A Letter from Rosemary Kennedy | Elisabeth Moss vai interpretar a irmã de JFK no cinema

A atriz Elisabeth Moss (“The Square – A Arte da Discórdia”) irá interpretar Rosemary Kennedy, irmã mais velha do presidente John F. Kennedy e do senador Robert Kennedy, no próximo filme do diretor indiano Ritesh Batra (“Nossas Noites”), intitulado de “A Letter from Rosemary Kennedy” (“Uma Carta de Rosemary Kennedy”, em tradução livre). As informações são do site Coming Soon.

Em janeiro de 2018, Elisabeth Moss ganhou um Globo de Ouro na categoria Melhor Atriz Dramática em Série de TV. Em setembro de 2017 ela já havia conquistado um Emmy na mesma categoria. Todos os prêmios foram devido à sua performance na série “The Handmaid’s Tale”, exibida pelo serviço de streaming Hulu.

“A Letter from Rosemary Kennedy” é baseado em um roteiro retirado da famosa Black List (Lista Negra) de Hollywood. Escrito por Nick Yarborough e baseado em cartas assinadas pela própria Rosemary, o longa contará a dramática história de uma das primogênitas dos Kennedy. Ao longo de sua juventude ela suportou imensas agruras devido às dificuldades de aprendizagem oriundas de uma dislexia. Ela ainda sofria de um desenvolvimento cognitivo limitado, causado pela ausência de oxigenação durante um momento em seu parto, que gerou nela um pequeno atraso mental. Isso foi o suficiente para que Rosemary fosse mantida escondida do público, a fim de que sua imagem não prejudicasse as aspirações políticas do pai, Joseph Kennedy, cujas pretensões de liderança exerceram grande influência na ascensão de seus filhos às esferas mais elevadas do poder americano.

Com um comportamento considerado inadequado, Rosemary chegou a ser internada em um manicômio, sendo submetida a uma lobotomia frontal quando tinha apenas 23 anos de idade, o que a incapacitou psicologicamente e neurologicamente ainda mais, motivando assim o seu enclausuramento em sanatórios por praticamente toda a vida. Joseph Kennedy, que foi quem a entregou para ser lobotomizada, acreditava que a jovem pudesse se recuperar após o processo, mas a intervenção cirúrgica foi realizada de maneira tão cruel que, após seu término, Rosemary passou a ter a idade mental de uma criança de três anos. Sua morte ocorreu em 2005, aos 86 anos de idade.

Em 2016 foi lançada uma cinebiografia de Jacqueline Kennedy, a viúva do presidente morto em 1963. O filme “Jackie” rendeu uma indicação ao Oscar para a atriz Natalie Portman (“De Canção em Canção”), que encarnou a ex-primeira-dama. Leia aqui a crítica do filme feita pelo Cinema com Rapadura.

“A Letter from Rosemary Kennedy” ainda não tem elenco definido. No entanto, Jason Michael Berman e Kevin Turen (ambos de “O Nascimento de Uma Nação”) serão os produtores, enquanto Elisabeth Moss também será creditada como produtora executiva.

O filme ainda não tem previsão de estreia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *