As Oficinas Querô estão com inscrições abertas para a nova turma de audiovisual. Jovens de 14 a 18 anos, estudantes de escolas públicas de Santos, São Vicente, Praia Grande e Cubatão e de baixa renda familiar podem participar da seleção. As inscrições seguem até 29 de fevereiro, pelo site www.institutoquero.org ou pelo Facebook – fb.com/institutoquero –, no aplicativo “Inscreva-se – Oficinas Querô”.

Com patrocínio do Banco Votorantim, MSC Shipping e Viação Piracicabana, ao todo, 40 jovens serão selecionados. Durante um ano, com aulas três dias por semana, realizadas na Unimonte, os jovens passam por todas as etapas de uma produção audiovisual, atuando como roteiristas, diretores, cinegrafistas e outras funções do cinema, além de atividades de formação cidadã, humanismo e expressão verbal. Com patrocínio da ThyssenKrupp, os que mais se destacam no primeiro ano de curso, têm a chance de ingressarem em um segundo ano de capacitação, com aulas voltadas para preparação ao mercado de trabalho.

As aulas são ministradas por profissionais renomados do cinema nacional, que orientam os jovens durante as suas próprias produções: um documentário e uma ficção. Em dezembro, os filmes do ano são exibidos em sessão especial realizada no Cine Roxy e, em seguida, inscritos nos principais festivais de cinema do país.

Junto às aulas de capacitação audiovisual, as Oficinas Querô oferecem transporte e entrada ao cinema gratuitos, tratamento dentário pelo projeto Dentista do Bem e acompanhamento social junto às famílias. O projeto conta ainda com a parceria do Sesc, apoio da Prefeitura de Santos e Unicef. As aulas começam em março, de terça a quinta, das 15h às 18h. Mais informações pelo email inscricoes@institutoquero.org.

 

O Brazilian TV Producers (BTVP), programa de exportação da Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão (ABPITV), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex- Brasil), participará, na semana que vem, com 16 produtoras brasileiras representadas por 21 profissionais do Kidscreen 2016. O evento, focado em conteúdo infantil, acontece de 8 a 11 de fevereiro, em Miami.

O conteúdo infantil tem uma posição estratégica para a produção independente brasileira e tem rendido indicações e premiações em festivais, além de vendas internacionais. No ano passado, a série “Gaby Estrella”, uma coprodução da Panorâmica e da Chatrone, associadas ao Brazilian TV Producers, foi indicada ao Emmy Kids Awards na categoria melhor série infantil. O Emmy é considerado o Oscar da televisão.

Nesse ano, a associada Boutique Filmes é uma das indicadas ao prêmio com a série “O Zoo da Zu”, coprodução com o Discovery Kids Brasil, que concorre na categoria de produções destinadas ao público pré-escolar com atrações do Reino Unido, Islândia e Japão. O resultado será anunciado em abril durante o MipTV.

Durante o Kidscreen, Carina Schulze, sócia da Chatrone, participará de um painel sobre storytelling no dia 10 de fevereiro. No mesmo dia, Juliano Prado, cocriador da “Galinha Pintadinha”, estará em um painel sobre licenciamento de conteúdos que surgiram nas plataformas digitais. O licenciamento de produtos da atração no Brasil e na América Latina colocaram a marca na 89ª posição no ranking mundial de receitas de licenciamento em 2015.

As 16 empresas brasileiras que integram a delegação do Brazilian TV Producers no Kidscreen são: 2DLab, 44 Toons, Alopra Estúdio, Belli Studio, Bromélia Produções, Cartoon Station, Chatrone, Cinefilm, Copa Studio, Glaz Entretenimento, Hype.cg, Mentalize Communication, Sato Company, Supertoons, TV Pinguim e Valu Animation Studios.

Na coletiva de imprensa organizada no dia seguinte ao anúncio dos indicados ao Oscar 2016, Alê Abreu, diretor de “O Menino e o Mundo”, disse que, a partir de agora, teriam muito trabalho para conquistar os críticos da Academia.

Quando saiu a indicação do filme, a Gkids, distribuidora internacional, pediu à produtora Filme de Papel, de Alê Abreu, uma ajuda para o orçamento da campanha da animação rumo à premiação. Como o filme está concorrendo com produções de orçamentos milionários, a produtora decidiu lançar uma campanha na Catarse, a primeira plataforma brasileira de financiamento coletivo online, para conseguir completar o valor necessário.

Em busca do primeiro Oscar para o país, a campanha ”‘O Menino e o Mundo’ no Oscar 2016 – Vamos trazer o ‘careca dourado’ para o Brasil!” começou em 28 de janeiro, às 21h e segue até o dia da premiação. A meta inicial é arrecadar 100 mil reais, que serão utilizados para ações em busca do “careca dourado”, como investimento em relações públicas, envio de DVDs e organização de sessões especiais para os votantes.

No primeiro fim de semana, as contribuições chegaram à 40% da meta inicial. Para ajudar, basta entrar no site www.catarse.me/meninonooscar. As novidades da campanha serão publicadas no Facebook https://www.facebook.com/O-Menino-e-o-Mundo-124747370946197/?pnref=story.