A pandemia chegou à galáxia muito, muito distante. O ator britânico Andrew Jack, que integrou o elenco de “Star Wars: O Despertar da Força” e “Star Wars: Os Últimos Jedi“, morreu aos 76 anos vítima da COVID-19. O representante do ator confirmou a informação ao Metro UK.

Jack interpretou um dos líderes da Resistência no universo de “Star Wars“, o major Caluan Emmatt. Ele trabalhava também como consultor de dialetos para filmes. Ele estava trabalhando nessa função em “The Batman“, dirigido por Matt Reeves. Ele também trabalhou com Robert Downey Jr. em “Chaplin” (1992) e com Pierce Brosnan em “007: GondenEye” (1997), além de ter formado sotaques da Terra-Média para a trilogia “O Senhor dos Anéis”.

Andrew Jack deixa sua esposa, a também consultora de dialetos Gabrielle Rogers.

De acordo com o Film Music Reporter, Lorne Balfe substituirá Alexandre Desplat na composição da trilha sonora de “Viúva Negra”. Esta é a segunda mudança de compositor do filme, que originalmente contava com Henry Jackman (“Capitão América: Soldado Invernal”) no cargo.

Balfe compôs recentemente a trilha de “Missão: Impossível – Efeito Fallout” e da série da HBO “His Dark Materials”. Ele já trabalhou no próprio Universo Cinematográfico da Marvel, tendo composto música adicional para “Homem de Ferro”. Balfe também contribuiu com música adicional para a trilogia do Batman de Nolan.

Não foi dada uma razão para a substituição de Desplat, mas o mais provável é que o adiamento da data de estreia de “Viúva Negra” tenha se apresentado como conflito de agenda para o compositor. Desplat é vencedor de dois Oscars, por “O Grande Hotel Budapeste” e “A Forma da Água”, e se reúne ao cineasta Wes Anderson em “The French Dispatch”, que (até o momento) estreia em julho deste ano.

Em “Viúva Negra”, Natasha Romanoff (Scarlett Johansson) confronta as partes mais sombrias de seu passado quando surge uma perigosa conspiração com conexões com parte de sua história. Perseguida por uma força que não irá parar por nada a fim de destrui-la, Natasha deve lidar com seu histórico como espiã e suas relações quebradas depois de ter deixado sua primeira família para trás.

O elenco conta ainda com David Harbour como Alexei, o Guardião Vermelho; Florence Pugh como Yelena Belova; O-T Fagbenle como Mason, um contato antigo de Natasha; e Rachel Weisz como Melina, também uma Viúva Negra. William Hurt faz parte do filme, reprisando o papel do General Thaddeus Ross, e Ray Winstone também faz parte do elenco. O vilão Treinador está no filme, mas não foi confirmada sua identidade e nem seu intérprete.

O longa é dirigido por Cate Shortland (“A Síndrome de Berlin“). A história é de Ned Benson (“Dois Lados do Amor”) e Jac Schaeffer (do curta “Olaf em uma Nova Aventura Congelante de Frozen”), e o roteiro é de Eric Pearson (“Thor: Ragnarok”). Johansson também exerce a função de produtora executiva do filme.

“Viúva Negra” estrearia em 30 de abril no Brasil e 1° de maio nos Estados Unidos, porém devido a pandemia de coronavírus, o filme foi adiado e ainda não possui data oficial de lançamento.

Durante uma entrevista para o CBM, Zack Snyder, diretor de ‘Liga da Justiça‘, revelou algumas ideias para a sequência, incluindo uma viagem no tempo ligada à cena do Flash em ‘Batman vs Superman‘.

Para quem não se lembra, o Flash aparece num pesadelo de Bruce Wayne e a cena indica que o velocista voltou no tempo para alertar o bilionário sobre uma possível ameaça, mas isso nunca foi explicado.

No entanto, a importância do pesadelo seria explorada em ‘Liga da justiça 2‘.

“Aquela cena teria uma explicação lógica… No futuro, a Liga da Justiça já estaria formada, e o Flash seria enviado ao passado para alertar Bruce sobre a queda do Superman, que acabaria sendo controlado por Darkseid através da equação anti-vida… Havia duas possibilidades, numa delas, o Flash é enviado cedo demais [como vimos em ‘Batman v Superman‘], na outra, ele seria enviado ao momento certo.”

O cineasta também explicou o significado da frase do Flash, que menciona Lois Lane como uma espécie de ‘chave’…

“Quando o Flash é enviado para essa nova linha do tempo, ele vai para um momento mais próximo do futuro que ele estava tentando impedir… Nesse futuro, Lois Lane é morta, e ela era a única capaz de recuperar a natureza humana do Superman. Com Lois a salvo, o grupo teria uma chance de reverter o domínio de Darkseid sobre o Superman.”

Agora a aparição do Flash em ‘Batman vs Superman‘ faz mais sentido, não é? Snyder deixou claro que aquilo era apenas uma referência e a confusão seria toda explicada em ‘Liga da justiça 2‘.

Infelizmente, a franquia acabou sendo engavetada.

Por falar nisso, o Cosmic Book News divulgou que o Snyder Cut da adaptação finalmente seria lançado em maio na HBO Max, mas acabou sendo adiado por causa do Coronavírus.

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

Foi dito que a versão ainda não está finalizada e o processo de conclusão dos efeitos visuais estava em andamento, mas a equipe responsável foi liberada para evitar a propagação da doença.

No ano passado, o cineasta já havia dado pistas sobre uma possível estreia, sugerindo que o longa seria adicionado ao catálogo da HBO Max, streaming da WarnerMedia.

Além disso, Jason Momoa, o Aquaman, disse à MTV News que teve a oportunidade de assistir a versão antes do lançamento digital.

“Eu já assisti a versão de Snyder. Acho que só estão decidindo onde lançar, talvez em streaming. Os fãs precisam assistir, porque eu amei. Obviamente, sou grato à Warner e à DC e não sei como eles se sentem sobre essa polêmica, mas como fã, estou muito, muito feliz por ter assistido.”

Ainda não há como comprovar a veracidade da informação, mas esta seria uma excelente estratégia para atrair assinantes para a HBO Max, então faz todo sentido que a companhia queira investir na ideia.

O Youtuber Grace Randolph também afirma que Snyder ainda tem grandes planos e pretende deixar a adaptação melhor do que os fãs esperam.

Para quem não conhece, Randolph foi um dos primeiros a anunciar que Joss Whedon iria substituir Snyder depois que ele foi afastado da produção original.

Em um dos seus vídeos, ele disse:

“Ouvi das minhas fontes que Snyder quer gravar várias cenas novas, o que exige um trabalho de efeitos visuais. Agora eles não podem fazer isso… Mas sei que ele vai chamar atenção até dos fãs mais críticos. Não posso revelar nada, mas é algo sensacional. Ele só está aguardando até conseguir fazer o que deseja. O corte de Snyder assumiu proporções mitológicas até agora, é uma lenda.”

Falando nisso, fazia tempo que o diretor não compartilhava novas imagens dos bastidores, mas aproveitou o isolamento para provocar os fãs.

Em seu perfil do Vero, o cineasta publicou duas imagens inéditas… Uma delas mostra os cinco heróis da adaptação a bordo do Batwing enquanto analisam um holograma gerado pelo Ciborgue (Ray Fisher).

Na outra, vemos a icônica Trindade da DC Comics, formada por Batman (Ben Affleck), Superman (Henry Cavill), e Mulher-Maravilha (Gal Gadot).

Confira:


Anteriormente, Snyder batizou sua versão de ‘Liga da Justiça‘ como ‘Zack Snyder’s Justice League‘, deixando para trás o polêmico título ‘Snyder Cut‘, como ficou conhecida a versão inédita do longa.

O novo título foi revelado através de promocionais aprovados por Snyder, como um moletom com a seguinte frase: “Nunca nos enfrentou antes… Não unidos.”

A frase pode ser uma referência a um diálogo tirado do corte do diretor.

Confira:

Ainda não se sabe como o ‘Liga da Justiça de Zack Snyder‘ vai afetar a campanha dos fãs para incentivar o lançamento da adaptação, já que a tag #releasethesnydercut vinha ganhando força nos últimos meses.


Em entrevista EXCLUSIVA ao CinePOP, a atriz Gal Gadot falou pela primeira vez sobre o Snyder Cut:

Lembrando que Snyder continua fazendo uma intensa campanha para lançar seu ‘Snyder Cut‘ e aproveitou para divulgar uma foto com algumas caixas do filme junto com uma legenda sugerindo que “o corte do diretor realmente existe”.

Confira:

Recentemente, o site Variety publicou que a Warner Bros não está nem um pouco preocupada com o pedido e não pretende lançar o corte nos cinemas e nem em plataformas de streaming, já que finalizar o material editado por Snyder custaria milhões.

Após a repercussão da campanha nas últimas semanas, uma fonte ligada ao departamento de efeitos visuais do estúdio disse que:

“Isso é apenas um sonho e não há chances de acontecer. Investir nesse lançamento custaria milhões à Warner porque o filme não está finalizado. A versão lançada foi um fracasso, e cenas adicionais não mudariam isso, por mais que os fãs estejam otimistas.”

Anteriormente, Danny Elfman, compositor da adaptação, revelou ao JOE que também está descrente sobre o lançamento e afirmou que Snyder não havia concluído as filmagens da adaptação.

“Ele não foi demitido, sabe? Ele deixou a produção no meio do caminho. Então não acredito que há uma versão do diretor, no caso de Snyder, já que Joss [Whedon] veio e completou o que faltava.”

Elfman continuou:

“O problema é que ele não conseguiu finalizar o filme. Então, eu não tenho ideia de como eles fariam esse lançamento. Uma tragédia familiar o forçou a se afastar da produção… Desde então, tudo se tornou uma grande confusão. Tem tanta gente querendo ver o que Snyder pretendia contar, e isso está fugindo de controle.”

De qualquer forma, parece que tanto os fãs quanto o diretor não vão desistir de ver a versão original do longa.

Vale lembrar que os membros do grupo #ReleaseTheSnyderCut continuam com sua campanha pedindo o lançamento da versão idealizada por Snyder.

E aí, será que o movimento ganha força para pressionar o estúdio?

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE

O mês de abril está chegando e para te ajudar a ficar em dia com todos os títulos que estreiam na Netflix ao longo do mês, separamos a agenda de lançamentos desta semana, trazendo a lista completa com os novos conteúdos que ficarão disponíveis na grade de programação, entre os dias 01 e 06 de abril.

Entre as estreias principais desta semana, está a quarta parte da popular série ‘La Casa de Papel‘, que chega na próxima sexta-feira, 03 de abril. Além disso, produções amadas como ‘Um Senhor Estagiário‘ e ‘Forrest Gump‘ também serão lançadas, para ajudar os usuários a lidarem com o delicado período de reclusão.

Confira a agenda, prepare as maratonas e fique seguro no aconchego do seu lar!

Mandou Bem
Com os apresentadores mais queridos e a bagunça mais gostosa, Mandou Bem está de volta. Prepare-se: aqui qualquer um – qualquer um mesmo – pode vencer na cozinha.

Um Senhor Estagiário
Estressada com o mundo da moda, a empresária Jules (Anne Hathaway) recebe ajuda e inspiração de quem menos esperava: Ben (Robert De Niro), um estagiário viúvo e septuagenário.

Miss Simpatia 2: Armada e Poderosa
Após seu sucesso no evento Miss Estados Unidos, a agente do FBI Gracie Hart (Sandra Bullock) entra novamente em ação quando a vencedora do concurso e o apresentador são sequestrados.

Forrest Gump
Tom Hanks estrela como Forrest Gump, um homem ingênuo que se vê envolvido em quase todos os principais eventos das décadas de 60 e 70.

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

Perícia Viciada
Os crimes chocantes de dois químicos detonam o sistema judicial e ofuscam a fronteira da justiça para advogados, policiais e milhares de detentos.

Da Colina Kokuriko
O Japão se prepara para sediar as Olimpíadas, e Shun, um repórter da escola, luta para salvar um clube, ameaçado por autoridades que só pensam no progresso.

PomPoko: A Grande Batalha dos Guaxinins
Lançamentos imobiliários estão expulsando os guaxinins selvagens de Tama Hills. Mas eles estão se preparando para revidar.

Vidas ao Vento
O mestre da animação Hayao Miyazaki conta uma história inspirada na vida de Jiro Horikoshi, designer do avião Zero da Segunda Guerra.

As Memórias de Marnie
Ao passar as férias numa cidade onde nada acontece, Anna faz amizade com uma garota que mora em uma casa deserta. Mas será que o vínculo entre elas é real?

La casa de papel: Parte 4
O plano do Professor sai do papel e põe vidas em risco. Agora, os ladrões terão de encarar inimigos dentro e fora do Banco da Espanha.

Coffee Kareem
Policial certinho, Coffee tenta ser legal com o filho da namorada e acaba descobrindo uma conspiração criminosa. Agora, a enrascada é certa.

La casa de papel: O Fenômeno
Entenda por que, no mundo todo, La casa de papel provocou uma onda de entusiasmo por um grupo carismático de ladrões e seu professor.

Spirit – Cavalgando Livre: Academia de Equitação
Na nova fase de Lucky e sua turma, as meninas deixam Miradero para trás e vão viver na prestigiosa Academia de Equitação Costa dos Palominos.

StarBeam
Uma garota com superpoderes, o amigo geek e uma gaivota protegem sua cidade à beira-mar.

The Big Show Show
O ex-lutador de luta livre Big Show está fora dos ringues, pronto para um desafio ainda maior: criar três filhas com a esposa na Flórida.

 

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE

O Poço‘ (The Plataform) estreou recentemente na Netflix e está dando o que falar. Com um final ambíguo e aberto a interpretações, o suspense deixou as pessoas chocadas por passar uma mensagem bastante atual sobre a sociedade em que vivemos.

Pensando no sucesso do filme, o editor-chefe Renato Marafon resolveu trazer um vídeo com 10 Dicas de Filmes na Netflix com Finais Chocantes iguais o de ‘O Poço’.

Assista:

O Poço e mais 10 filmes com finais chocantes na Netflix

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

Em entrevista ao iHorror, o diretor Galder Gaztelu-Urrutia explicou sobre as metáforas e simbolismos no filme ‘O Poço‘ (The Plataform), que estreou recentemente na Netflix.

“O roteiro foi originalmente escrito para ser uma peça de teatro, que, no final das contas, nunca aconteceu. Quando eu li o roteiro, eu percebi que havia um grande potencial. Também sabia que o roteiro precisava de muitas alterações para transformá-lo em um filme, mas havia uma boa base para se trabalhar.Você consegue ver as metáforas e a simbologia do filme ao ler o roteiro, então sabia que o conceito era muito bom.”

Sobre o simbolismo do filme, o diretor afirma: “Se você assiste ao filme, percebe que existem vários níveis; existem pessoas ricas nos níveis superiores e pobres nos níveis inferiores. A metáfora é sobre essas diferentes classes sociais, norte e sul. Também há outro nível de simbologia: se você assistir ao filme novamente, descobrirá mais sobre ele. O filme não é sobre mudar o mundo, mas de entender e colocar o espectador em um dos níveis e ver como eles se comportariam dependendo do nível em que estão. As pessoas são muito parecidas entre si. É muito importante onde você nasceu – em que país e qual família -, mas somos todos muito parecidos. Então, o filme está colocando o espectador na situação para enfrentar os limites de sua própria solidariedade. É fácil ter solidariedade se você estiver no nível 6; se você tem muito, pode desistir de parte disso. Mas você será solidário se não tiver o suficiente para si mesmo? Essa é a questão.”

Atendendo a pedidos, decidimos explicar o final em vídeo e em texto:

O que a criança representa exatamente?

O filme é repleto de metáforas bíblicas, políticas e sociais. Através de uma metáfora, a trama explica que há comida e recursos mais do que suficientes para todos, mas o consumo excessivo daqueles em uma “posição melhor” inevitavelmente leva à desigualdade, que consequentemente leva à fome e à morte.

Se as pessoas que estão a cima realmente pensassem nos que estão abaixo, todos se alimentariam. Mas a ganância e o egoísmo não permitem que isso aconteça.

O filme traça um paralelo à armadilha que a sociedade lançou sobre si mesma, mas a solução não é simples. Apesar da mensagem poder chegar a todos.

Goreng e Baharat decidem mostrar que o sistema é falho enviando uma mensagem para seus criados. Eles tentam levar um dos pratos, uma pana cota, intacta até o final do poço: mostrando que eles não conseguiram corromper o espírito humano. Quando eles chegam ao final do poço, descobrem a verdadeira mensagem que está escondida no nível 333, um lugar aonde ninguém sobreviveu ou pode acessar.

A filha de Miharu realmente existe e está sã e salva lá. Miharu subia e descia todos os dias o poço, mas não estava à procura de sua filha. Na verdade, ela estava descendo todo dia ao nível mais baixo para levar um prato de comida para a criança, a mantendo segura em um nível que ninguém tem acesso. Como a criança chegou lá não é revelado, afinal, menores de 16 anos não são permitidos no Poço. Miharu podia levar algo com ela, teria sido a filha? Fica a dúvida.

A garotinha representa a esperança. Ela é a mensagem, e Goreng – que várias vezes é chamado de Messias – é o Mensageiro. Fica bem clara a alusão a Jesus e a Bíblia. Assim como Jesus, Goreng é o mensageiro incubado da salvação.

A criança ainda não foi corrompida pelo sistema, ao contrário de Goreng. Ele não é mais o mesmo depois de ter presenciado todos os horrores do poço, ele foi corrompido. Já a menina representa o espírito humano, ininterrupto, apesar da influência avassaladora e desumanizante do sistema.

No final, Goreng não pode subir com ela, e decide se sacrificar para provar ao sistema e às outras pessoas que EXISTE esperança, e que o sistema está QUEBRADO. Metaforicamente falando, a garota é o futuro, e provavelmente a única esperança que a humanidade ainda tem.

A menina é ao mesmo tempo um símbolo da resiliência da humanidade e uma indicação de que a mudança só pode vir da juventude.

E você, o que entendeu do final?

Crítica | O Poço – Netflix entrega seu filme mais angustiante e impactante

Na trama, parte da população tenta se hospedar em uma prisão subterrânea para ganhar posições sociais, mas é preciso descer aos níveis mais profundos do poço para sair vencedor da disputa.

Tentando quebrar o sistema, um prisioneiro vai fazer de tudo para descobrir os segredos de cada nível da prisão e ajudar uma jovem a dar uma vida digna para o seu filho.

Lançado nos cinemas espanhóis em 2019, o longa foi bastante elogiado pelo público e pelos críticos, alcançando 83% de aprovação no Rotten Tomatoes.

O suspense é dirigido por Galder Gaztelu-Urrutia e o elenco conta com Iván MassaguéAntonia San JuanZorion EguileorAlexandra MasangkayEmilio Buale.

Dentro de um sistema prisional vertical, os detentos são destinados a um andar em específico e forçado a racionar comida de uma plataforma que se move pelos diferentes níveis. O filme é uma alegoria social sobre a raça humana em seu momento de maior desespero: a fome.

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE