Circuito Spcine tem 470 mil espectadores em 2017

O ano ainda não acabou, mas o circuito de salas da Spcine já alcançou a marca de 469.527 espectadores, contagem que começa em janeiro e vai até 5 de dezembro de 2017. Os números totais, desde a implantação do projeto, em março de 2016, apontam para um público de 754 mil. A partir desses dois dados oficiais, podemos projetar que, no ritmo de crescimento atual, o primeiro milhão de espectadores deverá ser batido no segundo trimestre de 2018.

Hoje, a operação é de 20 salas, localizadas nos Centros Educacionais Unificados (CEUs) e em espaços tradicionais alternativos, como o Cine Olido e o Centro Cultural São Paulo (CCSP), todos na capital paulista.

Dentre os dez filmes mais assistidos, “Minha Mãe é Uma Peça 2” é o único brasileiro da lista e aparece em nono lugar, com 13.071 espectadores. Ao compararmos com os dados mais recentes da Agência Nacional do Cinema (Ancine), que vão até 22 de novembro, veremos que a franquia estrelada por Paulo Gustavo também é o único longa-metragem nacional entre os mais assistidos do ano, em todo o Brasil, mas na oitava posição, com 5.211.897 ingressos vendidos.

Os campeões de público do Circuito Spcine são obras infanto-juvenis, animações ou de super-herói. Liderando a lista, aparece “A Bela e a Fera”, com 37.723 pessoas, seguido de “Os Smurfs e a Vila Perdida” (23.745), “A Cabana” (18.713), “Carros 3” (18.173), “Moana – m Mar de Aventuras” (17.473), “Rock Dog – No Faro do Sucesso” (16.949), “Homem-Aranha – De Volta ao Lar” (13.678), “A Bailarina” (13.525), e, na décima posição, “Piratas do Caribe – A Vingança de Salazar” (12.739).

Ao relacionarmos com o atual top 10 da Ancine, também encontramos “A Bela e a Fera”, só que na terceira posição geral; “Homem-Aranha – De Volta ao Lar” está em quinto lugar; “Moana – Um Mar de Aventuras”, em nono; e, “A Cabana”, em décimo. Ou seja, somando com o brasileiro, cinco entre os dez filmes mais vistos em 2017, em todo o país, também estão entre os mais assistidos nas salas do Circuito da Spcine.

Os dados oficiais paulistanos registram um total de 9.690 sessões, neste ano, e as cinco salas que mais lotaram foram: CEU Três Lagos (38.921 espectadores); CEU Parque Veredas (34.838); CEU Perus (33.090); CCSP Lima Barreto (30.606) e CFC Cidade Tiradentes (30.402).

Para janeiro de 2018, já está confirmada a estreia de “Thor – Ragnarok”, que deve ser exibido em 16 telas da rede, entre as dos CEUs e a do Centro Cultural Cidade Tiradentes. O filme também aparece no atual ranking da Ancine, em sétimo lugar.

 

Por Belisa Figueiró

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *