Joss Whedon (“Vingadores: A Era de Ultron”) deixou os filmes da Marvel para trás para poder dirigir “Batgirl”, um filme do Universo Estendido da DC. Whedon irá dirigir, roteirizar e produzir o longa, que é o segundo a ser estrelado por uma super-heroína, depois de “Mulher-Maravilha”, ainda por estrear. Segundo o Collider, Whedon falou sobre como abordar a difícil missão de escolher uma atriz para vestir o traje de Batgirl:

“Eu duvido que vá a ser um nome grande. Acho que este é o caso onde você encontra a Batgirl e aí você a escolhe. Digo, eu não sou contra estrelas do cinema, elas são ótimas, mas você precisa de alguém que seja simplesmente certo e, em uma situação assim, o nome carrega muito peso então não é tão crítico. Definitivamente Vin Diesel.”

Whedon afirmou  que o filme terá uma versão bem mais jovem que a Batgirl dos quadrinhos. O roteiro irá se basear nos quadrinhos dos Novos 52, onde Bárbara Gordon, filha do Comissário Gordon, assume o manto da heroína.

O longa ainda não começou as suas filmagens, estando em fase de pré-produção.

O ator Chadwick Boseman (“Capitão América: Guerra Civil”) publicou uma foto em seu perfil no Twitter indicando o fim das filmagens de “Pantera Negra“. Confira abaixo:

“Nós conseguimos, nós conseguimos”.

Na foto estão presentes as atrizes Lupita Nyong’o (“Mogli – O Menino Lobo”) e Sydelle Noel (“Refém”), o diretor Ryan Coogler (“Creed: Nascido Para Lutar”), além do próprio Boseman. Noel, inclusive, compartilhou a publicação, comentando que eles “conseguiram e fizeram história”.

O grandioso elenco do filme conta ainda com Michael B. Jordan (“Creed: Nascido Para Lutar”), Forest Whitaker (“A Chegada”), Andy Serkis (“Planeta dos Macacos: O Confronto”), Angela Bassett (“Invasão a Londres”), Martin Freeman (“O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos”), Sterling K. Brown (“This Is Us”) e Daniel Kaluuya (“Sicario: Terra de Ninguém”).

“Pantera Negra” tem estreia prevista para 15 de fevereiro de 2018.

O novo concurso do Festival do Minuto tem como tema Trajetos UrbanosA ideia é promover uma discussão sobre mobilidade urbana, utilizando o mapa das cidades como cenário principal. Quais são os trajetos possíveis dentro da cidade? O caminho do dia a dia é sempre pelas mesmas ruas e bairros? Qual transporte é priorizado – bicicleta, ônibus, metrô ou carro? Qual o período do trajeto?

Para participar, basta criar um vídeo de animação com até um minuto, mostrando caminhos corriqueiros ou novos percursos utilizados no dia a dia. Os melhores trabalhos selecionados pela curadoria do festival serão premiados com o Troféu Minuto. As inscrições já estão abertas e poderão ser feitas pelo site www.festivaldominuto.com.br, até o dia 31 de julho.

Primeira série de ficção do Tocantins, a produção “O Boneco de Barro e o Rei” iniciou as gravações neste mês. Roteirizada e dirigida pelo ator tocantinense Nival Correia, a obra conta com um elenco de cerca de 40 atores, todos artistas regionais. Com 26 episódios de 13 minutos cada, a série infanto-juvenil será rodada nos estúdios da BR153 e Alento, chácaras do entorno de Palmas e no Parque Estadual do Jalapão, em Tocantins.

A produção da Spatium Arte e Cultura será distribuída nos 215 canais da EBC – Empresa Brasileira de Comunicação, por meio da Chamada Pública da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas (Chamada Pública BRDE/FSA PRODAV).

Na saga, o artesão viúvo Mestre Toá molda um boneco com argila e lágrimas e foge de sua província. Nos primeiros raios do sol, o Boneco de Barro cria vida e sai numa jornada buscando algumas respostas – Por que não sou como as outras pessoas? Por que me tratam com tanta indiferença? O Boneco encontra nas províncias do Reino, vários personagens que também precisam de respostas.

A série tem um enredo baseado no folclore e tradições brasileiras e é inspirado no romance “As Aventuras de Pinóquio” (1883). De acordo com o diretor, Nival Correia, trata-se de uma saga de interior, uma fábula social e contemporânea, escrita a partir das memórias de sua infância com o cordel.

A equipe de direção, técnica e produção da série conta com renomados profissionais na área do audiovisual no país, como os assistentes de direção Von Gabriel e Nara Marinho, a diretora de arte Raiza Antunes, o cenógrafo/cenotécnico Thiago Ferreira, o produtor executivo Emerson Rodrigues, a figurinista Isadora Robas e a maquiadora Rosana Antunes, dentre outros nomes de uma equipe de mais de 40 pessoas, que conta também com profissionais da produção local, como o diretor de fotografia, Márcio Mazaron.

A equipe total do projeto é composta por cerca de 80 profissionais e foram priorizados artistas das quadrilhas juninas de Palmas, como artesões, coreógrafos e dançarinos.

Além da Chamada Pública BRDE/FSA PRODAV 08/2015, o projeto tem apoio da Superintendência Municipal de Igualdade Racial e da BR153 Imagens.

Chegando ao seu emblemático aniversário de 45 anos, o Festival de Cinema de Gramado abriu as inscrições para suas mostras competitivas de longas brasileiros e estrangeiros e curtas brasileiros. O prazo final para submeter as produções é 21 de maio, e as inscrições poderão ser feitas no site www.festivaldegramado.net, onde também estará disponível o regulamento do evento. Além do famoso Kikito, serão distribuídos R$ 280 mil entre os vencedores das mostras competitivas.

Tradicional incentivo e reconhecimento ao melhor da mais recente safra do cinema gaúcho, o Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema – Mostra Gaúcha de Curtas, promovido em conjunto com a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, receberá inscrições posteriormente, ainda em maio. A 45ª edição do Festival de Cinema de Gramado acontecerá de 18 a 26 de agosto.