A Fundação Piratini lançou edital para a produção de cinco séries de televisão para diversas faixas etárias de público em cinco categorias: infantil, turismo, cultura criativa, ficção para adultos e ficção para adolescentes. As propostas devem ser enviadas até o dia 8 de janeiro.

O valor total disponível para este chamamento público é de cerca de R$ 3,9 milhões, em recursos provenientes do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), e mais cerca de R$ 301 mil provenientes da Fundação Piratini para licenciamento das obras na TVE. O edital contempla apenas produtoras sediadas no Rio Grande do Sul.

A realização dos produtos audiovisuais será por meio do FSA e fazem parte de um pacote de investimentos que totalizam R$ 41 milhões e serão utilizados para a realização de 88 projetos de filmes e séries de TV em todo o Brasil. A operação faz parte do programa do governo federal Brasil de Todas as Telas, que utiliza recursos do FSA para incentivar o desenvolvimento de toda a cadeia do audiovisual brasileiro.

Os temas para as séries na TVE, que irá adquirir com exclusividade o licenciamento para a primeira exibição deste conteúdo, são os seguintes:

Faixa infantil: Obra seriada de ficção entre 16 e 26 episódios com duração entre 10 e 15 minutos, utilizando técnicas de animação em pelo menos 50% do seu conteúdo, para a faixa etária até 10 anos. Valor máximo para produção da obra pelo FSA: R$ 650 mil.

Faixa Série Doc Turismo: Obra seriada de documentário entre 26 e 36 episódios com duração de 26 minutos. Classificação indicativa livre. Valor máximo para produção da obra pelo FSA: R$ 800 mil.

Faixa Série Doc Cultura Criativa: Obra seriada de documentário entre 26 e 36 episódios com duração de 26 minutos. Classificação indicativa livre. Valor máximo para produção da obra pelo FSA: R$ 800 mil.

Faixa Série Ficção para Adolescentes: Obra seriada de ficção com tema livre, entre 12 e 16 episódios com duração de 26 minutos, na faixa etária entre os 12 aos 16 anos. Valor máximo para produção da obra pelo FSA: R$ 672 mil.

Faixa Série Ficção para Adultos: Obra seriada de ficção com tema livre, entre 16 e 24 episódios com duração de 26 minutos, na faixa etária a partir dos 16 anos. Valor máximo para produção da obra pelo FSA: R$ 1.008.000,00.

Confira o edital completo aqui.

Hayao Miyazaki (fundador do Studio Ghibli), Katsuhiro Otomo (“Akira”) e Satoshi Kon (“Paprika”), três dos realizadores mais influentes do cinema de animação japonês, serão tema da mostra “O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon” (MOK), que ocupa a Caixa Cultural São Paulo entre os dias 11 e 23 de dezembro. O evento exibirá 18 longas-metragens dos diretores, além de promover atividades gratuitas, como oficina de mangá, curso e debate.

A animação japonesa, internacionalmente conhecida como anime (termo que, no Japão, é usado para designar qualquer animação, independente do país), transformou-se ao longo das últimas décadas em uma indústria pujante, em especial a partir das séries produzidas para a televisão. Para alguns artistas, no entanto, a produção em massa desses trabalhos limitou a exploração de temas mais profundos e poéticos, impulsionando-os a buscar novas abordagens temáticas e estéticas no cinema. Entre os principais expoentes dessa corrente estão Hayao Miyazaki, Katsuhiro Otomo e Satoshi Kon.

Fundador do Studio Ghibli, Miyazaki pode ser considerado como o ponto de partida da mostra que chega a São Paulo após passar pelo Rio de Janeiro, Salvador e Recife, onde a programação acontece até o dia 14 de dezembro. O artista é autor de alguns dos filmes mais importantes da cinematografia de animação japonesa e mundial, como “Meu Vizinho Totoro” (1988), o ganhador do Oscar “A Viagem de Chihiro” (2001), “O Castelo Animado (2004)” e o recente “Vidas ao Vento”, lançado este ano no Brasil, e anunciado como sua despedida do cinema.

O trabalho inovador (e inspirador) de Miyazaki abriu caminho para que outros artistas imprimissem traços mais autorais aos seus trabalhos. É o caso de Katsuhiro Otomo e seu icônico “Akira” (1988) e Satoshi Kon com os impactantes “Paprika” (2006) e “Atriz Milenar” (2001). Esse viés autoral da cinematografia de animação nipônica será o grande destaque da MOK.

Entre as atividades da mostra, a oficina de mangá, histórias em quadrinhos produzidas no Japão, ministrada por Fábio Shin, é um dos destaques. Nela, os alunos entrarão em contato com noções básicas sobre a narrativa no estilo nipônico, abordando os aspectos estéticos dos três diretores em destaque na mostra, além de produzirem seus próprios mangás. A duração total é de três dias e, ao todo, serão oferecidas 30 vagas. Para participar, é necessário se inscrever no site www.nuage.art.br/mok.

A arte e a influência de um dos criadores do Studio Ghibli serão abordadas no curso ministrado por Jansen Raveira, um dos curadores da mostra, e Janete Oliveira. Serão abordados quatro tópicos: “Cultura japonesa e mitologia na obra de Miyazaki”; “Miyazaki e suas metáforas”; “O Studio Ghibli e a indústria do anime”; e “Um velho mundo idealizado”. A duração das atividades é de quatro dias e serão disponibilizadas 80 vagas. As inscrições também devem ser feitas no site www.nuage.art.br/mok.

 

Mostra O Universo de Miyazaki | Otomo | Kon
Data: 11 a 23 de dezembro
Local: Caixa Belas Artes – Rua da Consolação, 2423 – Consolação – São Paulo (SP) – (11) 2894-5781
Funcionamento: de segunda-feira a domingo, das 13h30 às 23h30
Entrada: R$10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)
Vantagens para clientes da Caixa: 50% de desconto na compra do ingresso com cartão de débito da Caixa
Capacidade: 141 lugares

Curso O Universo de Hayao Miyazaki
Data:
11 a 14 de dezembro
Horários:
14h
Capacidade:
80 vagas
Local:
Caixa Belas Artes – Sala Aleijadinho
Entrada:
franca para os selecionados, as inscrições devem ser feitas no site do evento: http://nuage.art.br/mok

Oficina Desenho de Mangá
Data: 12 a 14 de dezembro
Horários: 14h
Capacidade: 30 vagas
Local: Caixa Cultural São Paulo
Entrada: franca para os selecionados, as inscrições devem ser feitas no site do evento: http://nuage.art.br/mok

Debate “Miyazaki, Otomo, Kon – Clássicos ou Transgressores?”
Data:
11 de dezembro
Horários:
18h30
Capacidade:
141 lugares
Local:
Caixa Belas Artes – Sala Aleijadinho
Entrada:
franca (as senhas serão distribuídas a partir das 13h30 do dia do debate)

Em destaque devido ao seu próximo lançamento, “Vício Inerente”, o ator Josh Brolin (“Oldboy”) comentou também sobre o processo de escolha e desenvolvimento de seu personagem do Universo Marvel dos cinemas, o vilão Thanos. Confira o que ele comentou sobre a escolha:

“É  diferente, simplesmente diferente. Não tenho uma coisa tipo: ‘eu só fazer pequenos filmes de arte’ ou ‘eu faço isto’. Acabo de ler uma história e vai: ‘WOW . Isso é legal’. Não é: ‘Eu quero entrar nesse gênero’. Assim, Thanos acabou surgindo… e tive um bom amigo, Louis D’Esposito, que agora é o co-presidente da Marvel, e ele e eu costumávamos treinar juntos. Fizemos juntos o ‘Hollow Man’. Ele me ligou e começou a falar sobre essa coisa. Foi bom porque eu pude intimamente conversar com ele sobre isso, o que eu gostei bastante e sobre idéias de que não tinha gostado. Mas eu amo a idéia de Thanos.”

O ator ainda complementou sobre seu personagem em relação ao universo criado e o processo de filmagem:

“No final é Thanos contra todos. Então por que você não faria isso? Estava mais nervoso em fazer isso do que estive em muito tempo. Estava na frente de 32 pequenas câmeras e borrifaram meu rosto com tinta iridescente. Era muito empolgante, as possibilidades do que aquilo poderia se tornar”.

Ainda não foi confirmado se o vilão fará uma ponta no próximo filme dos Vingadores, “Os Vingadores: A Era de Ultron”, antes de se tornar o centro das atenções nos dois filmes “Os Vingadores: Guerra Infinita Parte 1Parte 2″.

Em “Os Vingadores: A Era de Ultron”, Tony Stark tenta alavancar um programa voltado a manter a paz, mas as coisas dão errado e os super-heróis mais poderosos da Terra, incluindo o Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk, a Viúva Negra e o Gavião Arqueiro, enfrentam seu teste definitivo quando o destino do planeta está em jogo. Quando o vilanesco Ultron surge, depende dos Vingadores impedi-lo de concluir seus terríveis planos e, logo, alianças frágeis e ações inesperadas abrem caminho para uma épica e única aventura global.

Escrito e dirigido por Joss Whedon e produzido por Kevin Feige, o elenco de “Os Vingadores: A Era de Ultron” traz Robert Downey Jr.(“O Juiz”), Chris Evans (“Capitão América”), Chris Hemsworth (“Thor”), Mark Ruffalo (“Truque de Mestre”), Scarlett Johansson (“Lucy”), Jeremy Renner (“O Legado Bourne”), Samuel L. Jackson (“Django Livre”), Cobie Smulders (“De Repente Pai”), James Spader (“Lincoln”), Elizabeth Olsen (“Godzilla”), Aaron Taylor-Johnson (“Godzilla”) e Paul Bettany (“Transcendence”).

O longa tem estreia marcada nos cinemas brasileiros para 30 de abril de 2015.

A dutiful francesa da produtora Paramount Pictures divulgou o primeiro trailer da animação “O Pequeno Príncipe”. Veja abaixo:

O Pequeno Príncipe, personagem do famoso escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, terá sua história narrada tal qual no livro. O enredo é o mesmo: Um piloto cai no deserto do Saara e conhece um pequeno príncipe originário de um asteróide, que transforma sua vida através de uma viagem e questionamentos sobre a humanidade.

O elenco de dubladores traz nomes como James Franco (a Raposa), Marion Cotillard (a Rosa), Rachel McAdams, Mackenzie Foy, Jeff Bridges (o Piloto) e Benicio Del Toro (a Cobra). A animação é dirigida por Mark Osbourse, o mesmo que ficou responsável pela direção e roteiro da animação ”Kung Fu Panda”.

A trilha sonora do Pequeno Príncipe será a música “Somewhere Only We Know”, da banda britânica Keane, porém a versão usada no filme será a de Lily Allen, produzida em 2013 para a campanha de natal de uma loja de departamentos do Reino Unido.

O filme chegará aos cinemas no dia 7 de outubro de 2015.

Após lançar o site oficial de “Os Vingadores 2: A Era de Ultron”, a Marvel Studios divulgou vídeo com os bastidores do filme, com comentários do diretor e roteirista Joss Whedon. O vídeo completo estará no blu-ray de “Guardiões da Galáxia”. Veja:

Loki (Tom Hiddleston, de “Thor”) e Heimdall (Idris Elba, de“Prometheus”) terão participação na sequência e veremos Tony Stark tenta alavancar um programa voltado a manter a paz, mas as coisas dão errado e os super-heróis mais poderosos da Terra, incluindo o Homem de Ferro, Capitão América, Thor, Hulk, a Viúva Negra e o Gavião Arqueiro, enfrentam seu teste definitivo quando o destino do planeta está em jogo. Quando o vilanesco Ultron surge, depende dos Vingadores impedi-lo de concluir seus terríveis planos e, logo, alianças frágeis e ações inesperadas abrem caminho para uma épica e única aventura global.

Produzido por Kevin Feige, o elenco de “Os Vingadores 2: A Era de Ultron” traz Robert Downey Jr.(“O Juiz”), Chris Evans (“Capitão América”), Chris Hemsworth (“Thor”), Mark Ruffalo (“Truque de Mestre”), Scarlett Johansson (“Lucy”), Jeremy Renner (“O Legado Bourne”), Samuel L. Jackson (“Django Livre”), Cobie Smulders (“De Repente Pai”), James Spader (“Lincoln”), Elizabeth Olsen (“Godzilla”), Aaron Taylor-Johnson (“Godzilla”) e Paul Bettany (“Transcendence”).

“Os Vingadores 2: A Era de Ultron” tem estreia marcada nos cinemas brasileiros para 30 de abril de 2015.