O Festival comKids Interativo 2018 recebe inscrições gratuitas para profissionais e demais interessados em participar de debates sobre conteúdos de qualidade para o público infanto-juvenil. Com foco exclusivo na produção digital interativa para crianças e jovens, o evento será realizado dias 16 e 17 de agosto, no Goethe-Institut São Paulo (Rua Lisboa, 974 – Pinheiros, SP). Criadores, educadores, desenvolvedores, diretores, produtores, programadores, escritores, roteiristas, designers, animadores e agentes culturais poderão participar de dois dias de troca de informações e reflexões, além de conhecer aplicativos, games, livros digitais, plataformas e produções transmídia, realizados no Brasil e na América Latina.

As inscrições estão abertas até o dia 10 de agosto, por meio do link comkidsinscrições.

Destaques já confirmados:

Quinta-feira, 16 de agosto – das 9h às 18h – Conversas comKids

Na edição deste ano, já estão confirmados convidados internacionais com grande experiência, como a inglesa Sharna Jackson, diretora, escritora e curadora, especializada em iniciativas digitais criativas, socialmente engajadas na cultura e no entretenimento; e o norte-americano David Kleeman, profissional dedicado a analisar a mídia para crianças.

As brasileiras Janaina Tokitaka e Priscila de Oliveira, a colombiana Marcela Benavides e a argentina Micaela Puig debaterão o tema infância e cultura digital.  Renata Tomaz, pesquisadora da Universidade Federal Fluminense (UFF), do Rio de Janeiro, falará sobre um assunto que ganhou relevância nos últimos dias e é o foco de seu mais recente trabalho: O que você vai ser antes de crescer? Youtubers, Infância e Celebridade.

Realidade virtual será tema na apresentação dos projetos: Dinos do Brasil, com Keila Matsumura e Luiz Eduardo Anelli, e Modern Art, desenvolvido por alunos de uma escola pública do Rio de Janeiro. Aprendizagem criativa na escola pública será o assunto desenvolvido pela professoraGislaine Batista Munhoz. O tema Acessibilidade e Inclusão, com Pedro Milliet, e as estratégias de plataformas como Pakapaka, da Argentina, e Futura, do Brasil, também serão assuntos discutidos nesse dia.

Sexta-feira, 17 de agosto – das 9h às 18h – Apresentação dos 16 finalistas e premiação

Em 2018, o Festival comKids Interativo recebeu 74 inscrições válidas para as cinco categorias da competição: Apps, Games, Livros digitais, Plataformas e Produções transmídia.  Deste número, 57 obras são do Brasil, 10 da Colômbia, três do Chile, duas da Argentina, uma do Equador e outra do Uruguai. Após uma cuidadosa análise dos pré-jurados, o evento chegou aos 16 finalistas dos seguintes países: Argentina, Brasil, Colômbia, Chile e Equador.

Na sexta-feira, dia 17 de agosto, os 16 finalistas serão apresentados pelos desenvolvedores ao público do comKids, que terá a oportunidade de tirar dúvidas e debater antes de votar em seus favoritos.  A Spcine, a EBAC -Escola Britânica de Artes Criativas – e a Faculdade Melies de Tecnologia oferecem os prêmios aos melhores trabalhos: smartphones de última geração e bolsas de estudo integrais em cursos afins.

Durante o mês de agosto, o comKids Interativo vai realizar mostras audiovisuais, não competitivas e grátis, de produções infanto-juvenis na Unibes Cultural e no Circuito Spcine. Haverá sessões acessíveis para pessoas com deficiência. Não há necessidade de se inscrever para estes eventos. A programação detalhada das mostras será anunciada em breve.

 

Estão abertas as inscrições para o Laboratório de Desenvolvimento de Projetos do 13º Festival Taguatinga de Cinema, que acontece em agosto. O Lab integra um extensa programação de atividades formativas paralelas à mostra competitiva do festival, num ambiente chamado de Taguá MAPI – Mercado Audiovisual de Produção Independente.

O Laboratório acontece nas manhãs entre os dias 23 e 25, no Go Inn Hotel, em Taguatinga. São apenas 20 vagas, com inscrições abertas até o dia 3 de agosto. As inscrições devem ser realizadas, exclusivamente, pelo site do Festival Taguatinga de Cinema, www.festivaltaguatinga.com.br.

Configurado como um espaço de experimentação e formação, o Taguá MAPI parte da base, refletindo o desenvolvimento e as estratégias para o mercado audiovisual regional. Ao conectar suas atividades ao tema deste ano, “O Movimento em Nós”, lança seu olhar sobre as produções que estão intervindo criativamente em suas realidades, buscando responder ao espírito antidemocrático, obscurantista e de intolerância que, depois de muito tempo, volta à tona em nosso país.

No Laboratório de Desenvolvimento de Projetos, os selecionados farão em mergulho nesta etapa fundamental do fazer cinematográfico, sob facilitação dos cineastas Alice Lanari e Iberê Carvalho. Serão trabalhadas, detalhadamente, as técnicas de escritura de um projeto cinematográfico e suas diversas etapas, como ideia, argumento, conceito, logline, roteiro, decupagem, análise técnica, cronograma, orçamento, apresentação, identidade visual e pitching.

Além do Laboratório, o Tagua MAPI oferecerá outras atividades formativas e diálogos abertos ao público em geral: painéis temáticos, no período da tarde, e uma masterclasse, no dia 25 de agosto.

Os painéis acontecem nas tardes entre os dias 23 e 25 de agosto, onde será proposta a reflexão contemporânea sobre o cinema, com duas rodas de diálogo. A primeira tem como tema Distribuição: perspectivas de guerrilha, mediada por Antônio Balbino (DF), Emílio Domingos (RJ) e Larissa Fulana de Tal (BA). A segunda roda aborda o Cinema de Intervenção: um olhar ativo sobre a realidade, mediada por Amaranta Cézar (BA), Elen Linch (AM) e Thay Limeira (DF).

No último dia de Taguá MAPI, 25 de agosto, das 15h às 18h, será realizada a masterclasse A experimentação da imagem como espaço de insurgência, com Yasmin Thayná, cineasta e diretora carioca formada pela Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu.

A programadora de televisão Box Brazil selecionou 32 projetos através de chamada pública realizada entre março e maio deste ano. Serão investidos mais de R$ 17 milhões de reais em conteúdos brasileiros para os canais da programadora.

O edital foi aberto apenas para produtoras audiovisuais independentes com sede nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e nos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Foram 237 projetos inscritos e habilitados.

Do valor total, R$ 3,6 milhões serão destinados a quatro projetos do Prime Box Brazil, canal dedicado ao cinema brasileiro. Ao Music Box Brazil, foram reservados R$ 5,9 milhões, distribuídos entre 13 séries documentais escolhidas entre mais de 87 projetos inscritos.

O canal Travel Box Brazil, que mostra os principais destinos de viagens do país e do mundo, receberá um investimento de R$ 3,9 milhões para 7 produções escolhidas. O FashionTV, canal de moda e beleza da programadora, distribuirá o valor de R$ 3,8 milhões em 7 séries e 1 telefilme.

Confira a lista dos selecionados por canal:

Prime Box Brazil

Territórios Negros – Lima Comunicação  (BA)
O Baldio Som de Deus – Lume Produções Cinematográficas (MA)
Réus –  34 Filmes (DF)
Trago a Pessoa Amada – Orla Filmes (CE)

Music Box Brazil

Ventos do Brasil – Jaraguá Produções (PE)
Poetas da Mata Norte – Fábrica Estúdios (PE)
Lá em Casa Sessions 3ª Temporada – Attack Estudio (BA)
Andante 3ª Temporada – Recife Produções (PE)
Sr. José Ramalho – Edilberto Cipriano de Brito (PB)
Melô – Sotaque Filmes (MA)
O Som da Cor – Fusion Filmes (CE)
Divas do Brasil – Imaginaria Entretenimentos (PA)
BitRate: Som na Caixa – Baião de Dois Filmes (CE)
Elas por Elas – Attack Estudio (BA)
O Ben para Todo o Mal.DOC – Subverse Filmes (RS)
Os Sambas 2ª temporada – Reação Criação e Produção(MG)
Passado, Presente, Futuro – A História do Rock Rural de Sá Guarabyra – Reação Criação e Produção (MG)

Travel Box Brazil

Heranças do Maranhão – Procontent Produções (MA)
Bar Brasil – Marahu Produções de Cinema e Televisão (PA)
Panela Amazônia – Fonseca Paes LTDA (PA)
Segredos do Coração da América do Sul – Cumbaru Produções Artísticas (MT)
O Mundo Delas – Caboré Produtores Associados (RN)
Piauí, Jornada pelo Tesouro das Américas – Mil Ciclos Produção Audiovisual (MA)
Cantos do Mar – Taguay Tayussy Bradão Souza (BA)

FashionTV

Entrando no Armário – Dabacuri Projetos e Produções (AM)
Fashion Music – Sylvia Patricia Produçôes Artísticas (BA)
Fora do Eixo – Bulb Produtora (BA)
Moda à Mão – Quatrocantos Produção (DF)
Moda Orgânica – Movioca Prod. Artísticas (BA)
Fashion to the Future – Fábrika Filmes (DF)
Circuito Ecomoda – Tapioca Cine (TO)
História da Moda em Paris – Zoom Fotógrafos Associados (RS)

O festival 8 ½ Festa do Cinema Italiano traz mais uma vez ao Brasil uma seleção ambiciosa e exclusiva, com os melhores e mais interessantes filmes da recente produção italiana, com uma mostra que ocorre de 2 a 8 de agosto em doze cidades do país.

O 8 ½ Festa do Cinema Italiano é um evento organizado no Brasil pela Associação Il Sorpasso em colaboração com Mottironi Editore e com o apoio institucional da Embaixada da Itália em Brasília, dos Institutos Italianos de Cultura de São Paulo e Rio de Janeiro e do Cinecittà Luce. Além disso, conta ainda com a colaboração da rede de Consulados Italianos em todas as cidades que recebem o festival no Brasil.

Depois de dez anos de sucesso em dezenas de cidades lusófonas e em três continentes diferentes,  a 8 ½ Festa do Cinema Italiano encontrou espaço para se tornar um evento de grande relevância também no Brasil. Além do número de cidades, aumentaram também o número de filmes apresentados e as sessões programadas serão quase 300 em uma semana de exibição.

Cresceram os números e cresceu também a qualidade da seleção. Estão garantidas as premières de importantes filmes, que fizeram grande sucesso nos mais importantes festivais internacionais, como Fortunata, de Sergio Castellitto, protagonizado por Jasmine Trinca, prêmio de Melhor Atriz na Mostra Un Certain Regard, do Festival de Cannes 2017; Nico 1988, de Susanna Nicchiarelli, vencedor da Mostra Orizzonti, no Festival de Veneza 2017; e Dogman, de Matteo Garrone, filme de grande impacto, aplaudido na competição do Festival de Cannes deste ano, que deu a Marcello Fonte a Palma de Ouro de Melhor Ator.

E ainda, completando a programação, o último filme co-realizado por Vittorio Taviani, Uma Questão Pessoal (Una questione privata), baseado no livro de Beppe Fenoglio, La Tenerezza (A Ternura), intenso drama de Gianni Amelio, e A Vida em Família (La vita in comune), de Eduardo Winspeare, apresentado no último Festival de Veneza. Assim como Emma (Il Colore Nascosto Delle Cose), de Silvio Soldini, com uma notável interpretação de Valeria Golino no papel de uma deficiente visual.

Há espaço também na programação para os maiores sucessos de público da mais recente temporada na Itália, como A Garota na Névoa (La ragazza Nella Nebbia), de Donato Carrisi, um suspense policial protagonizado por Toni Servillo. O último filme de Gabriele Muccino, A Casa Tutti Bene (Aqui em Casa Tudo Bem), e também Made in Italy, realizado por Luciano Ligabue, um dos mais conhecidos cantores e compositores da Itália. Sem falar de Poveri ma ricchi (Pobres, mas ricos), de Fabio Brizzi, divertidíssima comédia sobre uma família que se torna inesperadamente riquíssima.

A mostra contará com a presença do renomado ator italiano Eduardo Pesce, que desembarca em São Paulo na primeira semana de agosto, para as premières de Dogman, de Matteo Garrone (de Gomorra e Reality), e de Fortunata, de Sergio Castellitto.

Pesce é um dos protagonistas de Dogman, ao lado de Marcello Fonte, e interpreta Simone, o personagem violento que aterroriza uma região periférica de Roma, onde a história se passa. O longa é inspirado no chamado “delito do Canaro da Magliana”, como ficou conhecido o assassinato do ex-boxeador amador Giancarlo Ricci, ocorrido em 1988. O filme teve sua estreia mundial no Festival de Cannes deste ano, sendo aplaudido por 10 minutos, e garantiu a Palma de Ouro de Melhor Ator para Marcello Fonte, que vive o frágil Marcello, dono de uma petshop nada convencional e amigo de Simone, que tem uma atitude sempre abusiva em relação a Marcello. Por sua ótima parceria em Dogman, Pesce e Fonte, que formam a dupla de protagonistas do longa,  dividiram o prêmio de Melhor Ator do Nastro D’Argento (prêmio da crítica italiana de cinema) 2018.

