Onde você estava em 1998? Bem, alguns estavam aprendendo a andar e falar, outros tinham como única preocupação brincar, e tem os que sequer eram nascidos. Este que vos fala – assim como muitos de minha geração – já estava dentro da sala de cinema se assustando com produções deste gênero que tanto amamos: o terror. Como o tempo voa e cada vez ficamos mais velhos, nessa nova lista resolvemos lembrar alguns dos filmes de terror mais famosos que completam (ou já completaram) 20 anos em 2018.

Não esqueça de deixar seu comentário dizendo quais filmes da lista você já viu, se assistiu a algum no cinema e os que mais gosta. Vamos lá.

Halloween H20

Tudo começou em 1978 quando o mestre John Carpenter criou Halloween: A Noite do Terror, um dos filmes mais celebrados do gênero na história. Vinte anos depois e era hora de comemorar, com a volta de Jamie Lee Curtis e o roteiro de Kevin Williamson – roteirista quente na época. No elenco, dois nomes então promissores marcavam presença: Michelle Williams e Joseph Gordon-Levitt. É curioso que este ano, novamente vinte anos depois de H20 (e quarenta do original), um novo Halloween chegará aos cinemas.

Halloween H20 estreou no dia 5 de agosto de 1998 nos EUA e chegou ao Brasil em dezembro do mesmo ano.

Prova Final

O que os dois primeiros itens desta lista têm em comum? A presença do ator Josh Hartnett protagonizando e o roteiro de Kevin Williamsson (eu disse que seu nome era quente na época). Aqui, no entanto, a direção é do criativo Robert Rodriguez e a trama mistura Clube dos Cinco (1985) no meio de uma invasão alienígena na qual parasitas assumem o controle do corpo dos humanos, em especial de professores num colégio, visando dominar uma cidade no melhor estilo Invasores de Corpos.

Prova Final estreou no dia 25 de dezembro de 1998 (ótimo filme para o natal!) nos EUA e no Brasil aportou só em abril de 1999.

Possuídos

“Tiiiiiime is on my side… yes it is”. Quem já assistiu a este filme nunca mais esqueceu esta música dos Rolling Stones cantada por todos aqueles que, como diz o título, foram possuídos por um demônio que passa de corpo em corpo apenas por um simples toque – como uma brincadeira de pique-pega. No meio de tudo isso, Denzel Washington protagoniza na pele de um policial que investiga o estranho caso.

Possuídos estreou no dia 16 de janeiro de 1998 nos EUA, chegando ao Brasil no dia 17 de abril do mesmo ano.

Lenda Urbana

Pânico, de Wes Craven, ressuscitou brevemente a moda dos filmes slasher no fim dos anos 1990, acrescentando na mistura muito humor e referências da cultura pop da época. Para tanto, o nome de Kevin Williamson era associado a diversas produções que se destacavam. Não foi o caso com esta, que seguia a mesma linha, utilizando o mote de lendas urbanas para impulsionar a trama. Ah sim, temos um assassino serial que usa armas cortantes, mas na falta de um Ghostface ou um Pescador, ficamos com um esquimó. Acredite se quiser, mas aqui temos Jared Leto protagonizando.

Lenda Urbana estreou no dia 25 de setembro de 1998 nos EUA e no Brasil no dia 27 de novembro do mesmo ano.

Tentáculos

Nem só de slashers e produções voltadas ao público adolescente vive o mundo do terror. Embora o filão do fim da década de 1990 fosse este, ainda existia espaço para um tipo de produção diferenciada no gênero. Assim, apostando no cinema de monstro, o diretor Stephen Sommers dava os primeiros passos rumo ao estrelato (A Múmia e O Retorno da Múmia). Aqui, piratas modernos comandados por Treat Williams tem como missão roubar os turistas a bordo de um luxuoso cruzeiro. O que nem os criminosos tampouco as vítimas contavam era que ao mesmo tempo a embarcação seria alvo de uma criatura submarina pré-histórica. No elenco, a bela holandesa Famke Janssen.

Tentáculos estreou no dia 30 de janeiro de 1998 nos EUA e no Brasil chegou em 17 de julho do mesmo ano.

Vampiros de John Carpenter

Seguindo por um filme de terror mais tradicional e adulto, 1998 reservou a volta de uma verdadeira lenda às telonas. John Carpenter, um dos maiores mestres não apenas do terror, mas da sétima arte em geral, dono de um currículo invejável, retornava vinte anos depois de Halloween – A Noite do Terror, obra-prima homenageada pelo primeiro item desta lista, para lançar um filme de vampiros de autor. No longa visceral, James Woods é o líder de uma equipe de matadores especialistas em eliminar os mortos-vivos bebedores de sangue sancionada pelo Vaticano. A obra mistura faroeste com terror, vendendo estilo de sobra. Ao relembrarmos de seu jeito único, só podemos suplicar: volta, Carpenter!

Vampiros estreou no dia 15 de abril de 1998 na França, chegando aos EUA em 26 de outubro. No Brasil, o filme estreou só em 1999, no dia 16 de abril.

A Experiência II – A Mutação

O primeiro A Experiência (1995), de Roger Donaldson, é um filme B divertidíssimo, que brinca com as conveniências da ficção científica, terror e ação. O filme se criou no mercado de vídeo, transcendendo ao status de cult. O elenco era um dos chamarizes, com nomes como Forest Whitaker, Ben Kingsley, Alfred Molina, Michael Madsen e Marg Helgenberger. Além disso, serviu para apresentar a jovem Michelle Williams e a estonteante Natasha Henstridge, que deu graça, beleza e sensação de ameaça à antagonista Sil na fase adulta (aos 25 aninhos). A continuação elimina a maior parte destes fatores – em especial o elenco e diretor – e foca numa Sil (Henstridge novamente) agora boazinha combatendo uma nova ameaça. A parte erótica, no entanto, não foi esquecida.

A Experiência II – A Mutação estreou no dia 10 de abril de 1998 nos EUA e no Brasil chegava em 14 de agosto do mesmo ano. Uma curiosidade é que o longa foi o segundo que este que vos fala assistiu em uma sala no formato de estádio aqui no Rio de Janeiro. A primeira a chegar foi a da rede Cinemark, no shopping Downtown na barra da tijuca.

Eu Ainda Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado

Falando em continuações desnecessárias e abaixo de seus originais, retornamos agora para o subgênero dos slashers. O primeiro Eu Sei o que Vocês Fizeram… (1997) surfava na onda de Pânico, sendo o primeiro filme nestes moldes a ser lançado após o sucesso da obra de Wes Craven, contando, inclusive, com o mesmo roteirista: Kevin Williamson (e quem mais?). A continuação, no entanto, não tinha nada disso e trazia como única ligação os protagonistas Jennifer Love Hewitt e Freddie Prinze Jr. – desaparecidos depois do longa. A ação era movida da cidadezinha pesqueira do original para um resort nas Bahamas. O suspense também era inteiramente substituído pelo terror. A meta era impulsionar O Pescador como um vilão no estilo Jason ou Freddy.

Eu Ainda Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado estreou no dia 13 de novembro de 1998 (numa propícia sexta-feira 13) nos EUA, chegando ao Brasil somente em 5 março do ano seguinte – fazendo os fãs se descabelarem pela demora.

A Noiva de Chucky

Não há duvidas de que o ano de 1998 foi frutífero para ícones do terror. Depois de Michael Myers, Sil e o Pescador, o ano trouxe também o mais celebrado do pacote, o boneco Good Guy mais homicida já produzido: Chucky. Sua última aparição havia sido em 1991, no terceiro longa do Brinquedo Assassino. Mudando a abordagem e assumindo o nome do protagonista vilanesco pela primeiro vez no título, A Noiva de Chucky mergulhou por completo na atmosfera que permeava a época, ou seja, muito humor autoconsciente e diversão sem tanta seriedade. Junte a isso a adição de Tiffany, a noiva do psicopata, também transformada em boneca, e ganhávamos o casal de criminosos mais infames desde Bonnie Clyde. A direção de Ronny Yu dava o respaldo necessário atrás das câmeras e na frente, Katherine Heigl, Jennifer Tilly e o saudoso John Ritter.

A Noiva de Chucky estreou no dia 15 de outubro de 1998 nos EUA (bem a tempo para o Halloween) e no Brasil, como não celebramos esta festa (ou ao menos não na época), o longa ficou para 22 de janeiro de 1999.

Esfera

Voltando para um terror mais adulto, menos explícito e mais psicológico, Esfera é baseado no livro de Michael Crichton, uma sumidade quando o assunto é ficção questionadora, vide Westworld (1973) e Jurassic Park (1993). Dirigido por Barry Levinson, o filme apresenta um trio de cientistas levados às profundezas do oceano a fim de estudar a nova descoberta do governo americano: uma esfera alienígena que materializa os piores medos de todos aqueles que entram em contato com ela. Dustin Hoffman, Sharon Stone (ainda em sua fase de ouro) e Samuel L. Jackson impulsionam esta tentativa de ser o novo O Segredo do Abismo (1989) que terminou com gosto de cinema B.

Esfera é um dos filmes da lista que mais rápido chegou a nosso país. Seu lançamento nos EUA foi em 13 de fevereiro de 1998, aportando no Brasil no dia 3 de abril do mesmo ano.

Comportamento Suspeito

Ah, o fim da década de 1990. Ela nos deu tantos rostos promissores, somente para arrancar a maioria de nossas vidas poucos anos depois. Josh Hartnett, Freddie Prinze Jr. e Jennifer Love Hewitt são alguns deles. Com Katie Holmes não ocorreu exatamente isso, já que a atriz fez parte de produções importantes depois da citada década. Mas é inegável que a ex-esposa de Tom Cruise surgiu como um dos nomes mais promissores do período. Aqui, o sucesso no seriado juvenil Dawson´s Creek ajudou a projetá-la e este terror/ficção científica nos moldes de As Esposas de Stepford adolescente seguiu na esteira. Esse foi justamente o motivo de certo sucesso do longa junto a seu público alvo. Na trama, em uma cidadezinha, adultos criam um experimento de controle mental a fim de colocar jovens infratores nos eixos. Quando o experimento não funciona como eles imaginavam, começam a surgir problemas realmente sérios.

Comportamento Suspeito foi lançado no dia 24 de julho de 1998 nos EUA, bem na época do competitivo verão americano. O filme não chegou a ser exibido nos cinemas brasileiros, ganhando por aqui um lançamento direto em vídeo.

Ring: O Chamado

Esse é o ponto fora da curva nesta lista, e um filme que talvez nem todos conheçam ou tenham visto. O Chamado (2002) é uma das produções de terror mais adoradas pelos fãs nos últimos anos. O filme, no entanto, é na verdade uma refilmagem de uma obra japonesa lançada em 1998. Com ritmo narrativo mais lento, o que pode causar estranheza aos não familiarizados, muitos fãs do gênero ainda preferem esta verão à americana. Seja como for, mesmo sem a parte técnica tão primorosa quanto o remake, as ideias, que é o que conta, já eram implantadas aqui. Na trama, uma fita mata todos que a assistam em 7 dias. O cineasta Hideo Nakata, especialista quando o gênero é terror, também comandou a continuação japonesa do filme e a versão nipônica de Água Negra (2002), refilmada em 2005 pelo nosso Walter Salles. Fora isso, Nakata também foi o diretor da versão americana de O Chamado 2 (2005).

Ring: O Chamado, ou Ringu para os íntimos, estreou no dia 31 de janeiro de 1998 no Japão, chegando aos EUA, direto em vídeo, no dia 4 de março de 2003.

Fantasmas

Outro filme que nem todos devem conhecer, Fantasmas se aproveitou da então recente fama de seu astro Ben Affleck, saído do sucesso de Gênio Indomável (1997). No mesmo ano o ator lançaria Armageddon, a maior bilheteria de 1998. O longa é baseado no livro de Dean R. Koontz, renomado autor de obras do gênero, assumindo aqui o roteiro também. Na história, forças sobrenaturais são responsáveis pelo desaparecimento da maior parte da população de uma pequena cidade nas montanhas. Affleck interpreta o xerife, tentando ajudar duas irmãs a sobreviver – interpretadas pelas igualmente sumidas Rose McGowen e Joanna Going. O que chama atenção aqui é a presença do lendário Peter O´Toole descontando o cheque.

Fantasmas estreou no dia 23 de janeiro de 1998 nos EUA e chegou ao Brasil no dia 20 de novembro do mesmo ano.



Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c

A TNT finalmente deu sinal verde para a série de TV baseada no longa ‘Expresso do Amanhã’ (Snowpiercer), estrelado por Chris Evans em 2013, de acordo com o Deadline.

E, de acordo com o The Hollywood Reporter, Graeme Manson, co-criador do sucesso Orphan Black, foi escolhido para assumir a função de showrunner na série de TV.

Agora, o diretor Scott Derrickson (‘Doutor Estranho’) anunciou via Twitter que não está mais envolvido com a série e explicou que a chegada de um novo showrunner trouxe uma nova abordagem.

Apesra disso, o elenco conta com Daveed Diggs (‘Black-ish‘), que viverá Layton Well, um prisioneiro que junta-se ao motim do trem com certo receio; e Jennifer Connelly, que será Melanie Cavill, uma passageira da primeira classe que atua como a Voz do Trem.

Sarah Aubrey, a vice-presidente executiva de programação original da TNT disse:

“Sou fã desse filme épico do diretor Joon-Ho Bong e fiquei empolgada com a oportunidade de honrar a visão original dele e, ainda, expandir o mundo e os personagens com um elenco premiado e diversificado”

Ainda não há informações sobre a distribuição e data de lançamento da série no Brasil.

Confira:

expressodoamanha_7



Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c

[CUIDADO COM SPOILERS]

Em uma entrevista ao Vanity Fair, o diretor do episódio final, Frederick E.O Toye, revelou que um dos personagens realmente é um anfitrião. Após o final da segunda temporada, a possibilidade se tornou ambígua.

Segundo ele, o chefe de segurança do parque, Ashley Stubbs (Luke Hemsworth), revelou no fim do episódio que ele é um anfitrião criado por Ford para proteger o parque e os outros membros da sua espécie. Foi o próprio Jonathan Nolan, o co-criador da série, que escreveu a cena da revelação e só contou à equipe um dia antes dela ser filmada.

A co-criadora da série, Lisa Joy, também contou um pouco como essa ideia foi planejada:

“Nós não dizemos isso explicitamente, claro, mas se você ficar se perguntando sobre todas as conversas de Stubbs… ele pode ter suas suspeitas sobre o que está acontecendo com Hale e depois deixa-la passar. E não faz sentido se você for o Ford, projetar um parque e tiver todo um plano incrível sobre como ajudar os robôs a manter um anfitrião escondido à vista como uma prova de falhas? Talvez o anfitrião responsável pela garantia de qualidade?”

[FIM DOS SPOILERS]

A segunda temporada acabou de ter seu último episódio exibido, mas a HBO já confirmou oficialmente a renovação de sua série Westworld‘. Apesar disso, ainda não se sabe quando a 3ª temporada estreará, considerando o hiatus de mais de um ano entre as duas primeiras temporadas, especula-se que a terceira temporada estreará só em 2020.

Agora, durante uma nova entrevista Entertainment Weekly, o cocriador Jonathan Nolan contou que o retorno da série pode demorar mais do que o esperado.

“Tivemos conversas interessantes. É um elenco enorme e infelizmente estamos dando adeus a alguns personagens no final dessa temporada. Mas como sempre acontece nessa série, brincar sobre quem permanece ou não é sempre divertido. Ainda levará algum tempo até a 3ª temporada, mas queremos surpreender as pessoas, vamos esperar”

Além disso, a atriz Thandie Newton passará a ganhar o mesmo que os seus colegas de trabalho na 3ª temporada.

A 2ª temporada registrou uma média de 0.81 na demo, e um total de 1.9 milhões de espectadores.

Westworld é baseada no filme homônimo da década de 1970, mas conseguiu ir além da obra original em todos os sentidos.

Criado por Jonathan Nolan e Lisa JoyO elenco conta com Ben Barnes (Logan), Ingrid Bolsø Berdal (Armistice), Ed Harris (Homem de Preto), Luke Hemsworth (Stubbs), James Marsden(Teddy), Thandie Newton (Maeve), Simon Quarterman (Lee Sizemore), Rodrigo Santoro (Hector), Angela Sarafyan (Clementine), Jimmi Simpson (William), Tessa Thompson (Charlotte), Evan Rachel Wood (Dolores), Shannon Woodward (Elsie) e Jeffrey Wright (Bernard/Arnold).



Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c

Pose, a nova série de Ryan Murphy (‘American Horror Story) para o FX, será transmitida no Brasil e América Latina pelo canal Fox Premium no segundo semestre desse ano.

A parceria de Murphy com Steven Canals tem 8 episódios de uma hora cada e conta com o maior elenco de atores transgêneros da história da televisão americana e o maior elenco LGBTQ de uma série já produzida.

Confira algumas imagens divulgadas pela revista Entertainment Weekly:

Pose‘ ficará marcada como sendo a primeira série a ter o maior elenco regular de atrizes transgêneros da história da televisão.

Mais um fruto da parceira do produtor com o canal FX, o processo para a escalagem do elenco durou seis meses e resultou na contratação de MJ Rodriguez, Indya Moore, Dominique Jackson, Hailie Sahar e Angelica Ross, todas mulheres trans que encararam personagens que se assemelham muito com sua própria realidade fora das câmeras.

O elenco também contará com o vencedor do Tony Awards por ‘Kinky Boots’, Billy Porter, além de Ryan Jamaal Swain e Dyllon Burnside

Criada por Murphy, Brad Falchuk e Steven Canals, ‘Pose‘ se passará na Nova York dos anos 80, onde será mostrado diversas cenas sociais da metrópole, partindo dos contextos mais exóticos, como a explosão das apresentações performáticas das drag quens à grande elite nova iorquina.

O roteiro é assinado por Canals e Janet Mock, ativista trans que possui no currículo a clamada série da Amazon, ‘Transparent‘. Para se manter o mais fiel possível à época, a dupla vai contar com uma consultoria especializada de três figuras importantes da cultura drag dos anos 80, Hector Xtravaganza, Skylar King e Sol Williams.



Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c

A nova série de TV ‘Novos Titãs’ segue com sua produção em Toronto, e de acordo com um rumor publicado pelo Splash Report, a série será destinada a adultos, contando inclusive com censura +18 e cenas de violência explicita, que mostram ossos sendo quebrados, pessoas sendo queimadas e até mutiladas.

Segundo o site, o plano do serviço de streaming DC Universe é fazer um seriado sombrio, mas que mistura realismo e fantasia, se diferenciando das produção da Marvel/Netflix.

Enquanto o lançamento não acontece, confira uma nova foto divulgada que mostra o visual de Robin:

First look at Brandon Thwaites as ROBIN in DC’s TITANS!!!

Uma publicação compartilhada por Umberto Gonzalez (@umbertogonzalez) em 28 de Jun, 2018 às 8:23 PDT

A série em live-action sobre o grupo de heróis juvenis da DC Comics teve seus atores principais escalados para viver os heróis.

A equipe da DC surgiu pela primeira vez em 1964, como uma equipe de jovens heróis, ainda com o nome de Turma Titã. A série, prevista para estrear em 2018, reunirá os justiceiros Asa Noturna, Estelar, Mutano, Ravena e a dupla Columba e Rapina.

O programa, previsto para estrear em 2018, é de autoria de Greg Berlanti, produtor deArrow‘, ‘The Flash‘, ‘SupergirleLegends of TomorrowLindsey Gort também está no elenco. A série terá Akiva Goldsman (‘Star Trek: Discovery’) e Geoff Johns na equipe de roteiristas dos 13 episódios.

Brad Anderson (Fringe) dirigirá o piloto. Confira algumas imagens oficiais:

Brenton Thwaites será Dick Grayson (Asa Noturna)

Ryan Potter será o Mutano:

Teagan Croft viverá a Ravena:

Anna Diop será a Estelar:

Minka Kelly será Columba:

Alan Ritchson no papel de Rapina:



Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c