Bohemian Rhapsody | Rami Malek rebate críticas de que filme ignora a sexualidade de Freddie Mercury

Desde que o primeiro trailer de “Bohemian Rhapsody” foi lançado, a 20th Century Fox vem recebendo queixas dos fãs de Freddie Mercury sobre o filme estar omitindo sua sexualidade e o fato do cantor ser soropositivo. Em entrevista à Attitude Magazine, o ator Rami Malek (da série “Mr. Robot”) diz que a controvérsia é desnecessária já que o filme trata das dificuldades íntimas de Mercury e não esconde sua sexualidade ou diagnóstico de AIDS.

“É uma vergonha que as pessoas estejam comentando isso depois de um teaser de um minuto onde a única coisa que você quer é ouvir a música. É difícil. Primeiramente, deixe-me dizer que eu não acho que o filme se envergonhe de sua sexualidade ou sua doença, que obviamente é AIDS. Não sei como se poderia evitar tudo isso, ou se alguém cogitaria essa possibilidade. É um pouco absurdo que estejam julgando isso por causa de um trailer de um minuto. Foi um importante momento para se ter no filme, que no final das contas é muito triste mas também empoderador de certa forma. Mostra a você quão resiliente o ser humano pode ser e o quanto nós somos dependentes da força de nossos amigos e família para superarmos momentos difíceis. Essa doença é ainda uma forte ameaça para muitas pessoas no mundo. É realidade para tantas pessoas que acho que seria uma pena não abordar isso”, disse o ator.

O segundo trailer divulgado pela Fox mostrou um pouco mais sobre a doença e sexualidade de Mercury.

“Bohemian Rhapsody” conta ainda com Ben Hardy (“X-Men: Apocalipse”) como o baterista Roger Taylor, Joseph Mazzello (“G. I. Joe – Retaliação”) como o baixista John Deacon, e Gwilym Lee (da série “Midsomer Murders”) como o guitarrista e vocalista Brian May. Aidan Gillen (da série “Game of Thrones”), Tom Hollander (“Uma Razão Para Viver”) e Mike Myers (“Bastardos Inglórios”) completam o elenco.

O roteiro é escrito por Anthony McCarten, indicado ao Oscar por “A Teoria de Tudo“. A direção está à cargo de Dexter Fletcher (“Voando Alto”), que substituiu Bryan Singer (da série “The Gifted”) depois que o diretor foi desligado do projeto. Entretanto, Singer também será creditado como diretor do filme.

“Bohemian Rhapsody” estreia no Brasil em 1° de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *