De acordo com a publicação The Hollywood Reporter, a nova versão de “Hellboy”, agora protagonizada por David Harbour (da Série “Stranger Things”), está programada para estrar nos cinemas americanos em 11 de janeiro de 2019.

Mike Mignola concebeu “Hellboy” em 1993, como uma HQ indie sobre um demônio criado por um professor humano, que é treinado para combater seres sobrenaturais em nome de organização B.P.R.D (Bureau for Paranormal Research and Defence). Ron Perlman interpretou o personagem em dois filmes dirigidos por Guillermo Del Toro (“A Colina Escarlate”). Estes longas, lançados em 2004 e 2008, foram bem recebidos pelos fãs e ajudaram a impulsionar o personagem para novos níveis de popularidade. Porém, o valor das bilheterias de ambos os filmes nunca foram muito expressivos, dificultando a produção de um terceiro longa que “fecharia” o arco do herói na visão de Del Toro.

O novo longa pode ter a trama baseada em Rise of The Blood Queen. Nos quadrinhos, a Rainha de Sangue é Nimue, a maior de todas as bruxas britânicas, que viveu na era arthuriana e era amante de Merlin. Ela usou essa afeição para aprender os truques do mago e depois aprisioná-lo. Sem Merlin, porém, Nimue enlouqueceu, e sua loucura era tamanha que todas as outras bruxas julgaram melhor matá-la, esquartejá-la e espalhar os pedaços de Nimue pela Terra.

O elenco conta ainda com Ian McShane (“John Wick – Um Novo Dia para Matar”), Sasha Lane (“American Honey”), Penelope Mitchell (“Terror na Estrada”), Milla Jovovich (“Resident Evil”) e Daniel Dae Kim (“A Série Divergente: Convergente”). Neil Marshall (da série “Game of Thrones”) comandará um roteiro de Andrew Cosby, Christopher Golden e pelo próprio Mignola.

Ainda falta muito tempo para que “Mulher-Maravilha 2” chegue aos cinemas, porém isso não impede que a diretora Patty Jenkins, que também comandou o primeiro longa da amazona, já tenha algumas novidades sobre o projeto. Em uma entrevista recente à Variety, Jenkins revelou novos detalhes sobre a trama e o que podemos esperar da sequência:

“O filme mostrará outros valores dela, com uma fórmula divertida e agradável de se assistir, assim como no primeiro filme. Porém, o terceiro ato gera alguns problemas grandes, para trazer ao filme um pouco mais de peso e profundidade. É uma fórmula que eu realmente gosto e eu também gosto da ideia de levar alguém em uma jornada muito sólida, que chega a uma pergunta maior a ser respondida. Agora ela é a Mulher-Maravilha e já está desenvolvida. O filme terá muita diversão desde o inicio, uma grande história de amor novamente e alguns novos personagens inacreditáveis, com os quais estou muito entusiasmada, eles são muito diferentes dos que apareceram no primeiro filme”, revelou Jenkins.

Jenkins ainda diz que “Mulher-Maravilha 2” não se afastará muito do mundo estabelecido no primeiro filme, contudo abordará coisas diferentes.

“Eu sinto que ele terá a quantidade certa do mundo de ‘Mulher-Maravilha’ como no primeiro filme, enquanto é uma história completamente diferente e que aborda algo diferente”.

Mulher-Maravilha” estreou nos cinemas brasileiros em 1º de junho e ultrapassou a marca de US$800 milhões de arrecadação, tendo no primeiro final de semana uma abertura de mais de US$100 milhões. As cifras transformaram o filme no live-action de maior bilheteria dirigido por uma mulher. A atriz Gal Gadot (“Vizinhos Nada Secretos”) está confirmada para retornar para o papel de Diana.

“Mulher-Maravilha 2” estreia em 1º de novembro de 2019.

Em entrevista à revista Rolling Stone, a atriz Daisy Ridley (“Assassinato no Expresso do Oriente”) revelou que não pretende voltar a interpretar Rey após “Star Wars: Episódio IX” (ainda sem título definido). Quando questionada sobre a possibilidade, a atriz foi bem direta na resposta:

“Não, não, não. Eu estou muito, muito animada para fazer o terceiro filme e parar por aí, porque no fim das contas eu assinei um contrato para três filmes. Então, na minha cabeça, são três filmes. Eu acho que será o momento certo de terminar”, disse Ridley.

Apesar da resposta a curto prazo ser negativa, um retorno a longo prazo parece plausível para a atriz. Questionada sobre a possibilidade de retornar à franquia daqui uns 30 anos, assim como fizeram Carrie Fisher, Mark Hamill e Harrison Ford em “Star Wars: O Despertar da Força”, a atriz não negou a possibilidade:

“Quem sabe? Sinceramente eu sinto que o mundo pode acabar nos próximos 30 anos, então se até lá não estivermos vivendo no subsolo… então com certeza. Talvez. Mas novamente, é só um ‘quem sabe?’. Quantos anos eu terei? 55!! Não consigo pensar tão adiante.”

“Star Wars: Episódio IX” está previsto para começar a ser rodado no primeiro semestre do ano que vem, com o comando de J.J. Abrams (“Star Wars: O Despertar da Força”), e tem estreia marcada para 19 de dezembro de 2019.

O próximo filme da franquia, “Star Wars: Os Últimos Jedi” estreia em 14 de dezembro.

A Warner Bros. anunciou que “Son of Shaft” (“Filho de Shaft”, em tradução livre), sequência do reboot estrelado por Samuel L. Jackson (“Dupla Explosiva”) em 2000, está sendo programado para estrear nos cinemas em 14 de junho de 2019.

A trama da continuação irá acompanhar o filho do detetive John Shaft, que será interpretado por Jessie T. Usher (“Independence Day: O Ressurgimento”). Ele é um agente do FBI especializado em tecnologia, e a parceria com seu pai leva a uma colisão nada fácil entre o velho e o novo.

O longa será lançado pela New Line nos EUA, enquanto a Netflix será a responsável pela distribuição da obra no resto do mundo.

As gravações do longa estão previstas para começar agora em dezembro. O elenco ainda conta com a atriz Alexandra Shipp (“X-men: Apocalipse“). A produção é dirigido por Tim Story (“Policial em Apuros 2”) e conta com o roteiro de Kenya Barris (criador da série “Black-ish”).

De acordo com informações da TV Line, Mindhunter, série de suspense da Netflix, foi renovada para a 2ª temporada.

Mindhunterrecém estreou e, ao que tudo indica, o diretor David Fincher planeja fazer, pelo menos, mais quatro temporadas, foi o que revelou o ator Holt McCallany em entrevista ao Screem Rant, confira:

“Faço papéis pequenos, de coadjuvante. Então foi importante para mim ser convidado por David para ser um dos protagonistas. Porque, sabe, acredito no talento dele e sei que ele quer fazer essa série durante cinco anos. Cinco temporadas destes personagens e estou esperançoso, não dou nada como certo.”

serviço de streaming já disponibilizou a primeira temporada completa, confira a nossa crítica. A 2ª temporada deve estrear em 2018.

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook » https://goo.gl/kg8NYU

     

A série vai fundo nos arquivos do FBI que investigam serial killers. Se a mente insana é imprevisível, como é possível ficar um passo à frente dela? Dois agentes do FBI (Jonathan Groff e Holt McCallany) embarcam em uma odisseia investigativa para descobrir as respostas.

A direção da maioria dos episódios é de David Fincher e a atriz Charlize Theron é uma das produtoras executivas da série.

Crítica | Dark – Série de Suspense da Netflix vai te deixar pirado…

» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «