Fox Searchlight divulgou o novo trailer oficial de “Goodbye Christopher Robin” (“Adeus Christopher Robin”, em tradução livre), estrelado por Margot Robbie (“Esquadrão Suicida”) e Domhnall Gleeson (“Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força”).

O filme dá um raro vislumbre sobre o relacionamento entre o amado autor A. A. Milne e seu filho Christopher Robin, cujos brinquedos inspiraram o mundo mágico do Ursinho Pooh. Junto com sua mãe Daphne, e sua babá Olive, Christopher Robin e sua família são surpreendidos pelo sucesso internacional dos livros que levaram esperança e conforto para a Inglaterra pós-guerra.

O elenco conta também com o estreante Will Tilston, além de Kelly Macdonald (“T2 Trainspotting”) e Alex Lawther (“O Jogo da Imitação”). Simon Curtis (“A Dama Dourada”) dirigiu o roteiro de Frank Cottrell Boyce (“Uma Longa Viagem”).

“Goodbye Christopher Robin” estreia no dia 29 de setembro de 2017 no Reino Unido, mas ainda não possui data de estreia no Brasil.

O diretor sul-coreano Bong Joon-ho (“Expresso do Amanhã”), responsável pelo novo filme da Netflix, “Okja”, deixou claro que gostaria que seu filme fosse lançado nos cinemas. As informações são do THR.

“Meu diretor de fotografia e eu sempre pensamos que este filme ficaria ótimo na tela grande e, eu disse aos distribuidores e à Netflix, que eu quero que ele seja exibido nos cinemas do mundo todo, e também na Coreia”, disse Bong.

O filme estava programado para ser lançado nos cinemas da Coreia do Sul, mas foi boicotado pelas três maiores cadeias de cinema do país, que disseram não concordar que o filme seja lançado simultaneamente na Netflix.

“As redes de cinema querem um período de três semanas, entre a estreia nos cinemas e na Netflix, o que eu entendo porque isso é o natural. Por outro lado, a Netflix tem sua política de lançamento simultâneo, que eu também respeito”, finaliza a diretor.

O longa conta a história de Mija, uma jovem garota que vive na Coreia do Sul junto com seu grande animal e amigo chamado Okja, uma espécie diferente de tudo o que você já viu. Mija vai se arriscar e fazer de tudo para proteger seu animal quando uma empresa multinacional decide raptá-lo.

O elenco também conta com Paul Dano (“Um Cadáver para Sobreviver”), Giancarlo Esposito (“Mogli: O Menino Lobo”), Steven Yeun (da série “The Walking Dead”) e Lily Collins (“Rules Don’t Apply”).

“Okja” estreia na Netflix dia 28 de junho de 2017.

O diretor sul-coreano Bong Joon-ho (“Expresso do Amanhã”), responsável pelo novo filme da Netflix, “Okja”, deixou claro que gostaria que seu filme fosse lançado nos cinemas. As informações são do THR.

“Meu diretor de fotografia e eu sempre pensamos que este filme ficaria ótimo na tela grande e, eu disse aos distribuidores e à Netflix, que eu quero que ele seja exibido nos cinemas do mundo todo, e também na Coreia”, disse Bong.

O filme estava programado para ser lançado nos cinemas da Coreia do Sul, mas foi boicotado pelas três maiores cadeias de cinema do país, que disseram não concordar que o filme seja lançado simultaneamente na Netflix.

“As redes de cinema querem um período de três semanas, entre a estreia nos cinemas e na Netflix, o que eu entendo porque isso é o natural. Por outro lado, a Netflix tem sua política de lançamento simultâneo, que eu também respeito”, finaliza a diretor.

O longa conta a história de Mija, uma jovem garota que vive na Coreia do Sul junto com seu grande animal e amigo chamado Okja, uma espécie diferente de tudo o que você já viu. Mija vai se arriscar e fazer de tudo para proteger seu animal quando uma empresa multinacional decide raptá-lo.

O elenco também conta com Paul Dano (“Um Cadáver para Sobreviver”), Giancarlo Esposito (“Mogli: O Menino Lobo”), Steven Yeun (da série “The Walking Dead”) e Lily Collins (“Rules Don’t Apply”).

“Okja” estreia na Netflix dia 28 de junho de 2017.

Reunimos um timaço para prestar uma homenagem ao cineasta Richard Donner, o “pai” dos filmes de super-heróis. Ele foi responsável por “Superman” (1978), “Os Goonies” (1985) e “Máquina Mortífera” (1987). Só aí temos 3 ícones de várias gerações. Essa é mais uma edição da nossa série Biografia.

Por que o seu nome não é tão lembrado nas listas de grandes diretores, como Steven Spielberg, Martin Scorsese, John Hughes ou até Christopher Nolan? Apesar de nunca ter chamado os holofotes pra si, todo mundo que trabalhou com ele sempre falou bem da experiência nos sets. Qual o segredo do mestre?

|| PARTICIPANTES
Jurandir Filho, Thiago Siqueira, Raphael Santos e Rogério Montanare

|| PODCASTS RELACIONADOS
RapaduraCast 173 – Forever: Os Goonies
RapaduraCast 259 – Máquina Mortífera 1, 2, 3 e 4

|| VÍDEOS DO TRIBUTO AO DIRETOR [EM INGLÊS]
Tributo para Richard Donner – Riggs e Murtaugh
Tributo para Richard Donner – Geoff Johns (DC) e Kevin Feige (Marvel)
Tributo para Richard Donner – “Como eu me tornei diretor?”
Richard Donner fala sobre Superman

|| ASSINE O RAPADURACAST
iTunes: Tem iPhone/iPad/Mac? Adiciona aí!
Android/WindowsPhone: Esse link é o do feed/rss do sucesso!

|| NOSSOS CONTATOS
WhatsApp: (85) 999 335 662
Youtube: RapaduraTV
Instagram
@cinemacomrapadura
Twitter: @rapadura
Facebook/cinemacomrapadura

[ALTA QUALIDADE] Play NowPlay in Popup | Download

A Fox finalmente está começando a confirmar rumores, e a dar mais certezas sobre a produção de “X-Men: Fênix Negra”, o novo filme da franquia. De acordo com o Hollywood Reporter, os astros da mais recente trilogia, Jennifer Lawrence (“Passageiros”)Michael Fassbender (“Assassin’s Creed”), James McAvoy (Fragmentado”) e Nicholas Hoult (“Castelo de Areia”) estão confirmados para retornar, tendo seus contratos renovados com o estúdio.

Segundo o site, a atriz Jessica Chastain (“Perdido em Marte”) também está em negociações para interpretar Lilandra, do Império Shi’ar, que seria uma vilã na história. Na Saga da Fênix dos quadrinhos, esta raça possui uma grande participação na história, tentando impedir que os crescentes poderes de Jean Grey façam com que ela cause uma supernova.

“X-Men: Fênix Negra” conta com os retornos de Sophie Turner (da série “Game of Thrones”) como Jean Grey, Tye Sheridan como Ciclope, Alexandra Shipp (ambos de “X-Men: Apocalipse”) como a Tempestade e Kodi Smit-McPhee (“Oeste sem Lei”) como o Noturno.

Simon Kinberg (“X-Men: Apocalipse”), já um experiente produtor dentro da franquia, foi confirmado como o diretor (sendo sua estreia no cargo), além de ser também o roteirista do longa.

“X-Men: Fênix Negra” estreia em 2 de novembro de 2018.