Em 2018, Camila Cabello roubou nossas atenções ao lançar seu primeiro álbum de estúdio solo autointitulado – e não foi surpresa que, dentro das habilidades que já conhecíamos, ela conseguiu nos arrebatar para uma sexy e envolvente jornada através do pop latino (até mesmo levando uma indicação ao Grammy por seu icônico hit “Havana”, que até hoje marca presença nas playlists de vários ouvintes). E não demorou muito até que a divulgação do segundo CD começasse a despontar nas redes sociais, com os produtores Brian Lee e Louis Bell comentando acerca do futuro projeto – que foi lançado poucos dias atrás depois de diversos singles promocionais.

Infelizmente, o resultado de Romance, como ficou conhecida a obra, não é tão coeso quanto seu antecessor – na verdade, é mais uma mixórdia de vários ritmos frenéticos que estaciona apenas quando de volta para as incursões do latin rock e do latin pop. No geral, são poucas as faixas que realmente se salvam de uma produção falha, mesquinha demais para que um tempo maior fosse tomado em prol de lapidar as pontas soltas e algumas “estranhezas” sonoras que não fazem jus ao que a artista já nos apresentou. E, ainda pior, as expectativas cultivadas com o lançamento de quatro tracks não foram cumpridas e deixaram um gostinho agridoce que é embelezado com uma esplêndida paleta vocal (e apenas isso).

O álbum abre com a já conhecida “Shameless”, uma poderosa e sedutora canção que se inicia com os profundos acordes do baixo antes de dar espaço para a chocante tecedura de Camila, expandindo-se do mezzosoprano para uma possante e quase glotal rendição que, infelizmente, não é tão explorada nas tracks seguintes. Enquanto a música em questão representa uma brusca quebra com o que nos mostrara – e um amadurecimento que nos empolga para o restante das narrativas fonográficas e, pouco depois, nos engolfa em um abismo de pura frustração. É isso que é-nos mostrado com “Living Proof”, construção que, caso separada do incrível falsetto da qual a performer se vale, é uma mixórdia sem sentido de três linhas sonoras diferentes e aglutinadas em um fragmentado enredo.

Seguindo os passos da iteração predecessora, Cabello mostra que tem significativo apreço por brincar com gêneros diferentes; entretanto, aqui essa multiplicidade não tem o mesmo peso e cria certos buracos incompreensíveis em meio a competentes faixas – as quais, ao menos, são centradas no miolo do álbum. Temos “Should’ve Said It”, que se inicia com uma guitarra infundida em sintetizadores e acompanhada pelos acordes melódicos do violão, casando perfeitamente com a proposta que é apresentada. E, apesar do convencionalismo retumbante das batidas, o resultado final é mais satisfatório que metade das outras canções; e, representando um dos ápices, a colaboração “Señorita”, trazida à vida ao lado de Shawn Mendes, exala uma química incrível (refletida pelas lyrics supervisionadas pelas competentes mãos de Charli XCX).


Aproveite para assistir:

“Liar” também nutre dessa herança hispânica, confrontada com elementos do pop clássico e com pausas versificadas que já foram exploradas com um pouco mais de alento por Marina Diamandis em seu último lançamento. O problema, porém, é revelado na estruturação da própria obra, que logo depois de mais uma entrega latina, volta-se para o estranho minimalismo de “Bad Kind of Butterflies” – que pode até ganhar pontos pela proposital dissonância de seus atos, mas perde em uma letra infantil demais para ser levada a sério (principalmente pela forçada divisão silábica que Camila se preza a fazer).

A lead singer lida, em suma, com uma faca de dois gumes: ao apresentar os icônicos singles, que ainda comportam a dançante e sensual “Cry For Me”, que talvez seja a melhor entrada do CD tanto por sua bem-vinda distorção instrumental quanto por sua narcótica e dark atmosfera, e a cândida balada “Easy”, que resplandece uma belíssima jornada romântica, ela parece não ter muito material com o que continuar. Com poucas exceções e com mais erros amadores que acertos, Romancepeca no que quer nos mostrar – caso realmente quisesse nos mostrar alguma coisa para além de longas cartas de amor melodramáticas. Ao menos Cabello consegue desenvolver sua já conhecida voz das formas mais variadas possível, como vemos na lenta “Feel It Twice”, na qual divaga com extrema suavidade por tons mais graves e mais agudos com facilidade invejável.

Ademais, as canções restantes são ou repetitivas ou esquecíveis: a obra parece se dividir a partir de uma fenda abissal entre o ardente erotismo e os solilóquios passionais, deixando estes para o final em uma série de arquiteturas recicladas (e aqui menciono “Dream of You” e “This Love”, que basicamente partem de um ponto em comum para convergirem no mesmo lugar, de novo). “First Man” tenta se afastar das redundâncias anteriores e busca uma nostalgia do início dos anos 2000 que tangencia uma encantadora teatralidade – por mais que já tenhamos ouvido inúmeras faixas desse tipo.

Romance deve agradar a maior parte dos fãs, mas é frustrante saber que Camila poderia ter ido muito além do que foi aqui; apesar de amadurecer em diversos aspectos, é impossível deixar de lado o fato de que os deslizes ganham força considerável e mancham a sólida base na qual as catorze faixas se fixa.

Nota por faixa:

Nota por faixa:

  • Shameless – 4,5/5
  • Living Proof – 1/5
  • Should’ve Said It – 4/5
  • My Oh My (feat. DaBaby) – 4/5
  • Señorita (com Shawn Mendes) – 4/5
  • Liar – 3,5/5
  • Bad Kind of Butterflies – 2/5
  • Easy – 4/5
  • Feel It Twice – 3/5
  • Dream of You – 2,5/5
  • Cry for Me – 5/5
  • This Love – 3,5/5
  • Used to This – 3/5
  • First Man – 4/5


Critics’ Choice Awards divulgou hoje (08) a lista completa de indicados à próxima edição da premiação, que ocorre em 12 de janeiro de 2020 – e os nomeados trouxeram tanto nomes aguardados quanto surpresas e esnobações.

O Irlandês, aclamado filme de Martin Scorsese que foi recentemente lançado na Netflix, liderou as indicações ao aparecer em nada menos que 14 categorias‘Era Uma Vez… em Hollywood’, de Quentin Tarantino, segue de perto com 12 nomeações.

Em meio a diversas controvérsias, Coringa foi a produção que mais surpreendeu ao ser relembrado para oito categorias, incluindo Melhor FilmeMelhor Ator para Joaquin PhoenixWillem DafoeJennifer Lopez também apareceram na lista nas categorias de Melhor Ator CoadjuvanteMelhor Atriz Coadjuvante por suas performances em ‘O Farol’ e em ‘As Golpistas’, respectivamente.

Confira a lista completa abaixo:

CINEMA

1917
Ford vs. Ferrari
O Irlandês
Jojo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
Era uma Vez em… Hollywood
Parasita
Uncut Gems

Antonio Banderas – Dor e Glória
Robert De Niro – O Irlandês
Leonardo DiCaprio – Era uma Vez em… Hollywood
Adam Driver – História de um Casamento
Eddie Murphy – Meu Nome é Dolemite
Joaquin PhoenixCoringa
Adam Sandler – Uncut Gems


Aproveite para assistir:

Awkwafina – The Farewell
Cynthia Erivo – Harriet
Scarlett Johansson – História de um Casamento
Lupita Nyong’o – Nós
Saoirse Ronan – Adoráveis Mulheres
Charlize Theron – O Escândalo
Renée Zellweger – Judy

Willem Dafoe – O Farol
Tom Hanks – Um Lindo Dia na Vizinhança
Anthony Hopkins – Dois Papas
Al Pacino – O Irlandês
Joe Pesci – O Irlandês
Brad Pitt – Era uma Vez em… Hollywood

Laura Dern – História de um Casamento
Scarlett Johansson – Jojo Rabbit
Jennifer Lopez – As Golpistas
Florence Pugh – Adoráveis Mulheres
Margot Robbie – O Escândalo
Zhao Shuzhen – The Farewell

Julia Butters – Era uma Vez em… Hollywood
Roman Griffin Davis – Jojo Rabbit
Noah Jupe – Honey Boy
Thomasin McKenzie – Jojo Rabbit
Shahadi Wright Joseph – Nós
Archie Yates – Jojo Rabbit

O Escândalo
O Irlandês
Entre Facas e Segredos
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
Era uma Vez em… Hollywood
Parasita

Noah Baumbach – História de um Casamento
Greta Gerwig – Adoráveis Mulheres
Bong Joon Ho – Parasita
Sam Mendes – 1917
Josh Safdie and Benny Safdie – Uncut Gems
Martin ScorseseO Irlandês
Quentin Tarantino – Era uma Vez em… Hollywood

Noah Baumbach – História de um Casamento
Rian Johnson – Entre Facas e Segredos
Bong Joon Ho and Han Jin Won – Parasita
Quentin Tarantino – Era uma Vez em… Hollywood
Lulu Wang – The Farewell

Greta Gerwig – Adoráveis Mulheres
Noah Harpster and Micah Fitzerman-Blue – Um Lindo Dia na Vizinhança
Anthony McCarten – Dois Papas
Todd Phillips Scott Silver – Coringa
Taika Waititi – Jojo Rabbit
Steven Zaillian – O Irlandês

Jarin Blaschke – O Farol
Roger Deakins – 1917
Phedon Papamichael – Ford vs. Ferrari
Rodrigo Prieto – O Irlandês
Robert Richardson – Um Lindo Dia na Vizinhança
Lawrence Sher – Coringa

Mark Friedberg, Kris Moran – Coringa
Dennis Gassner, Lee Sandales – 1917
Jess Gonchor, Claire Kaufman – Adoráveis Mulheres
Lee Ha Jun – Parasite Barbara Ling, Nancy Haigh – Era uma Vez em… Hollywood
Bob Shaw, Regina Graves – O Irlandês
Donal Woods, Gina Cromwell – Downton Abbey – O Filme

Ronald Bronstein, Benny Safdie – Uncut Gems
Andrew Buckland, Michael McCusker – Ford vs. Ferrari
Yang Jinmo – Parasita
Fred Raskin – Era uma Vez em… Hollywood
Thelma Schoonmaker – O Irlandês
Lee Smith – 1917

Ruth E. Carter – Meu Nome é Dolemite
Julian Day – Rocketman
Jacqueline Durran – Adoráveis Mulheres
Arianne Phillips – Era uma Vez em… Hollywood
Sandy Powell, Christopher Peterson – O Irlandês
Anna Robbins – Downton Abbey – O Filme

O Escândalo
Meu Nome é Dolemite
O Irlandês
Coringa
Judy
Era uma Vez em… Hollywood
Rocketman

1917
Ad Astra – Rumo às Estrelas
The Aeronauts
Vingadores: Ultimato
Ford vs. Ferrari
O Irlandês
O Rei Leão

Abominável
Frozen 2
Como Treinar o seu Dragão 3
I Lost My Body
Link Perdido
Toy Story 4

1917
Vingadores: Ultimato
Ford vs. Ferrari
John Wick 3 – Parabellum
Spider-Man: Longe de Casa

Fora de Série
Meu Nome é Dolemite
The Farewell
Jojo Rabbit
Entre Facas e Segredos

Ad Astra – Rumo às Estrelas
Vingadores: Ultimato
O Mal Não Espera a Noite – Midsommar
Nós

Atlantique
Les Misérables
Dor e Glória
Parasita
Retrato de uma Jovem em Chamas

Glasgow (No Place Like Home) – As Loucuras de Rose
(I’m Gonna) Love Me Again – Rocketman
I’m Standing With You – Superação – O Milagre da Fé
Into the Unknown – Frozen 2
Speechless – Aladdin
Spirit – O Rei Leão
Stand Up – Harriet

Michael Abels – Nós
Alexandre Desplat – Adoráveis Mulheres
Hildur Guðnadóttir – Coringa
Randy Newman – História de um Casamento
Thomas Newman – 1917
Robbie Robertson – O Irlandês

TELEVISÃO

The Crown
David Makes Man
Game of Thrones
The Good Fight
Pose
Succession
This Is Us
Watchmen

Sterling K. Brown – This Is Us
Mike Colter – Evil
Paul Giamatti – Billions
Kit Harington – Game of Thrones
Freddie Highmore – The Good Doctor
Tobias Menzies – The Crown
Billy Porter – Pose
Jeremy Strong – Succession

Christine Baranski – The Good Fight
Olivia Colman – The Crown
Jodie Comer – Killing Eve
Nicole Kidman – Big Little Lies
Regina King – Watchmen
Mj Rodriguez – Pose
Sarah Snook – Succession
Zendaya – Euphoria

Asante Blackk – This Is Us
Billy Crudup – The Morning Show
Asia Kate Dillon – Billions
Peter Dinklage – Game of Thrones
Justin Hartley – This Is Us
Delroy Lindo – The Good Fight
Tim Blake Nelson – Watchmen

Helena Bonham Carter – The Crown
Gwendoline Christie – Game of Thrones
Laura Dern – Big Little Lies
Audra McDonald – The Good Fight
Jean Smart – Watchmen
Meryl Streep – Big Little Lies
Susan Kelechi Watson – This Is Us

Barry
Fleabag
The Marvelous Mrs. Maisel
Mom
One Day at a Time
PEN15
Schitt’s Creek

Ted Danson – The Good Place
Walton Goggins – The Unicorn
Bill Hader – Barry
Eugene Levy – Schitt’s Creek
Paul Rudd – Living with Yourself
Bashir Salahuddin – Sherman’s Showcase
Ramy Youssef – Ramy

Christina Applegate – Dead to Me
Alison Brie – GLOW
Rachel Brosnahan – The Marvelous Mrs. Maisel
Kirsten Dunst – On Becoming a God in Central Florida
Julia Louis-Dreyfus – Veep
Catherine O’Hara – Schitt’s Creek
Phoebe Waller-Bridge – Fleabag

Andre Braugher – Brooklyn Nine-Nine
Anthony Carrigan – Barry
William Jackson Harper – The Good Place
Daniel Levy – Schitt’s Creek
Nico Santos – Superstore
Andrew Scott – Fleabag
Henry Winkler – Barry

Alex Borstein – The Marvelous Mrs. Maisel
D’Arcy Carden – The Good Place
Sian Clifford – Fleabag
Betty Gilpin – GLOW
Rita Moreno – One Day at a Time
Annie Murphy – Schitt’s Creek
Molly Shannon – The Other Two

Catch-22
Chernobyl
Fosse/Verdon
The Loudest Voice
Unbelievable
When They See Us
Years and Years

Brexit
Deadwood: The Movie
El Camino: A Breaking Bad Movie
Guava Island
Native Son
Patsy Loretta

Christopher Abbott – Catch-22
Mahershala Ali – True Detective
Russell Crowe – The Loudest Voice
Jared Harris – Chernobyl
Jharrel Jerome – When They See Us
Sam Rockwell – Fosse/Verdon
Noah Wyle – The Red Line

Kaitlyn Dever – Unbelievable
Anne Hathaway – Modern Love
Megan Hilty – Patsy Loretta
Joey King – The Act
Jessie Mueller – Patsy Loretta
Merritt Wever – Unbelievable
Michelle Williams – Fosse/Verdon

Asante Blackk, When They See Us
George Clooney, Catch-22
John Leguizamo, When They See Us
Dev Patel, Modern Love
Jesse Plemons, El Camino: A Breaking Bad Movie
Stellan Skarsgård, Chernobyl
Russell Tovey, Years and Years

Patricia Arquette – The Act
Marsha Stephanie Blake – When They See Us
Toni Collette – Unbelievable
Niecy Nash – When They See Us
Margaret Qualley – Fosse/Verdon
Emma Thompson – Years and Years
Emily Watson – Chernobyl

MELHOR SÉRIE ANIMADA

Big Mouth
BoJack Horseman
The Dark Crystal: Age of Resistance
She-Ra and the Princesses of Power
The Simpsons
Undone

Desus Mero
Full Frontal with Samantha Bee
The Kelly Clarkson Show
Last Week Tonight with John Oliver
The Late Late Show with James Corden
Late Night with Seth Meyers

Amy Schumer: Growing
Jenny Slate: Stage Fright
Live in Front of a Studio Audience: Norman Lear’s All in the Family and The Jeffersons
Ramy Youssef: Feelings
Seth Meyers: Lobby Baby
Trevor Noah: Son of Patricia
Wanda Sykes: Not Normal