Relacionamentos são complicados. Podem ser também felizes, satisfatórios, trágicos, frustrantes… Mas o escritor Simon Rich, ex-roteirista do programa “Saturday Night Live”, resolveu mostrar que, além de tudo isso, eles podem ser engraçados e completamente nonsense. Em “A Última Namorada na Face da Terra”, lançado em abril pela editora Record, Rich dá a perspectiva masculina para alguns dramas clássicos vividos por casais, mas de um jeito bem inusitado.

Dividido em três seções – “Garoto conhece garota”, “Garoto conquista garota” e “Garoto perde garota” –, o livro é uma coletânea de pequenos contos. As histórias narram desde a trajetória de uma camisinha na carteira de um adolescente até as dificuldades de Deus para lidar com a namorada enquanto cria o universo.

Há ainda o caso dos amigos que planejam um encontro às escuras para um rapaz – mas a moça que aparece é um troll mitológico; a trama do homem que recebe a visita de alienígenas ninfomaníacas logo depois de começar um relacionamento; e o cidadão que organiza uma manifestação com centenas de pessoas para obrigar uma menina a sair com ele. Até Sherlock Holmes, mestre da dedução, aparece aqui totalmente incapaz de concluir que a namorada o está traindo.

“A Última Namorada na Face da Terra” deu origem à série de TV “Jovem Solteiro à Procura”, na qual Jay Baruchel vive Josh, rapaz determinado a engatar um namoro sério com alguém. A produção vai ao ar no Brasil no canal FX.

Sobre o autor: Simon Rich é humorista, escritor e roteirista. É autor de dois romances e três coletâneas de contos, muitos deles publicados na revista New Yorker. Escreveu roteiros em parceria com Lorne Michaels e Judd Apatow, e fez parte do time de roteiristas do “Saturday Night Live”. Atualmente, escreve para a Pixar e colaborou com o roteiro de “Divertida Mente”.

A Última Namorada na Face da Terra
Autor: Simon Rich
Tradução: Joana Faro
Editora: Record
Páginas: 272
Preço: R$ 29,90

Estão abertas as inscrições para o 14º Festival Internacional de Cinema Infantil – FICI 2016, que acontecerá de setembro a outubro, em cinco cidades brasileiras. O FICI é o único evento de cinema para o público infanto-juvenil com abrangência nacional.

Serão aceitos curtas e longas-metragens brasileiros direcionados ao público infantil, com bitola de exibição DCP ou DVD. As inscrições deverão ser feitas até o dia 2 de maio através do site www.fici.com.br.

Os curtas-metragens selecionados para o 9º Prêmio Brasil de Cinema Infantil serão exibidos em mostras competitivas e três títulos serão contemplados com o prêmio no valor de R$ 7.000,00 em serviços de finalização, oferecidos pela Afinal Filmes. As inscrições devem ser feitas também através do site www.fici.com.br

Estão abertas, até o dia 10 de maio, as inscrições para a 3ª Mostra da Diversidade Sexual de Campinas (MoDive-Se), para produções audiovisuais com duração de até 30 minutos (incluindo créditos de abertura e encerramento), realizadas em qualquer período e que possuam a temática LGBT.

Uma novidade na edição deste ano é a seleção de intervenções artísticas que acontecerão antes das sessões dos filmes. As intervenções devem conter a temática LGBT e duração máxima de 30 minutos.

O regulamento e as inscrições podem ser conferidos através do site www.modive.se.  A mostra acontecerá nos dias 9, 10 e 11 de junho, com exibição de curtas e longas metragens.

A Associação Brasileira de Cinematografia divulgou a programação da Semana ABC 2016, evento anual que tem o objetivo de apresentar ao mercado, profissionais e estudantes as principais novidades do setor audiovisual no Brasil e no mundo. Durante a semana, acontecem diversas mesas de debates, além de outras atividades, como a exposição de equipamentos e lançamentos de livros.

Entre os debates deste ano, a Semana ABC contará com mesas sobre “Realidade Virtual”, “Séries de TV”, “Cinematografia Subaquática”, “Animação”, além das tradicionais mesas sobre educação, som, direção de arte e montagem. Destaca-se a participação do convidado internacional Salvador Parra, production designer da série Narcos.

Veja a programação completa aqui.

A Semana ABC 2016 acontece entre os dias 11 e 13 de maio, na Cinemateca Brasileira – SP, e encerra com a cerimônia de entrega do Prêmio ABC 2016, no dia 14 de maio, que prestigia os profissionais que mais se destacaram na cinematografia brasileira em 2015. Os filmes que concorrem ao Prêmio podem ser conhecidos aqui.

 

Uma noite que não acaba nunca, emoldurada pelas belas paisagens da cidade purgatório da beleza e do caos. Esse é o cenário no qual se encontra um grupo de jovens endinheirados que estão em “A Frente Fria que a Chuva Traz”, novo filme de Neville D’Almeida, ícone do movimento do cinema marginal no país, que estreia nos cinemas no dia 28 de abril, com Chay Suede, Bruna Linzmeyer e Johnny Massaro no elenco. O longa é livremente inspirado na peça homônima de Mário Bortolotto.

Com uma fotografia que evidencia os contrastes do visual azul e cristalino – ao menos através das lentes – das praias do Rio de Janeiro com as moradias em tons de marrom da comunidade do Vidigal, o longa traz sexo, drogas, conflitos e idiossincrasias de um grupo de jovens que leva uma vida de excessos. “A Frente Fria que a Chuva Traz”, que tem participações especiais de Michel Melamed e Flávio Bauraqui, é uma coprodução República Pureza, Telecine Productions, Fábrica de Imagem e Cooperativa de Cinema, com distribuição Downtown Filmes e Paris Filmes.