Ivan Drago, o adversário mais duro que o boxeador Rocky Balboa (Sylvester Stallone) enfrentou em sua carreira, acaba de ser confirmado em Creed II (2018).

Derrotado em 1985, após matar no ringue o pugilista Apollo Creed (Carl Weathers), numa verdadeira batalha Rússia versus EUA em plena guerra fria, no filme Rocky IV, o russo Ivan Drago terá sua revanche.

Sylvester Stallone confirmou com a foto de um rascunho do roteiro, com a legenda:

“Terminado. Se você está curioso, foram cerca de 439 páginas traduzidas em 120 páginas digitadas de roteiro #rockybalboa #drago #adoniscreed”:

JUST DONE …. if you are curious , around 439 handwritten pages translates into about a 120 page typed screenplay …#writers cramp #rockybalboa #drago #adoniscreed #MGM

A post shared by Sly Stallone (@officialslystallone) on Jul 21, 2017 at 4:07pm PDT

Se a vontade do ator se concretizar podemos ter um verdadeiro drama em mãos. A tocha da franquia Rocky foi passada, e desemboca agora em Creed, derivado que usa como protagonista o filho de Apollo, Adonis. Imagine o nível de conflito quando ele encontrar o assassino de seu pai, vivido pelo grandalhão sueco Dolph Lundgren. A escolha também faz todo sentido, já que o ator ganha uma segunda chance em sua carreira e estará em outra superprodução da Warner, Aquaman, com estreia programada também para 2018.

Creed II tem as participações de Stallone e Michael B. Jordan (Adonis) confirmadas, além da data de estreia para 2018. O diretor, no entanto, ainda não está contratado. Ryan Coogler, diretor do primeiro Creed – Nascido para Lutar (2015), finaliza no momento o blockbuster Pantera Negra (2018), para a Disney / Marvel. Fique ligado no CinePOP para novidades sobre Creed II.

Entrevista Michael Bay | Transformers

» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

Sharknado 5: Global Swarming‘ ganhou um novo teaser muito louco, provando que a franquia vai alcançar voos maiores.

Vale lembrar que a produção terá cenas no Rio de Janeiro.

Assista:

A tarefa fica pessoal para Fin Shepard (Ian Ziering) e sua esposa biônica, April (Tara Reid), quando o seu filho fica preso em um Sharknado que está rodando o mundo todo. De Londres para o Rio de Janeiro, Tóquio, Roma e Amsterdã, os heróis vão procurar a ajuda de membros da realeza, estudiosos e atletas olímpicos para sua batalha épica.

O slogan diz ‘Make America Bait Again’ (Faça a América ser Isca Novamente), uma paródia com o slogan da campanha de Donald Trump: ‘Make America Great Again‘ (Faça a América ser Grandiosa Novamente).

A rede de televisão Syfy agendou o lançamento no canal norte-americano para o domingo, 6 de Agosto.

Estrelado por Ian Ziering, Tara Reid, Fin Shepard e April Wexler, Sharknado 5‘ conta com a direção de Anthony C. Ferrante, responsável pelos quatro primeiros filmes.

 

 

 

Entrevista Michael Bay | Transformers

» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

A primeira imagem de “Fahrenheit 451” saiu e está carregada de uma atmosfera séria, com direito a Michael B. Jordan (“Creed: Nascido Para Lutar”) manuseando um lança-chamas. O ator publicou a foto em que está ao lado de seu companheiro, Michael Shannon (“Animais Noturnos”), em sua conta do Instagram. Veja:

In this world, the firemen start fires! #Fahrenheit451 is coming to @HBO

A post shared by Michael B. Jordan (@michaelbjordan) on Jul 20, 2017 at 9:40am PDT

Produzido pela HBO, o longa é uma adaptação do romance de mesmo nome escrito por Ray Bradbury e se passa em um futuro distópico, no qual todas as formas de expressão são suprimidas. É proibido ter opiniões ou pensamentos críticos e até mesmo os livros deixam de ser permitidos, existindo bombeiros responsáveis por destruí-los.

Com direção de Ramin Bahrani (“99 Casas”), a trama acompanha o personagem de Jordan, Guy Montag, um jovem bombeiro que deixa o seu mundo em busca de liberdade e valores mais humanos. Já Shannon dá vida ao Capitão Beatty, chefe do corpo de bombeiros.

“Fahrenheit 451” será lançado na própria HBO, com previsão para o final deste ano ou o início de 2018.

A próxima sequência da franquia “Uma Noite de Crime” passou por momentos críticos quando James DeMonaco (“Cidade do Crime”), responsável pelos três filmes anteriores, decidiu deixar a direção do longa. Mas o filme parece ir voltando aos rumos, encontrando em Gerard McMurray (“Battle Buddy”) seu diretor e ganhando um título oficial: “The Purge: The Island” (“Uma Noite de Crime: A Ilha” caso siga as traduções anteriores).

Recentemente, McMurray vem se destacando devido ao sucesso de “Código de Silêncio” (“Burning Sands” no original), longa que estreou no Festival de Sundance e do qual esteve a frente.

A franquia se passa em um um futuro próximo, onde, uma vez ao ano, ocorre um período de doze horas no qual todos os tipos de crime são permitidos. Os três primeiros filmes chamaram a atenção devido ao crescimento sequencial de suas bilheterias, que passou de US$ 89 milhões à US$ 118 milhões.

De acordo com o THR, Gerard McMurray assume a direção, mas DeMonaco continua sendo o responsável pelo roteiro, além de integrar o time de produção. Ao seu lado, Michael Bay (“Transformers: A Era da Extinção”), Sebastien K. Lemercier (“Herança de Sangue”),  Brad Fuller e Andrew Form (ambos de “As Tartarugas Ninjas”), completam a equipe.

Ainda sem muitas informações sobre a trama, “The Purge: The Island” tem sua data de estreia prevista para 04 de julho de 2018.

A cinebiografia de Robert F. Kennedy finalmente encontrou seu diretor. O escolhido para comandar a produção foi Nikolaj Arcel (“A Torre Negra”), que, segundo o THR, já assinou o contrato com a Warner Bros. Arcel também será o responsável pelo roteiro do longa, ao lado de Rasmus Heisterberg (“O Amante da Rainha”) e Felipe Marino (“A Maldição da Floresta”). O ator Matt Damon (“A Grande Muralha”) será o protagonista. 

Robert F. Kennedy foi senador e procurador-geral dos Estados Unidos, assassinado por Sirhan Sirhan, no Ambassador Hotel de Los Angeles, em junho de 1968. Na ocasião, o senador estava comemorando sua vitória nas eleições primárias da Califórnia e Dakota do Sul, para a indicação democrata para a presidência do país.

A história de Bobby Kennedy, como é conhecido até hoje, se torna ainda mais trágica pelo fato de seu irmão, o ex-presidente americano John F. Kennedy, também ter sido assassino, cinco anos antes.

A produção está programada para começar no início do ano que vem e não tem data prevista de estreia. Já “A Torre Negra”, último filme dirigido por Arcel, poderá ser visto nos cinemas a partir de 28 de julho. Estrelado por Idris Elba (“Star Trek: Sem Fronteiras”) e Matthew McConaughey (“Interestelar”), o longa é uma adaptação da série literária de Stephen King.