Em Fortunata, Pesce interpreta o violento Franco, ex-marido de Fortunata, interpretada por Jasmine Trinca, que levou o prêmio de Melhor Atriz na Mostra Un Certain Regard, no Festival de Cannes 2017. Com um tipo físico que favorece sua performance em papéis de homens fortes e com grande energia, Pesce se destaca por personagens marcantes em séries como Romanzo Criminale, de Stefano Sollima, baseada no romance de Giancarlo De Cataldo. Mais recentemente, por seus papéis em Fortunata e Cuori Puri (também exibido no Festival de Cannes 2017), Pesce foi indicado a Melhor Ator Coadjuvante no Nastro D’Argento 2017.

Vale destacar ainda que o 8 ½ Festa do Cinema Italiano exibe todos os filmes da sua programação simultaneamente em todas as doze cidades onde ocorre, sempre com pelo menos dois filmes em cartaz por dia. Além disso, a maioria dos títulos apresentados têm distribuição garantida em território nacional e entrarão em cartaz nos próximos meses.

A programação completa com os filmes e os convidados está disponível no site oficial do evento www.festadocinemaitaliano.com.br.

 

8 ½ Festa do Cinema Italiano
Data: 2 a 8 de agosto
Salas e cidades:
BELO HORIZONTE (MG)
Cinema Belas Artes (R. Gonçalves Dias, 1581 – Lourdes)

BRASÍLIA (DF)
Espaço Itaú Casa Park (Shopping Casa Park, 2º Piso – SGCV Sul Lote 22 – Guará)

CURITIBA (PR)
Espaço Itaú Crystal (Shopping Crystal, Piso L1 – Rua Comendador Araújo, 731 – Batel)

PORTO ALEGRE (RS)
Espaço Itaú – Bourbon Country (Bourbon Shopping Country, 2º piso – Av. Túlio de Rose, 80 – Passo da Areia)

RIO DE JANEIRO (RJ)
Espaço Itaú – Botafogo (Praia de Botafogo, 316 – Botafogo)

SÃO PAULO (SP)
Espaço Itaú – Augusta (Rua Augusta, 1.475 (Salas 1, 2 e 3) – Consolação)

SALVADOR (BA)
Espaço Itaú – Glauber Rocha (Praça Castro Alves, s/n – Centro)

RECIFE (PE)
Cinema São Luiz (Rua da Aurora, 175 – Boa Vista)

VITÓRIA (ES)
Cine Jardins (262, R. Carlos Eduardo Monteiro de Lemos – Jardim da Penha)

BELÉM (PA)
Cine Líbero Luxardo (Av. Gentil Bittencourt, 650 – Nazaré)

GOIÂNIA (GO)
Lumière Cinema – Shopping Bougainville  (R. 9, 1855, St. Marista, Goiânia – GO, 74150-130 )

FLORIANÓPOLIS (SC)
Cine Show (Centro, Florianópolis – SC, 88010-400, Brasil )

Ingressos:
São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Salvador e Goiânia
R$ 20 (inteira)
R$ 10 (Meia/Estudante)

Em Recife
R$ 10 (inteira)
R$ 5 (Meia/Estudante)

Em Belém
R$ 12 (inteira)
R$ 6 (Meia/Estudante)

Em Vitória
R$ 16 (inteira)
R$ 8 (Meia/Estudante)

É possível adquirir os ingressos nas bilheterias dos cinemas ou nos websites: www.itaucinemas.com.br e www.festadocinemaitaliano.com.br.

Pureza é um longa-metragem inspirado em fatos reais. O filme narra a história de uma mãe que procura por seu filho desaparecido e encontra uma rede de fazendas praticando o trabalho escravo no interior da Amazônia.

Ela se emprega numa dessas fazendas onde testemunha o tratamento brutal de trabalhadores rurais e o desmatamento florestal, mas consegue escapar e denuncia os fatos às autoridades Federais.

Em 1997, Pureza Lopes Loyola recebeu o “Prêmio Anti-escravidão”, medalha concedida anualmente pela Anti-Slavery International, organização não governamental do Reino Unido, que luta contra o trabalho escravo no mundo.

O longa Pureza, dirigido por Renato Barbieri, está sendo rodado em Marabá, com Dira Paes, que vive a protagonista que dá nome ao filme; Flávio Bauraqui, que interpreta o capataz Narciso; e Matheus Abreu (da minissérie Dois Irmãos) que faz Abel, o filho de Pureza. Mariana Nunes, Claudio Barros e Sergio Sartório completam o elenco.

O roteiro é de Barbieri e de Marcus Ligocki Jr., que também assina a produção executiva ao lado de Affonso Beato e Paulo Morelli. A fotografia é de Felipe Reinheimer.

Pureza é uma produção da Gaya Filmes e Ligocki Entretenimento. A distribuição é da Downtown Filmes.