Uma semana após ter sua primeira imagem oficial divulgada, o produtor David Heyman deu mais detalhe sobre como “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindewald” será diferente de seu antecessor. Em entrevista a Enterteinment Weekly, Heyman explicou que a sequência terá uma sensação de thriller:

“Nós entramos mais fundo no mundo mágico de Rowling: estamos em Paris, Londres e Nova York. O mundo está se expandindo. Como você pode ver pela imagem, estamos seguindo alguns personagens. O novo filme tem um sentimento bem diferente do que sentido no primeiro. Tem um aspecto de thriller. E também é uma história sobre amor e paixão em todas as suas formas – paternal, romântica e política. É uma obra vibrante e uma aventura muito divertida. Nós pegamos tudo que aprendemos do primeiro e expandimos para criar um filme mais rico, profundo e eletrizante.” 

[PODCAST] RapaduraCast 487 – Animais Fantásticos e Onde Habitam
[CRÍTICA] Animais Fantásticos e Onde Habitam (2016): J.K. Rowling acerta em cheio

Heyman acrescentou que a direção de David Yates (responsável pelos filmes da franquia desde “Harry Potter e a Ordem da Fênix”) está mais dinâmica e contemporânea. Segundo ele, “a câmera está mais viva e muito mais imersiva“.

No final do primeiro filme, o poderoso bruxo das sombras Gellert Grindelwald (Johnny Depp, de “Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar”) foi capturado pela MACUSA (Congresso Mágico dos Estados Unidos da América) com a ajuda de Newt Scamander (Eddie Redmayne, de “A Garota Dinamarquesa”). Mas, cumprindo sua ameaça, Grindelwald escapa da custódia e prepara-se para reunir seguidores a fim de criar bruxos de sangue puro e dominar todos os seres não-mágicos. Em um esforço para frustrar os planos de Grindelwald, Alvo Dumbledore recruta seu ex-aluno Newt. Mas essa missão também testará a lealdade deles à medida que enfrentam novos perigos em um mundo mágico cada vez mais perigoso e dividido.

Além de Redmayne e Depp, a sequência conta com os retornos de Katherine Waterston (“Alien: Covenant”) como Tina Goldstein, Alison Sudol (da série “Dig”) como Queenie, Dan Fogler (“Marcas da Possessão”) como Jacob Kowalski e Ezra Miller (“Liga da Justiça “) como Credence. A sequência também conta com o acréscimo de Callum Turner (“Assassin’s Creed”)  como o irmão de Newt, Teseu; Claudia Kim (“A Torre Negra“) como uma Maledictus, alguém com uma maldição no sangue que eventualmente se transformará em uma fera; Zoë Kravitz (“A Noite é Delas“) como Leta Lestrange e Jude Law (“Rei Arthur: A Lenda da Espada”) como o jovem professor Alvo Dumbledore. O texto da sequência será novamente assinado pela escritora J.K. Rowling, que fez sua estreia como roteirista no primeiro “Animais Fantásticos”.

“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” chega aos cinemas brasileiros em 15 de novembro de 2018.

Pela primeira vez desde que deixaram a direção de “Solo: A Star Wars Story”, em junho, os diretores Phil Lord e Chris Miller (“Uma Aventura LEGO”) comentaram a saída deles do projeto. A dupla foi substituída por Ron Howard (“Inferno”), que comandou as refilmagens do longa e a gravação de cenas extras.

A questão foi abordada durante a apresentação do painel da série animada produzida pelos dois, “Clone High”, que aconteceu no Vulture Festival em Los Angeles. Phil Lord comparou a saída deles do projeto ao fim de um relacionamento (via Collider):

“A experiência de filmar este filme foi maravilhosa. Nós tivemos uma incrível equipe de atores e colaboradores. Acho que, em termos de sairmos do projeto, penso que todos os envolvidos tinham boas intenções, e a nossa visão de como fazer o filme era diferente da deles [a Lucasfilm]. A lacuna entre essas visões provou ser muito grande. Às vezes, as pessoas terminam e isso é muito triste e desapontador, mas acontece e nós aprendemos muito com nossos colaboradores e nos tornamos cineastas melhores por causa disso.”

Chris Miller acrescentou, em tom bem-humorado, que a dupla está se saindo muito bem com o fim desta relação, destacando que eles “estão muito bêbedos agora”. Mas reforçou que a dupla teve um bom relacionamento com os membros da equipe envolvida na produção e que “estão torcendo por eles”.

Atualmente, Phil Lord e Chris Miller estão envolvidos em diversos projetos. Além da sequência de “Uma Aventura LEGO”, eles também trabalham no roteiro de uma animação focada no Homem-Aranha de Miles Morales, produzida pela Sony e, em setembro, foram anunciados como os diretores de “Artemis”, produção que irá adaptar o novo livro do autor Andy Weir, que também escreveu “Perdido em Marte”.

Foram divulgados dois novos spots de “Star Wars: Os Últimos Jedi“, focados nos personagens Finn (John Boyega, de “O Círculo”) e Rey (Daisy Ridley, de “Assassinato no Expresso do Oriente”), que apresentam cenas inéditas do longa. Veja:

No início desta semana, foram divulgadas diversas novas imagens da produção. Além de Ridley e Boyega, o elenco do longa ainda conta com Oscar Isaac (“A Promessa”), Adam Driver (“Logan Lucky – Roubo em Família”), Mark Hamill (“Kingsman – Serviço Secreto”) e Carrie Fisher (“Star Wars: O Despertar da Força”), que terminou suas gravações antes do seu falecimento. A franquia também conta com as ilustres adições de Laura Dern (“Livre”) e Benicio Del Toro (“Sicario – Terra de Ninguém”), e com a novata Kelly Marie Tran.

Com direção de Rian Johnson (“Looper: Assassinos do Futuro”),“Star Wars: Os Últimos Jedi” estreia no Brasil no dia 14 de dezembro.

O casamento entre a Fox e as adaptações das obras de Agatha Christie vai continuar. Segundo o The Hollywood Reporter, o estúdio já está produzindo “Morte no Nilo”, a sequência de “Assassinato no Expresso Oriente”.

Michael Green, que escreveu o roteiro de “Assassinato”, irá roteirizar a sequência. Apesar de um acordo oficial ainda não ter sido anunciado, a expectativa é de que o diretor e ator Kenneth Branagh (“Dunkirk”) retorne para comandar a continuação e reprisar o papel do inspetor belga Hercule Poirot.

Publicado em 1937, “Morte no Nilo” acompanha o inspetor Poirot em suas férias no Egito. Ele se depara com um caso envolvendo  um triângulo amoroso que resulta em um assassinato. Já em “Assassinato no Expresso Oriente”, a trama acompanha detetive que está na Turquia quando recebe um telegrama pedindo que volte imediatamente para Londres. Ele então embarca no Expresso Oriente, que enfrenta uma forte nevasca no meio do caminho, enquanto um passageiro com muitos inimigos é assassinado durante a madrugada. Cabe ao detetive descobrir o autor do crime, antes que ele escape ou faça mais uma vítima.

Além de Branagh, o elenco conta também com Daisy Ridley (“Star Wars: O Despertar da Força”), Jude Dench (“O Lar das Crianças Peculiares”), Olivia Colman (da série “Broadchurch”), Willem Dafoe (“A Grande Muralha”), Michelle Pfeiffer (“Sombras da Noite”), Johnny Depp (“Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar”), Josh Gad (“A Bela e a Fera”), Penélope Cruz (“Zoolander 2”) e Leslie Odom Jr (da série “Law Order: Special Victims Unit”).

“Assassinato no Expresso do Oriente” estreia nos cinemas nacionais em 30 de novembro.