“Ausência”, de Chico Teixeira, leva prêmio de melhor filme no Festival de Toulouse

“Ausência”, o segundo filme de ficção de Chico Teixeira, ganhou o prêmio principal, de melhor filme, do 27º Festival de Cinema Latino de Toulouse. O filme competiu com mais de 11 longa-metragens de sete países.

“Ausência” narra a história de Serginho, um jovem em busca de afeto, que aos 15 anos procura um lugar para si num mundo que lhe obrigou a crescer antes do tempo. As circunstâncias o tornaram o homem da casa, responsável pela mãe (Gilda Nomacce) e pelo irmão pequeno. Num momento de transição, ele sente falta de um amor de verdade, de perspectiva profissional, de carinho. Ele se desdobra para suprir tantas ausências e quase sempre consegue. Até chegar um momento em que tudo entorna, tudo transborda. Serginho quer mais dos seus amigos, pais, do chefe, do professor Ney (Irandhir Santos), e do seu futuro.

O longa-metragem é uma coprodução Brasil/Chile/França. Esta é a segunda parceria entre a BossaNovaFilms e a Chilena Wood Producciones. Anteriormente, produziram juntos “Violeta Foi para o Céu”, melhor filme em Sundance 2012, estrelado por Francisca Gavilán, que em “Ausência” interpreta Ivone, a mulher do mágico.

No Festival do Rio 2014, o filme recebeu o Prêmio Especial do Júri e o Troféu Redentor de Melhor Ator (Matheus Fagundes). Foi a produção mais premiada no FestAruanda 2014, depois de passar pela 38ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Em fevereiro, diretor e elenco acompanharam as exibições do filme na mostra Panorama da última Berlinale.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *