20150916-crimsonpeak_thumb-1424061463859_1280w-615x346

No novo featurette de “A Colina Escarlate”, apprehension vitoriano de Guillermo del Toro (“Círculo de Fogo”), diretor e elenco falam sobre a produção do filme e de que como ele homenageia filmes clássicos do fear do século 20. Mia Wasikowska (“Mapas para as Estrelas”), Tom Hiddleston (“Thor: O Mundo Sombrio”), Jessica Chastain (“Interestelar”) e Charlie Hunnam (“Círculo de Fogo”) estrelam o longa. Confira:

Veja novo trailer e cartaz de A Colina Escarlate, de Guillermo del Toro

“A Colina Escarlate” acompanha Edith Cushing (Wasikowska), uma jovem escritora que, após uma tragédia familiar, vê-se entre o amor por seu amigo de infância (Hunnam) e a tentação de um misterioso excêntrico (Hiddleston). Tentando escapar dos fantasmas de seu passado, ela encontra-se em uma casa que respira, sangra… e lembra.

Del Toro – que trabalha no projeto há anos e, além de dirigir, assina o roteiro ao lado de Lucinda Coxon (do inédito “A Garota Dinamarquesa”) e Matthew Robbins (“Não Tenha Medo do Escuro”). A estreia no Brasil acontece no dia 15 de outubro.

A Universal Pictures divulgou as primeiras cenas e diversas novas imagens oficiais de “Jem e as Hologramas”, adaptação live-action do desenho que foi sucesso na televisão norte-americana entre 1985 e 1988 e que, no Brasil, foi exibido na década de 90. Confira:

Jem and a Holograms

Jem and a Holograms

(L to R) Jem (AUBREY PEEPLES) gets recommendation from Erica Raymond (JULIETTE LEWIS) in ?Jem and a Holograms?. As a parochial lady catapults from subterraneous video prodigy to tellurian superstar, she and her 3 sisters start a one-in-a-million tour of finding that some talents are too special to keep hidden.

Jem and a Holograms

Jem and a Holograms

AURORA PERRINEAU as Shana in ?Jem and a Holograms?. As a parochial lady catapults from subterraneous video prodigy to tellurian superstar, she and her 3 sisters start a one-in-a-million tour of finding that some talents are too special to keep hidden.

STEFANIE SCOTT as Kimber in ?Jem and a Holograms?. As a parochial lady catapults from subterraneous video prodigy to tellurian superstar, she and her 3 sisters start a one-in-a-million tour of finding that some talents are too special to keep hidden.

Jem and a Holograms

Jem and a Holograms

Jem and a Holograms

Confira o trailer e os bastidores de Jem e as Hologramas

O filme leva para os cinemas a jornada low-pitched de Jem e suas três irmãs no grupo “As Hologramas”. As quatro aspirantes a cantora tornam-se uma febre mundial quando descobrem que a chave de seus destinos é encontrar o tom de suas próprias vozes. Aubrey Peeples será a protagonista Jem; Stefanie Scott será Kimber, a irmã de Jem; Aurora Perrineau (da série “Pretty Little Liars”) interpreta Shana; Hayley Kiyoko vive Aja.

Jon M. Chu (“G.I. Joe: Retaliação”) dirige a partir do roteiro assinado por Ryan Landels (da série “The LXD”). Completam o elenco Molly Ringwald (“Desejo e Esperança”), Juliette Lewis (“Álbum de Família”) e Nathan Moore (“Bad Night”).

“Jem e as Hologramas” estreia nos EUA no dia 23 de outubro. Ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

As inscrições para a 10ª edição do CineFest Votorantim, que acontece de 15 a 27 de fevereiro do ano que vem, já estão abertas através do site www.cinefestvotorantim.com.br, para curtas-metragens de todo Brasil, até dia 20 de novembro, conforme regulamento que consta no portal de inscrição.

Os filmes selecionados para as mostras competitivas – mostra nacional, regional e ambiental – serão avaliados pelo júri especializado que conta com a participação de Paulo Aranha, Ricardo Camargo, Thais Emília, Cássio Starling, Itamar Borges e Nelson Toledo. Os filmes vencedores nas categorias de melhor curta nacional, regional, ambiental e júri popular serão anunciados na noite de encerramento e premiados no valor de R$ 3 mil. E, como novidade nessa 10º edição, as obras que não forem selecionadas para disputa dos prêmios ainda poderão participar das mostras paralelas que serão exibidas nos bairros de Votorantim.

Cada filme integrante das mostras competitivas que não for da região de Sorocaba terá a oportunidade de trazer um realizador para prestigiar o evento pessoalmente com todas as despesas de viagem pagas pelo festival.

A programação da décima edição será composta por: Mostra Pindorama (exibição competitiva de curtas-metragens nacionais); Mostra Cachoeira (exibição competitiva de curtas-metragens regionais); Mostra Raízes (exibição competitiva de curtas-metragens com tema ambiental); Mostra Paralela (exibição de curtas-metragens nos bairros de Votorantim); Mostra Inclusiva (exibição audiovisual com áudio e vídeo descrição); Mostra Um Minuto (exibição de vinhetas criadas por alunos do Núcleo de Audiovisual da Secretaria de Cultura de Votorantim); Fórum (“Produzindo Cinema no Interior”); Debates (conversa entre realizadores e público em geral); Oficinas e Workshops (“Animação”, “Interpretação para cinema” e “Rodando um Curta”).

Celebrando 25 anos de história, o Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – Curta Cinema, que acontece de 4 a 11 de novembro, além de exibir filmes que foram destaques nos festivais de Cannes, Veneza e Locarno, promove atividades paralelas, como o Laboratório de Projetos de Curta-Metragem, o Workshop de Direção, além de debates. Esse ano, um dos debates refletirá sobre o diálogo entre sexualidade, gênero e artes audiovisuais enquanto o olhar estrangeiro do cineasta que transita entre o campo etnográfico e o cinema será o tema do segundo debate.

O tradicional Laboratório de Projetos de Curta-Metragem acontece nos dias 5, 6 e 7 de novembro, no Centro Cultural da Justiça Federal. Iniciado em 1998, sob o formato de um workshop de roteiro, o Laboratório tem hoje o objetivo de proporcionar a novos realizadores a oportunidade de aprimorar seus projetos com a ajuda de profissionais de destaque no cenário cinematográfico brasileiro. O laboratório chega à sua 17ª edição tendo em sua banca Andrea Capella, Eduardo Morotó e Flavia Candida. Dos 12 projetos selecionados para participar da atividade, dois serão premiados no final do processo – um especialmente voltado para curtas filmados no Estado do Rio de Janeiro e outro que abrange o território nacional. A premiação consiste em serviços cinematográficos cedidos pelas empresas apoiadoras do festival que viabilizam a realização do curta-metragem. No dia 8 de novembro, às 14h, os projetos serão apresentados em uma sessão de pitching seguida por um workshop conduzido pela Carcará Filmes. Ambas atividades são abertas ao público e serão realizadas na sala de cursos. Para participar do laboratório é necessário inscrever o projeto através do site do festival, http://curtacinema.com.br, até a meia-noite do dia 25 de outubro.

Já a 15ª edição do Workshop de Direção do Curta Cinema é coordenado pelo diretor Allan Ribeiro, que por sua extensa carreira no formato curta-metragem é homenageado pelo festival com uma retrospectiva que exibirá todos os seus curtas, entre eles, “O Brilho dos meus Olhos” (2006), “Ensaio de Cinema” (2009), “A Dama do Peixoto” (2011) e “O Clube” (2014). “Esse Amor que nos Consome”, seu primeiro longa, fez parte da programação oficial de festivais renomados, angariando os prêmios de Melhor Montagem e Melhor Direção de Arte no 45º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro; Melhor filme (júri jovem) no 7º Panorama Internacional Coisa de Cinema de Salvador e Melhor Longa-Metragem no 19ºFestival Vitória Cine Vídeo. Após filmar seu segundo longa, “Mais do que Eu Possa me Reconhecer” (2015), em fase de lançamento, o diretor se dedica à finalização da websérie “Noturnas”. O workshop será realizado nos dias 7 e 8 de novembro. Esta a atividade é especialmente voltada para estudantes e jovens profissionais da área audiovisual, que devem realizar inscrição prévia no site do festival até às 18h do dia 4 de novembro.

O Curta Cinema realiza também, pelo oitavo ano consecutivo, o Júri Jovem. Proposta pioneira em um festival brasileiro, foi inspirada na experiência de sucesso do renomado Festival de Curtas de Clermont-Ferrand. Por meio de um processo de seleção aberto a estudantes do ensino médio, serão selecionados dez jovens para compor o júri. Além de receberem tratamento de honra, os jovens jurados serão responsáveis por conceder a premiação de Melhor Filme Nacional e Internacional segundo seus próprios critérios. As inscrições já estão abertas pelo site http://curtacinema.com.br/paralelas/jurijovem, até o dia 26 de outubro.

A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), divulgaram a Ata de Reunião de Análise de Recursos e a Lista Definitiva dos projetos aprovados para a fase de Defesa Oral da Chamada Pública PRODECINE 01/2014 do Programa Brasil de Todas as Telas. O edital investe em projetos de longas-metragens de ficção, animação ou documentário destinados às salas de cinema. A ata traz o resultado do julgamento e os motivos para o provimento ou não dos recursos apresentados pelos proponentes.

Após a avaliação dos recursos, um total de 50 projetos passa agora à fase de defesa oral, quando os proponentes terão a oportunidade de defender e apresentar presencialmente os seus projetos aos membros do Comitê de Investimento do FSA. O documento de convocação, que pode ser consultado aqui, apresenta as datas e horários programados para a defesa de cada um dos projetos. As apresentações foram marcadas para entre os dias 21 e 27 de outubro. A defesa oral dos projetos será realizada no BNDES, Prédio Ventura, Torre Oeste, na Av. República do Chile, 330, sala 909 – Centro – Rio de Janeiro.

Os responsáveis dos projetos convocados para defesa oral devem enviar até sexta-feira, 16 de outubro, para o e-mail fsa.brde@brde.com.br, até três nomes de representantes que irão apresentar a defesa e, se for o caso, os nomes de outros convidados para terem acesso ao prédio no dia marcado.

Os proponentes também precisam enviar, até cinco dias antes da data marcada para defesa oral de seu projeto, por upload no Sistema em “Documentos de Atualização”, os documentos previstos na convocação.

No dia marcado para a defesa oral, os representantes devem estar presentes no local 15 minutos antes do horário determinado, portando originais e cópias dos documentos requisitados. As apresentações podem ser feitas por até três representantes e deverão ter duração total de 25 minutos – dez minutos para a apresentação do projeto e 15 minutos para respostas a perguntas da banca examinadora.