandes atrizes brasileiras. Uma polifonia das vozes de Cora que revela, em prosa, verso e imagens, seu imenso talento literário e conteúdo humano.

Com distribuição da Tucuman Filmes, o longa chega aos cinemas em 14 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *